link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
Responsabilidade Social

A Assessoria de Cooperação Social da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ACS/ENSP) foi criada com o intuito de atuar em territórios urbanos densamente povoados e marcados por diferentes formas de violência social, com foco em Manguinhos, localizado no entorno do campus da Fiocruz, no Rio de Janeiro. Nosso desafio é possibilitar uma aproximação entre esses territórios e o capital técnico científico da ENSP, no sentido de buscar alternativas conjuntas de promoção territorializada da saúde e participação popular. Nossa atuação estimula o tecido social local, por meio da educação popular em saúde, trazendo uma formação crítica em relação ao modelo de desenvolvimento acumulador e concentrador de riquezas. As iniciativas da sociedade civil e governos contra situações de violência social e por melhorias na qualidade de vida impulsionam a atuação da ACS/ENSP na produção de tecnologias sociais. Assim, estimulamos processos de identificação, construção e sistematização de tecnologias sociais que envolvam a comunidade local e possam ser replicadas em territórios vulnerabilizados.

Notícias

Fiocruz na luta pela defesa do SUS

"Defendemos o Sistema Único de Saúde. A constituição do SUS é um marco da contemporaneidade da Fiocruz. Ele representa todos os nossos valores e a nossa maneira de pensar a cidadania, a democracia. O SUS é o nosso ponto de referência"! Foram com essas palavras que o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, convocou os trabalhadores da Fundação a se unir para enfrentar uma "conjuntura complexa, incerta e adversa", que traz ameaças ao Sistema Único de Saúde e às conquistas da instituição. Gadelha esteve presente na reunião do Conselho Deliberativo da ENSP desta terça-feira (5/7), cuja principal pauta debateu a conjuntura nacional e da saúde. Na opinião do diretor da ENSP, Hermano Castro, "a reunião cumpriu o papel de ajustar, junto com a Presidência, as políticas públicas internas naquilo que é de interesse da sociedade e do SUS".

Avaliação da Capes: Pós-Graduação da ENSP apresenta reivindicações e debate mudanças para próximo quadriênio

Tatiana Wargas, vice-diretora de Ensino, e coordenadores dos programas de Pós da ENSP comentam documento e apontam necessidade de mudança no sistema de avaliação da Capes. 

Centro de Estudos debate as ações de vigilância do campo da saúde durante os jogos olímpicos

Uma série de ações em saúde e vigilância sanitária já estão sendo implementadas na cidade do Rio de Janeiro visando os jogos olímpicos, que ocorrerão no mês de agosto. Todo o planejamento é realizado em conjunto com o estado e município do Rio de Janeiro, integrando atendimento e vigilância epidemiológica. O Brasil vai receber visitantes de todas as partes do mundo e cada um traz em sua bagagem também seus vírus e bactérias. Mas será que estamos preparados para fazer esse controle? Nossa Vigilância Sanitária já tomou medidas efetivamente preventivas? O que pode acontecer? Para debater essas e outras questões, o Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos retorna para mais um encontro, no dia 27 de abril, com o tema A atuação das vigilâncias do campo da saúde nas Olimpíadas de 2016. Marcado para 13h30, no salão internacional da Escola, o Ceensp conta com as participações de Cláudio Henriques (Devit/SVS), Arnaldo Lassance (ENSP/Fiocruz) e Rodolfo Nunes (Anvisa). Na ocasião, ocorrerá o lançamento do jogo educativo Vigilância Sanitária nos Eventos de Massa.

Zika congênita: doença já é uma epidemia, mas ainda precisa ser desvendada

?Sem novo aporte tecnológico, não há como controlar o vetor em curto prazo, ou seja, continuaremos a sofrer com epidemias no Brasil?, disse o pesquisador da Fiocruz Mato Grosso do Sul Rivaldo Venâncio da Cunha sobre o agravamento da incidência de zika congênita no país. Ele adverte, ainda, que a maioria dos problemas está fora da governabilidade do setor saúde. O debate com Rivaldo, a médica do Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) Sheila Moura Pone e a pesquisadora do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) Patricia Carvalho de Sequeira ocorreu durante o Centro de Estudos Miguel Murat Vasconcelos da ENSP intitulado O estado da arte sobre a epidemia do zika vírus: o que sabemos e ainda precisamos saber, realizado na Escola. 

Agenda
  • Nenhum agendamento cadastrado
 
Quarta, 24 de Agosto de 2016

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube Soundcloud

BAIXE O APP DA ENSP

Google Play Store Apple App Store

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.