Pesquisadora comenta causas da baixa balneabilidade nas praias no Rio

Publicada em
 
 
 

A pesquisadora Adriana Sotero, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), concedeu entrevista ao jornal Destak, em reportagem que abordou os índices de balneabilidade das praias do Rio de Janeiro. De acordo com a reportagem publicada nesta segunda-feira (14/1), dos 37 pontos em praias da zona sul e oeste da cidade, oito deles estiveram próprios para banho durante todo o ano de 2018. Na avaliação da pesquisadora, balneabilidade está atrelada com a presença de bioindicadores de presença de esgoto sanitário e saneamento inadequado é o fator que mais altera a balneabilidade de uma praia. Confira.

Só oito pontos do Rio estiveram com mar limpo em todo 2018 - Destak (14/1/2019)

Nenhum comentário para "Pesquisadora comenta causas da baixa balneabilidade nas praias no Rio"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.