link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
Ensino da Ensp

A Pós-Graduação Stricto Sensu da ENSP teve início no ano de 1977 com a primeira turma de mestrado em Saúde Pública. Em 1980 inicia-se o Doutorado em Saúde Pública.

Durante a década dos anos 2000 houve uma grande reestruturação na organização do Stricto Sensu no âmbito da Escola com a criação de mais três Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu - Saúde Pública e Meio Ambiente (2006), Epidemiologia em Saúde Pública (2007) e Bioética, Ética Aplica e Saúde Coletiva (2010) - e o início dos Cursos de Mestrado Profissional (2002).

O Ensino Stricto Sensu da ENSP objetiva formar profissionais com base no conhecimento interdisciplinar, para o exercício das atividades de pesquisa, docência e atuação em serviços de saúde, tendo em vista o desenvolvimento de compreensão crítica sobre os fenômenos de vida, adoecimento e morte na sociedade contemporânea. O Doutorado busca o desenvolvimento de conhecimentos científicos, em que seja demonstrada habilidade para conduzir pesquisas originais e independentes na área da Saúde Pública, além da formação de docentes para o ensino superior e a pós-graduação. O Mestrado Acadêmico objetiva o aprofundamento do conhecimento técnico e acadêmico, possibilitando a formação de docentes para o ensino superior e a pós-graduação, bem como o desenvolvimento de habilidades para executar pesquisas e desenvolver processos, produtos e metodologias em áreas específicas. O Mestrado Profissional visa aprofundar o conhecimento técnico-científico em saúde coletiva bem como o desenvolvimento de habilidades para realização de pesquisas e desenvolvimento de processos, produtos e metodologias em áreas específicas da Saúde Coletiva.

São princípios gerais observados na organização dos cursos:

  1. Qualidade das atividades de ensino, pesquisa e desenvolvimento tecnológico;

  2. Busca de atualização contínua nas áreas de conhecimento;

  3. Flexibilidade curricular que atenda à diversidade de tendências e áreas do conhecimento;

  4. Ampla circulação do conhecimento produzido e das inovações desenvolvidas; o que inclui, quando couber, a busca de mecanismos de sua transferência para as práticas e saberes dos serviços de saúde e a tomada de decisão em saúde.

  5. Intercâmbio e cooperação com os demais programas de pós-graduação da Fundação Oswaldo Cruz.

Saúde Pública

Saúde Pública e Meio Ambiente

Epidemiologia em Saúde Pública

Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva

Busca Docente

Notícias

Seminário de Ensino ENSP 2017 debate os desafios na gestão do ensino superior em contextos de crise

O último dia de atividades do Seminário de Ensino ENSP 2017, sexta-feira, 1º de dezembro, contará com a participação de um convidado especial. António Nóvoa, reitor honorário da Universidade de Lisboa será o palestrante do encerramento do Seminário. Nóvoa abordará em sua fala os Desafios na gestão do ensino superior em contextos de crise. A palestra, marcada para às 9 horas, no salão internacional da Escola, é aberta a todos os interessados e será transmitida on-line. Ao longo de três dias de atividades o Seminário de Ensino ENSP 2017 reuniu pesquisadores, alunos e professores que discutiram sobre temas relativos à educação, qualificação, e formação em saúde. 
 

Seminário de Ensino ENSP 2017 prossegue com debate sobre formação acadêmica e profissional

Nesta quinta-feira, 30 de novembro, prosseguem as atividades do Seminário de Ensino ENSP 2017, com debates a respeito dos desafios para o mestrado profissional e da qualificação profissional. A partir das 9 horas, no salão internacional, haverá a mesa Perspectivas para a formação humana na atualidade: desafios para o mestrado profissional, que contará com a palestra de Liliam do Valle, da Faculdade de Educação da Uerj, e das debatedoras Virgínia Hortale, pesquisadora da ENSP, e Maria de Souza Gomes, coordenadora do Mestrado Profissional Saúde da Criança e da Mulher, do IFF. A mesa será coordenada por Simone Oliveira, da ENSP. A tarde, a partir das 14 horas, haverá a mesa Perspectivas da formação humana na atualidade: desafios para o Lato Sensu e a Qualificação profissional, com a palestra de Nara Maria Pimentel, do MEC, tendo como debatedoras Milta Neide Torrez, do CDEAD, Inês Nascimento Reis, da ENSP, e coordenada por Rafael Arouca, também da Escola. 

ENSP celebra 50 anos do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública nesta quarta-feira (29/11)

São cinco décadas pensando, criando e fazendo a Saúde Pública brasileira. São cinquenta anos marcados por muita luta. Desde a repressão dos militares às ameaças atuais de desfinanciamento, são diversos os desafios que professores, coordenadores, funcionários e alunos enfrentaram para fazer da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) referência internacional quando o tema é a produção acadêmica no campo da Saúde Coletiva. Para celebrar o cinquentenário do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da ENSP, além de homenagens e uma mesa de debates, será lançado um livreto comemorativo e um vídeo. A atividade é aberta aos interessados e não necessita de inscrição prévia. A comemoração faz parte das atividades do Seminário de Ensino ENSP 2017

 
Quinta, 25 de Abril de 2019

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube Soundcloud

BAIXE O APP DA ENSP

Google Play Store Apple App Store

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.