1. "Quem lutar, verá"

    Esquerda, direita ou nenhuma das respostas anteriores ? Por qual caminho seguirá o governo Dilma Rouseff depois da eleição mais acirrada desde a redemocratização ?  A pergunta foi o norte da entrevista com os pesquisadores da ENSP José Augusto Pina, Eduardo Stotz e Paulo Bruno. Depois da roda de conversa que debateu as eleições na ASFOC, os três falaram ao Informe ENSP sobre regulação da mídia, comissão da verdade, saúde pública, entre outros temas que estarão em evidência no segundo mandato da presidenta reeleita. 

  2. Entrevista: conheça María Isabel Rodríguez, doutora Honoris Causa pela Fiocruz

    Para ela, o documento da 8ª Conferência Nacional de Saúde pode ajudar a implementar a reforma sanitária em qualquer país do mundo; Darcy Ribeiro e Paulo Freire são um "pouco do muito" que deveríamos conhecer do Brasil e a Fiocruz não é brasileira. Determinada e clara em suas colocações, a sanitarista salvadorenha María Isabel Rodríguez recebeu, na sexta-feira, 17/10, o título de doutora Honoris Causa pela Fiocruz, homenagem que celebra uma longa história de amor com a instituição. Uma história, aliás, que começa até antes de seu nascimento.

  3. Debate eleitoral sobre saúde precisa ser qualificado

    Isabela Santos, pesquisadora do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde (Daps/ENSP), coordenadora do Programa de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Saúde Pública (PDTSP/VPPLR/Fiocruz) e vice-presidente do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde, fala do debate eleitoral com relação ao campo da saúde brasileira.

  4. Violência: 'quanto maior a coesão, menor a coerção'

    Maria Cecília de Souza Minayo, pesquisadora da ENSP, fala, em entrevista para a Revista Radis sobre a violência na sociedade brasileira que, para a socióloga, não aumentou, e sim ganhou maior visibilidade por conta da internet que, ao mesmo tempo, alimenta correntes de solidariedade.