Portal ENSP - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca Portal FIOCRUZ - Fundação Oswaldo Cruz

DCS - Departamento de Ciências Sociais

Rio, 22/06/2024

Projetos de Pesquisa

TítuloAVALIAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE EM MUNICÍPIOS DE NOVE ESTADOS BRASILEIROS: ALAGOAS, AMAPÁ, AMAZONAS, ESPÍRITO SANTO, PARANÁ, PERNAMBUCO, RIO DE JANEIRO, RORAIMA E TOCANTINS

DepartamentoDCS - Departamento de Ciências Sociais

Descrição:Objetivo geral: Realizar a avaliação externa das equipes de atenção básica em municípios que aderiram voluntariamente ao Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, nos estados de Alagoas, Amapá, Amazonas, Espírito Santo, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Roraima e Tocantins. Objetivos específicos: Verificar in loco o conjunto de padrões de qualidade contratualizados pelas equipes de atenção básica, no âmbito do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, como parte integrante do processo de certificação de qualidade da atenção; Avaliar a percepção dos usuários sobre os aspectos organizacionais relacionados ao acesso e utilização das unidades básicas de saúde; Verificar as condições de infraestrutura das unidades básicas de saúde. Metodologia Desenho do estudo Os delineamentos ideais na avaliação de programas ou serviços de saúde dependem da natureza dos programas e da precisão das estimativas a serem obtidas. Estudos transversais são úteis para avaliações de adequação da cobertura ou qualidade de serviços, mas também podem ser utilizados em avaliações de plausibilidade na comparação de modelos ou programas de saúde (Habicht, Victora &, Vaughan, 1999). Optou-se por um delineamento transversal, uma vez que este desenho atende aos propósitos da avaliação externa no âmbito do PMAQ-AB e do censo da estrutura das UBS, quais sejam: a obtenção de informações estruturadas na esfera da gestão e das unidades básicas de saúde, incluindo a estrutura, os profissionais e os usuários. O estudo é de natureza avaliativa, tendo em vista os padrões de qualidade na organização da atenção e nas ações desenvolvidas pelas equipes de atenção básica em municípios que voluntariamente aderiram ao PMAQ-AB, instituído pela Portaria Nº 1.654, de 19 de julho de 2011. O estudo será realizado, considerando a conformidade com padrões de qualidade previamente definidos para a atenção básica. As principais fontes de informação serão entrevistas estruturadas com profissionais e usuários da atenção básica, a verificada por meio de observações e checagem de documentos. Será aplicado questionário subdividido em três unidades de análise relacionadas os objetivos da pesquisa, quais sejam: observação na unidade básica de saúde, entrevista com profissional de saúde da equipe de atenção básica e entrevista com usuário. A estimativa é que sejam realizadas entrevista com profissionais de 4.333 equipes de atenção básica (um profissional para cada equipe de atenção básica), 17.332 entrevistas com usuários das unidades básicas de saúde que passarão por avaliação externa e realização do censo de infra estrutura em 10.241 unidades básicas de Saúde.

Grupo de pesquisaAnálise e avaliação de políticas públicas e de saúde

Linha de pesquisaAVALIAÇÃO DE POLÍTICAS, SISTEMAS E PROGRAMAS DE SAÚDE

programa de pós graduação

CoordenadorMÁRCIA CRISTINA RODRIGUES FAUSTO

Subárea de Conhecimento4.06.02.00-1

Ano do início2012    Ano previsto do fim2013

Paticipantes Internos

  • Nenhum participante interno cadastrado

Paticipantes Externos

  • Nenhum participante externo cadastrado

Paticipantes Alunos

  • Nenhum participante aluno cadastrado

Paticipantes Bolsistas

  • Nenhum participante bolsista cadastrado

DCS - Departamento de Ciências Sociais
Rua Leopoldo Bulhões, 1480, sala 901. Manguinhos - Rio de Janeiro/RJ. CEP: 21041-210
Tel.: (21) 2598-2644/ 2598-2780 - Fax: (21) 2598-2779 - E-mail: dcs@ensp.fiocruz.br