Ministério da Saúde

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca

Pós-Graduação em saúde pública

O Programa de Saúde Pública iniciou suas atividades em 1977 e tem seus cursos credenciados pela Capes. Saiba mais

Destaque

Mestrado e Doutorado ENSP 2016: inscrições serão mantidas até 12/8

Os cursos de mestrado e doutorado da ENSP estão com inscrições abertas para 2016. No período entre 16 de julho e 12 de agosto, os interessados podem fazer sua inscrição, somente pela internet através da Plataforma SigaSS, nos Programas de Pós-Graduação stricto sensu em Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente e Epidemiologia em Saúde Pública da Escola. Os usuários devem conferir atentamente as referências bibliográficas que estão indicadas - e atualizadas nas páginas dos cursos - para cada um dos programas de pós-graduação da Escola, além de todas as informações sobre prazos que constam nos editais. As chamadas completas para os três programas estão disponíveis na Plataforma SigaSSO Serviço de Gestão Acadêmica informa que o prazo de incrições será mantido apesar da greve na Fiocruz. A documentaçao, por sua vez, deverá ser enviada exclusivamente por sedex (confira o endereço no cartaz eletrônico abaixo). Os candidatos estrangeiros também tiveram o período de inscrição prorrogado (leia aqui)

Educação permanente em saúde é tema de mestrado na ENSP

No dia 16 de julho, apresentação da dissertação de mestrado profissional em Saúde Pública A Educação Permanente em Saúde como espaço de produção de saberes na Estratégia de Saúde da Família, por Josinei Feijó da Silva, na sala 1 do 4º andar da ENSP, a partir das 13h30.

Atendimento domiciliar é prejudicado em área de risco do RJ

De que forma os serviços de saúde hospitalar se organizam para garantir a assistência domiciliar em saúde de quem reside em área de violência urbana? Esta foi a questão que norteou o estudo da aluna de mestrado profissional em Saúde Pública da ENSP Cláudia Mendes de Araújo, orientada pela pesquisadora Cláudia Mara de Melo Tavares. A estratégia mais utilizada pelos serviços de atenção domiciliar da rede federal do município do Rio de Janeiro, de acordo com a pesquisa, é mudar o paciente de endereço para garantir a assistência, ou seja, para que a assistência seja realizada o paciente precisa ter outro endereço em local seguro, seja a casa de um amigo ou familiar para que a equipe possa atendê-lo. "Isto nem sempre é possível e o paciente, em sua maioria, permanece internado ou sem o atendimento domiciliar", diz a aluna. 

Mestrado analisa programa de tuberculose em município do Rio de Janeiro

No dia 9 de julho, apresentação da dissertação de mestrado profissional em Saúde Pública Análise estratégica das ações de vigilância epidemiológica do Programa de Controle da Tuberculose no município de Itaboraí/RJ, por Beatriz da Costa Soares, na sala 411 da ENSP, a partir das 9 horas.

Documentos

Copyright 2006 ENSP/FIOCRUZ. Todos os direitos reservados.