link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico

Atualmente, existem 64 grupos de pesquisa cadastrados no CNPq. São 37 linhas de pesquisa com mais de 200 projetos em áreas estratégicas da Saúde Pública.

O investimento em programas que visam à pesquisa e à inovação faz da ENSP uma referência nacional e internacional neste seguimento.
| saiba mais |

Formulário de busca de projeto
Buscar projeto por:
Situação:

Notícias

Ceensp debate a doença pelo vírus ebola

O Centro de Estudos Miguel Murat da ENSP se reúne, no dia 1º de outubro, para debater o vírus ebola. Tendo como tema Doença pelo Vírus Ebola (DVE): desafios para a saúde pública e para a bioética, a atividade contará com as participações do vice-diretor de Serviços Clínicos do INI/Fiocruz, José Cerbino Neto, do representante da Diretoria de Controle e Monitoramento Sanitários da Anvisa, Eduardo Hage Carmo, e do pesquisador da ENSP Sergio Rego. O Ceensp será coordenado pelo também pesquisador da Escola José Fernando Verani. O evento é aberto a todos os interessados, não é necessária inscrição prévia e está marcado para 14 horas, no salão internacional.

Centro de Estudos debate iniciação para ciência em 17/9

O próximo Centro de Estudos da ENSP Miguel Murat (Ceensp) abrirá espaço para o debate sobre a iniciação científica. No dia 17 de setembro, às14 horas, a pesquisadora do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Recursos Humanos para a Saúde da Escola Márcia Teixeira e a professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek debaterão o tema Iniciação para Ciência: vocação e formação. O Ceensp dará início às atividades da 22ª Reunião Anual de Iniciação Científica na ENSP, que tem por objetivo proporcionar uma oportunidade para exposição e discussão dos trabalhos de bolsistas de iniciação científica e iniciação tecnológica, visando o desenvolvimento de projetos e o intercâmbio de experiências entre estudantes e pesquisadores. O evento é aberto ao público, não necessita de inscrição prévia e acontecerá no salão internacional da Escola.

Depoimentos recordam a criação da ENSP nos anos 50

"O projeto da década de 50 do governo Vargas marcou uma arrancada desenvolvimentista não só no aspecto econômico, mas também na dimensão social. A ENSP, portanto, tem essa simbologia: nasce no cerne do desenvolvimento brasileiro como um projeto de nação". O contexto vivido pelo país no bojo da criação da Escola Nacional de Saúde Pública, em 1954, e marcado pela criação do BNDE, CNPq, Petrobras e também do Ministério da Saúde, citados na fala do ex-professor da Eduardo Costa, norteou a abertura das comemorações dos 60 anos da instituição, na quarta-feira (3/9). A solenidade homenageou todos aqueles que contribuíram para a consolidação da ENSP como principal Escola de Saúde Pública da América do Sul, além de relembrar sua jornada nos primeiros anos de criação.

Ceensp trata da abordagem participativa em saúde

Metodologias quantitativa e qualitativa, seus usos, desafios e contribuições foram o foco do Centro de Estudos da ENSP Miguel Murat realizado na Escola. O encontro, intitulado Metodologias qualitativas e abordagens participativas em Saúde, reuniu pesquisadores da ENSP e uma convidada internacional: a diretora da Unidade de Saúde Pública Internacional e Bioestatística do Instituto de Higiene e Medicina Tropical, da Universidade de Nova Lisboa, em Portugal, Sónia Diaz. Durante o evento, a pesquisadora do Departamento de Ciências Sociais (DCS/ENSP) e coordenadora da mesa, Regina Bodstein contou que a vinda de Sónia à ENSP pontua o início de uma articulação de cooperação que visa construir e desenvolver uma proposta de ensino de metodologia qualitativa em diversas modalidades e estratégias. 

 
Terça, 30 de Setembro de 2014

ENSP NA WEB

facebook twitter orkut youtube
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons