Ministério da Saúde

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca

Pós-Graduação em saúde pública

O Programa de Saúde Pública iniciou suas atividades em 1977 e tem seus cursos credenciados pela Capes. Saiba mais

Destaque

Mestrado Profissional em Desenvolvimento e Políticas Públicas amplia período de inscrição

Seguem abertas, até 31 de março de 2017, as inscrições para o Mestrado Profissional em Desenvolvimento e Políticas Públicas, elaborado pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), com apoio da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério de Saúde (SGEP/MS). O curso tem o propósito de fortalecer, no contexto brasileiro, a capacidade de gestão pública nos vários setores do Ministério da Saúde envolvidos na área de Políticas Públicas e Desenvolvimento de Programas, por meio de formação teórica e capacitação técnica de seus funcionários que atuam no campo da formulação, implementação, análise e avaliação da política setorial. O mestrado profissional é coordenado pelo pesquisador José Mendes Ribeiro. A inscrição deve ser feita na Plataforma Siga Fiocruz, e a chamada para complementação de vagas pode ser acessada aqui
 

Pesquisa da ENSP analisa assistência de saúde às gestantes presidiárias de Maputo, Moçambique

A realidade das  gestantes e puérperas presidiárias e das crianças de 0 a 5 anos que coabitam com as mães no Estabelecimento Penitenciário Especial para Mulheres de Ndlavela em Maputo, Moçambique, em África, está distante do que é preconizado nos acordos internacionais sobre a assistência sanitária às crianças e à vivência da gestação durante o cumprimento das penas privativas de liberdade. A conclusão é da pesquisa do aluno de mestrado em Saúde Pública da ENSP, Edgar Luís Arinde, orientado pelos pesquisadores Alexandra Augusta Margarida Maria Roma Sánchez, Marly Marques da Cruz e Maria Helena Magalhães de Mendonça. De acordo com Ministério da Saúde de Moçambique, a atenção pré-natal das gestantes presidiárias consiste na matriz dos exames laboratoriais de rotina, prescrição de sal ferroso com ácido fólico, exame físico e obstétrico, auscultação dos batimentos cardíacos fetais, palpação e verificação da altura uterina. Os relatos das entrevistadas informam que, em caso de doença, as preocupações delas são desqualificadas, principalmente no período noturno, por parte dos profissionais de segurança penitenciária.

Estudo da ENSP analisa área de saúde do trabalhador do município do RJ

Estudo da aluna de mestrado em Saúde Pública da ENSP, Lorena Cristina Ramos Vianna, aponta a Vigilância em Saúde do Trabalhador como instância privilegiada na transformação da relação saúde-trabalho.

Documentos

Copyright 2006 ENSP/FIOCRUZ. Todos os direitos reservados.