Entrevista: Paulo Amarante comenta mudanças na política de Saúde Mental

Publicada em
 
 
 

*Por Tatiane Vargas

Paulo Amarante, coordenador do Laboratório de Atenção Psicossocial da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (LAPS/ENSP/Fiocruz), integrante do Grupo Temático Saúde Mental da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e presidente de honra da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme), fala sobre os retrocessos que a Nota Técnica Nº 11/2019-CGMAD/DAPES/SAS/MS, publicada em 5 de fevereiro, pode trazer a Política Nacional de Saúde Mental.


Assista, no vídeo, o comentário exclusivo de Paulo Amarante ao 'Informe ENSP'.

Acesse o Canal da ENSP, no Youtube!

Leia também: Instituições se posicionam sobre mudanças na política de Saúde Mental
 

Nenhum comentário para "Entrevista: Paulo Amarante comenta mudanças na política de Saúde Mental"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.