Fiocruz lança campanha de prevenção à violência em Manguinhos quarta-feira (11)

Publicada em
 
 
 

A Fiocruz lança na quarta-feira (11/12), em parceria com organizações comunitárias, a “Campanha de Prevenção à Violência Armada em Manguinhos”. O mote da iniciativa é a diminuição dos impactos desse tipo de evento tanto na saúde dos moradores quanto na de policiais. Há previsão de que a cartilha – principal produto da campanha – seja lançada também junto a instituições de segurança pública, direitos humanos e em outras favelas cariocas.
 
Trabalhadores da saúde mental, atenção básica, da educação pública e projetos sociais estão entre os convidados para o evento. A programação se inicia às 15h e conta com apresentação do projeto Ballet Manguinhos, bate-papo sobre Transtorno de Estresse Pós-Traumático com pesquisadoras do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca da Fiocruz (Claves/ENSP/Fiocruz) e membros da Coordenação de Cooperação Social da Fiocruz.
 
“A campanha envolverá a promoção de diversos espaços de diálogo e articulação política junto a organizações comunitárias, instâncias do setor de segurança pública e demais atores sociais ligados à discussão sobre direitos humanos e preservação da vida e da saúde, especialmente nos territórios de favelas”, explicou Leonardo Bueno, coordenador do projeto pela Cooperação Social da Fiocruz).
 
A cartilha
 
O livreto, que possui cerca de 50 páginas, foi feito em formato de bolso e é direcionado tanto a moradores de Manguinhos quanto aos agentes de segurança pública – dois dos principais grupos afetados em sua saúde, segundos os organizadores. O material informativo aborda o impacto da violência armada na saúde de moradores e trabalhadores do território está disponível para download no Portal Fiocruz. Além de informações sobre a rede de proteção social a vítimas de violência, medidas preventivas e de tratamento, a cartilha apresenta indicadores do impacto na saúde dos moradores de Manguinhos, Maré e Jacarezinho. Segundo pesquisa divulgada no informativo, o sofrimento psíquico foi o agravo mais percebido entre 88 moradores e moradoras desses territórios entrevistados: 80% responderam que a violência com uso de armas de fogo afeta sua saúde, de sua família ou pessoas próximas.
 
A cartilha também dispõe de um capítulo dedicado ao Transtorno de Estresse Pós-Traumático construído pela pesquisadora do Claves Fernanda Serpeloni. Outro item esclarece dúvidas comuns entre moradores sobre como proceder durante a abordagem policial, revista, permissão legal e mandados para entrada em domicílios. O material foi construído junto a policiais do conselho comunitário de segurança local, moradores e trabalhadores e é uma iniciativa da Coordenação de Cooperação Social da Fiocruz em parceria com o Claves.
 
Serviço
 
Lançamento: Campanha de prevenção à violência armada em Manguinhos
Data: 11/12/2019 (Quarta-feira)
Hora: A partir das 15h
Local: Sede da Associação Ballet Manguinhos
Endereço: Avenida dos Democráticos, nº 535

Nenhum comentário para "Fiocruz lança campanha de prevenção à violência em Manguinhos quarta-feira (11)"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.