link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
  • página inicial

Discriminação é impasse para o direito humano à água

Reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2010, o direito humano à água e ao esgotamento sanitário ainda é um marco relativamente recente, mas traz uma perspectiva inovadora ao buscar o empoderamento das populações e novas obrigações para governos e prestadores de serviço. A conclusão é do relator especial sobre o direito humano à água potável e esgotamento sanitário do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) e pesquisador da Fiocruz Minas, Léo Heller, palestrante do DSSA Debate do dia 26/6 ? que encerrou as atividades do mês do Meio Ambiente da ENSP. Sobre a crise hídrica do país, o relator, cujo cargo busca "zelar" pelo acesso a esses direitos, reforçou o pensamento de sua antecessora: "a crise não é culpa de São Pedro, mas, sim, da falta de planejamento. As mudanças climáticas são relativamente imprevisíveis, mas é possível traçar um planejamento levando esses determinantes em conta", realçou. 

Nova edição de Cadernos de Saúde Pública disponível on-line

Já está disponível on-line o volume 31, número 5, da revista Cadernos de Saúde Pública. Em seu editorial, assinado por Sonia Vasconcelos, membro do comitê organizador da 4ª Conferência Mundial sobre Integridade Científica (em inglês 4th World Conference on Research Integrity) a publicação ressalta a importância de avançar nas discussões e medidas concretas para coibir práticas pouco éticas. Na seção Perspectivas, uma novidade, o volume conta com dois artigos, um sobre a questão da emergência da chikungunya, e outro do pesquisador da Universidade de Turim - Itália, Benedetto Terracini, que há anos luta pelo banimento total do amianto, em conjunto com dois pesquisadores do tema no Brasil: Francisco Pedra, do Centro de Estudo da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) e Ubirani Otero, do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Entrevistas

Isabela Santos, pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública, concedeu entrevista ao Projero Saúde Amanhã, na qual destaca quais são os investimentos necessários para atender as novas demandas de saúde da população brasileira e comenta as contribuições do projeto.


Pós-Graduação

Por meio de seu corpo docente, com mais de 150 doutores – um dos maiores e mais qualificados do país – oferece à sociedade uma produção científica diversificada e uma ampla oferta de disciplinas e cursos em seus três programas.


Aqui você encontrará informações sobre os Programas, disciplinas, editais e do corpo docente. | + |

Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico

A pesquisa na ENSP conta com 37 linhas de pesquisa com mais de 200 projetos vinculados, distribuídos por grandes áreas temáticas. Atualmente a Escola conta com 64 Grupos de pesquisa cadastrados no CNPq.


Conheça aqui as linhas, os projetos e os pesquisadores da ENSP. | + |

Escola de Governo em Saúde

A Escola de Governo propõe-se a estruturar a formação e a educação permanente de gestores e profissionais de saúde, incorporando as características da moderna gestão de sistemas, serviços, organizações e programas, a construção de processos de educação permanente, a aliança entre trabalho e formação e a consolidação de redes de cooperação.


Acesse as páginas dos cursos, seus editais e programas. Faça parte desta rede! | + |

Cooperação Internacional

As atividades de cooperação internacional estão voltadas para apoiar países da América Latina, do Caribe e da África, e também para a realização de projetos com países mais desenvolvidos. O objetivo é contribuir para a consolidação do papel do Brasil no cenário internacional da Saúde Pública.

Visite a página de cooperação internacional e conheça os atos internacionais e a legislação brasileira para o setor. | + |

Informe ENSP

O Informe ENSP é um informativo institucional diário da Escola que traz, em seu conteúdo, notícias de interesse geral da área de Saúde Pública: divulgação de congressos, cursos, bolsas, empregos e eventos.

 
Quarta, 1 de Julho de 2015

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.