1. Webcesteh: Nova ferramenta digital possibilita integração entre trabalhadores e campo da Saúde do Trabalhador

    Kátia Reis, coordenadora do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), e Leandro Carvalho, chefe do Laboratório de Toxicologia do Cesteh, falam sobre o processo de construção do Webcesteh e seus objetivos, bem como das perspectivas futuras da nova ferramenta digital, que busca levar à sociedade informações de qualidade e atualizadas a respeito da Saúde do Trabalhador no Brasil, além de estreitar cada vez mais os laços com os trabalhadores e a sociedade em geral.

  2. Pesquisadora fala sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis, resistência aos medicamentos e cenário brasileiro

    Monica Malta, pesquisadora do Departamento de Ciências Sociais da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz) e da Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, fala sobre o crescimento das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), a eficácia das ações de prevenção, o cenário brasileiro, os problema atuais e as estratégias futuras no enfrentamento de resistências aos medicamentos.

  3. Entrevista: Medicalizar problemas cotidianos faz mais mal a saúde do que a depressão, afirma Paulo Amarante

    Paulo Amarante, pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), vice-presidente da Associação Brasileira de Coletiva (Abrasco), e presidente honoris causa da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme) alerta quanto aos malefícios das drogas prescritas, em especial os antidepressivos, que podem ser mais prejudiciais do que aquilo que buscam combater.

  4. Entrevista: parceria e diálogo na Gestão da ENSP incentivam debate sobre a administração pública

    Lisâneo Melo, Analista de Gestão da ENSP fala sobre o projeto Diálogos de Gestão, que busca trazer para a Escola informações atualizadas e de qualidade acerca das questões que permeiam a Administração Pública. O objetivo é discutir e estimular novas práticas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) que contribuam para que o Estado cumpra seu papel de oferecer um serviço público gratuito, universal e de qualidade aos cidadãos. 

  5. Semana do Meio Ambiente ENSP: palestras, oficinas e feira movimentaram a Escola

    Na semana em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) promoveu a Semana do Meio Ambiente ENSP. Durante dois dias, foram realizadas oficinas de preparação de produtos artesanais; rodas de conversa sobre os impactos ambientais no rótulo dos alimentos e território e sustentabilidade, além do lançamento do relatório elaborado pela Pastoral da Comissão da Terra, Conflitos no Campo no Brasil 2016, e da tradicional edição da Feira Agroecológica Josué de Castro. Assista, na reportagem produzida pela ENSP TV, tudo o que aconteceu na Semana do Meio Ambiente ENSP. 

  6. Entrevista: Paulo Amarante defende fortalecimento do controle social, em defesa do SUS

    Paulo Amarante, pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) e vice-presidente da Associação Brasileira de Coletiva (Abrasco), referência em saúde mental, defende a substituição definitiva do modelo biomédico, institucionalizante e hospitalocêntrico de internação compulsória pela Atenção Psicossocial, com financiamento público adequado. Para ele, é preciso uma mudança cultural sobre o que é saúde e sobre qual o papel do Estado em nossa sociedade. 

  7. Entrevista: Pesquisador fala sobre a política brasileira de combate às drogas

    Na semana em que o governo de São Paulo fez uma operação violenta para acabar com a Cracolância na capital paulista, o professor e pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), Dênis Petuco, fala sobre a política brasileira de combate às drogas, que prioriza a repressão e não a prevenção. Na entrevista, Dênis também fala sobre os caminhos alternativos para este combate, a política de redução de danos, aborda a questão da legalização das drogas no Brasil e a carga moral que está envolvida nesse debate. Segundo ele, o usuário de crack talvez seja a mais brutal face da miséria urbana na contemporaneidade.