Contra fatos não há argumentos

Publicada em
 
 
 

FATO: O cenário atual da ESF conta com 1236 equipes implantadas que atendem cerca de 3336 cadastrados por equipe, totalizando mais de 4 milhões de pessoas beneficiadas no município do Rio de Janeiro. A Prefeitura divulgou recentemente uma “readequação” da ESF que levará ao corte de 184 equipes completas de Saúde da Família e 55 de saúde bucal. 
 
Com este corte a Prefeitura deixará de atender mais de 600.000 mil pessoas, impactando diretamente no acesso aos serviços de saúde e, ao contrário do que foi proposto, diversas regiões como Penha, Brás de Pina e Curicica, com IDS baixos se comparados a bairros de classe média, perderão equipes sem qualquer proposta de reposição.    
 
A prefeitura promete não demitir e sim realocar estes profissionais, porém o fato é que já aconteceram e estão acontecendo diversas demissões, principalmente do NASF.
 
A ausência de equipes da ESF em locais mais necessitados a longo prazo impactará, por exemplo, no aumento das diferenças sociais que vinham diminuindo ao longo dos anos, como a mortalidade infantil e o acesso de gestantes aos pré-natal e, ainda, aumentarão os custos na atenção hospitalar, uma vez que as demandas já não serão absorvidas na atenção básica. 
 

Nenhum comentário para "Contra fatos não há argumentos"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.