1. Ansiedade é o principal sintoma enfrentado por quem decide parar de fumar

    O tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo, com cerca de seis milhões de óbitos por ano, principalmente entre os países de baixa e média renda. Durante muito tempo, o tabagismo foi visto como um estilo de vida, sendo ostensivamente encorajado pela publicidade, mas, atualmente, é considerado uma doença causada pela dependência de nicotina. Apesar dos esforços na implementação do Programa Nacional de Controle do Tabagismo, a taxa de sucesso do tratamento ainda é baixa (cerca de 20%). O conhecimento do perfil da população que procura ajuda nas unidades de saúde visando parar de fumar pode contribuir para aumentar o sucesso do tratamento. Com o objetivo de descrever as características dos fumantes que buscam ajuda em unidades de saúde para largar o vício, pesquisadoras do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF/ENSP), em parceria com pesquisadoras de outras instituições, desenvolveram o artigo Perfil dos fumantes brasileiros no Programa Nacional de Controle do Tabaco, com base na experiência do Centro de Saúde Escola. O estudo, que aponta a ansiedade como principal sintoma (67%) enfrentado por quem para de fumar, foi publicado na Revista Brasileira de Psiquiatria e revela a necessidade de expandir as estratégias atuais para torná-las mais eficazes na prenvenção contra o tabagismo desde a infância.

  2. Projeto de lei ameaça futuro da pesquisa clínica no país

    Em tramitação no Senado, o Projeto de Lei nº 200/2015 é apontado por especialistas como um retrocesso sem precedentes para a área de pesquisa clínica no Brasil. Além de extinguir o atual sistema de análise ética em pesquisas com seres humanos, o projeto também coloca em risco os direitos dos participantes e o controle social das pesquisas realizadas no país. Para o pesquisador da ENSP e coordenador geral do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS), Sergio Rego, além de não contribuir para a defesa e proteção dos participantes de pesquisa, o PL 200 também não interessa aos pesquisadores comprometidos com a ciência e com a ética.

  1. + MAIS NOTÍCIAS

entrevistas

Entrevista: Prospectar para planejar

Isabela Santos, pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública, concedeu entrevista ao Projero Saúde Amanhã, na qual destaca quais são os investimentos necessários para atender as novas demandas de saúde da população brasileira e comenta as contribuições do projeto.

MAIS ENTREVISTAS

  1. Mesa explora os desafios da urbanização na conformação de cidades sustentáveis
  2. O consumo para além do consumo
  3. Espaço Aberto: atividades movimentam Escola durante mês do Meio Ambiente
  4. ENSP redefine sua trajetória
  5. Medicina de contrastes: mesa debate renúncia fiscal, formação dos médicos e desigualdades
  6. Encontro debateu a ética da medicina praticada hoje
  1. Entrevista: Residência Multiprofissional da ENSP celebra 10 anos
  2. Assista a palestra de Anita Prestes realizada em 12 de março na ENSP
  3. Doenças raras: pesquisador da ENSP assina artigo sobre o tema
  4. Doenças raras: pesquisador da ENSP assina artigo sobre o tema
  5. Centro Hélio Fraga da ENSP comemora 30 com novo mestrado profissional
  6. Lançamento do DVD 'Nascer no Brasil' emociona plateia

mais buscadas

abrasco   aids   arouca   besserman   biblioteca   ceensp   cesteh   claves   concurso   csegsf   cursos   daps   demqs   dengue   densp   educação a distancia   endemias   ensp   epidemiologia   epsjv   especialização em saúde pública   especialização   faperj   fiocruz   funasa   giovanella   manguinhos   mestrado profissional   mestrado   opas   plataforma siga   radis   residência   saude do trabalhador   saúde mental   saúde   siga   sinval   terrapia   tuberculose