link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
  • página inicial

Revista Radis de maio debate as dimensões da intolerância

A intolerância está na origem e é sintoma da barbárie. Essa é a questão que traz a edição n°152 de maio de 2015 da Revista Radis, que está disponível on-line. O editorial assinado pelo editor-chefe da publicação, Rogério Lannes, indica que essa atitude "encontra terreno fértil no conservadorismo e visões reacionárias que ganham hegemonia no mundo de hoje. Mas também em qualquer ambiente em que pessoas, instituições ou grupos sociais, religiosos e políticos se julguem donos da verdade ou melhores do que os demais. É fruto da combinação de ignorância com arrogância, de se supor certo mesmo imerso na desinformação. Intolerância afeta diretamente a saúde das pessoas e é um problema que diz respeito ao Estado e a toda a sociedade." A matéria de capa faz uma reflexão sobre as dimensões da intolerância e considera que o antídoto dela está na liberdade para o exercício de direitos e no respeito à diversidade. O respeito é uma opção, uma postura deliberada que permite o encontro dialógico com o Outro, como defendia o filósofo Martin Buber, cuidar e ser cuidado, como insiste o teólogo Leonardo Boff, disse o editorial.

Fiocruz apoia carta da Conep contra PL que coloca em risco sistema de ética em pesquisas

Os Comitês de Ética em Pesquisa (CEPs) com seres humanos da Fiocruz - através de seu Fórum de CEPs - manifestam total repúdio ao projeto de lei n. 200/2015 em tramitação no Senado Federal. Sob o pretexto de 'agilizar' as pesquisas com seres humanos no Brasil, os autores acabam com o atual sistema de revisão ética da pesquisa clínica (o Sistema CEP/Conep), decretam o fim da independência dos CEPs e estimulam a criação de CEPs subordinados a empresas. Retrocede na utilização de placebo em ensaios clínicos e no acesso a medicamentos pós-estudo, tentando impor através de lei as malfadadas mudanças que macularam a Resolução de Helsinque na Coréia do Sul, em 2008. Trata-se de uma investida clara das indústrias farmacêuticas multinacionais e afins para violar a Resolução CNS 466/2012 e impor seus objetivos. Tal investida cheira a retaliação, tendo em vista a fragorosa derrota que sofreram aqui no Brasil. Em nosso país, as 'inovações' da Resolução de Helsinque não têm respaldo ético ou legal. A pesquisadora da ENSP/Fiocruz Angela Esher explica que o PL 200/2015, ao propor novas regras para a apreciação e aprovação das pesquisas clínicas no Brasil, retira os direitos dos participantes de pesquisa conquistados nos últimos 20 anos.

Entrevistas

As coordenadoras da Residência Multiprofissional em Saúde da Família da ENSP Helena Seidl, Margareth Garcia e Maria Alice Pessanha falam sobre as experiências e os desafios vividos ao longo de uma década de um dos cursos mais procurados da instituição.


Pós-Graduação

Por meio de seu corpo docente, com mais de 150 doutores – um dos maiores e mais qualificados do país – oferece à sociedade uma produção científica diversificada e uma ampla oferta de disciplinas e cursos em seus três programas.


Aqui você encontrará informações sobre os Programas, disciplinas, editais e do corpo docente. | + |

Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico

A pesquisa na ENSP conta com 37 linhas de pesquisa com mais de 200 projetos vinculados, distribuídos por grandes áreas temáticas. Atualmente a Escola conta com 64 Grupos de pesquisa cadastrados no CNPq.


Conheça aqui as linhas, os projetos e os pesquisadores da ENSP. | + |

Escola de Governo em Saúde

A Escola de Governo propõe-se a estruturar a formação e a educação permanente de gestores e profissionais de saúde, incorporando as características da moderna gestão de sistemas, serviços, organizações e programas, a construção de processos de educação permanente, a aliança entre trabalho e formação e a consolidação de redes de cooperação.


Acesse as páginas dos cursos, seus editais e programas. Faça parte desta rede! | + |

Cooperação Internacional

As atividades de cooperação internacional estão voltadas para apoiar países da América Latina, do Caribe e da África, e também para a realização de projetos com países mais desenvolvidos. O objetivo é contribuir para a consolidação do papel do Brasil no cenário internacional da Saúde Pública.

Visite a página de cooperação internacional e conheça os atos internacionais e a legislação brasileira para o setor. | + |

Informe ENSP

O Informe ENSP é um informativo institucional diário da Escola que traz, em seu conteúdo, notícias de interesse geral da área de Saúde Pública: divulgação de congressos, cursos, bolsas, empregos e eventos.

 
Terça, 5 de Maio de 2015

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.