link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca

PRODUTORES: QUEM SÃO OS PESQUISDORES NA ENSP?

Por definição da Diplan/Fiocruz são todos os servidores em atividade de pesquisa, ativos ou aposentados, lotados na ENSP ou cedidos formalmente de outros órgãos e unidades. Muitos são também professores, orientadores, tutores, profissionais do serviço, etc. podendo ser ou não credenciados permanentes em nossos programas de pós-graduação. Participam em sua maioria dos Grupos de Pesquisa da ENSP.


Em início de 2016 contávamos com 300 servidores lotados ou cedidos, em atividade de pesquisa, 219 deles com no mínimo 1 publicação nos últimos 3 anos. Mantendo um número relativamente estável dos seus quadros, a ENSP apresenta crescimento proporcional dos pesquisadores produtivos. Do total de servidores em atividade de pesquisa na ENSP 78,7% são Doutores, atestando alto índice de qualificação na atividade. Em torno de 66,3% ocupam o cargo de pesquisador, os demais de tecnologista e outros. A proporção de servidores formalmente cedidos de outras unidades/instituições não chega a 3%. Em relação ao sexo, cerca de 60% são mulheres, 40% homens, cuja distribuição etária mostra quase 80% acima de 50 anos (30% acima de 60 anos). De acordo com a certificação 2014, 17% deles estão fora dos nossos Grupos de Pesquisa, e cerca de 10% dos pesquisadores tem bolsa de produtividade do CNPq, sendo a metade delas tipo 2. Quase 25% declaram no lattes ter concluído pós-doutorado.


A distribuição dos pesquisadores da ENSP em seus diferentes departamentos é variada, 16,7% a 1,7%, Os maiores são CESTEH, DAPS e DEMQS. Alguns Departamentos são constituídos, fundamentalmente por pesquisadores, outros têm maiores proporções de tecnologistas e outros. Destes, 92,67% são servidores ativos da Fiocruz, sendo a participação dos aposentados inferior a 4%.


Quando da verificação feita na primeira quinzena de janeiro, quase 75% mantinham seu currículo lattes atualizado para 2015, adicionando-se cerca de 5% que já o haviam atualizado para 2016. Observa-se a atualização crescente dos currículos nos meses finais do ano, provavelmente pela demanda para atender a CAPES e o Diretório dos Grupos de Pesquisa. Dados atuais sobre a pesquisa podem ser consultados no relatório Produção dos Grupos de Pesquisa da ENSP 2015.


Atualmente os pesquisadores da ENSP distribuem-se em 81 Grupos de Pesquisa inscritos no DGP como pertencentes à Escola, e certificados pela FIOCRUz e o CNPq. Esta certificação, feita hoje pela Fiocruz a partir de critérios estabelecidos pioneiramente na VDPDT da ENSP, estão sistematizados em Regimento Interno para Certificação dos Grupos de Pesquisa e no respectivo fluxo. Na atualidade, os critérios vigentes para certificação de grupos e avaliação de seu desempenho prossegue em discussão na ENSP, e um Relatório sobre os Grupos de Pesquisa da ENSP está disponível.


PRODUTIVIDADE CIENTÍFICA

Dados referentes a 2015 mostram discreto crescimento da produção científica, dentro da relativa estabilidade recente, distribuídos hoje em mais de 420 diferentes periódicos, 97% deles indexados (Scielo, Lilacs, PubMed, Scopus, e outros), e mais de 50% publicados em inglês.

Pela classificação Qualis anterior a 2014, a ENSP havia publicado 75% dos artigos em revistas A1, A2, B1 e B2, atestando a qualidade de nossa produção científica e o grau de internacionalização de nossos produtos, já que há pouquíssimas revistas bem classificadas no Qualis editadas no Brasil. A re-classificação dos periódicos Qualis em 2014 penalizou a ENSP severamente, reduzindo para menos de 60% nossa produção nos mesmos Qualis em 2015.

De modo geral, os Departamentos com mais pesquisadores são também os mais produtivos, ainda que exceções possam ocorrer, possivelmente como resultado de produtos tais como números especiais e livros, a média de produtividade (considerando-se todos os produtos científicos em 2015) foi de 1,64 por pesquisador produtivo.


Produção total

2011 a 2013: 1.194 artigos, 80 livros e 370 capítulos= 1.644 publicações

2012 a 2014:1.253 artigos, 91 livros e 331 capítulos= 1.675 publicações


Artigos 2011: 212 2012: 449 2013: 350 2014: 363 2015(em 15/01): 391

Ìndice prod total: 2011:2,5 2012:2,8 2013:2,4 2014: 2,3 2015: 1,6.

 
Sábado, 20 de Abril de 2019

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube Soundcloud

BAIXE O APP DA ENSP

Google Play Store Apple App Store

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.