Bioética: integrantes do programa apresentam experiência na Itália

Publicada em
 
 
 

Docentes e discentes do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva - desenvolvido pela ENSP em associação ampla com a UFRJ, UFF e Uerj - estarão em Nápoles, na Itália, durante os dias 20, 21 e 22 de outubro, para participar do 11º Congresso Mundial de Bioética, Ética Médica e Direito da Saúde. Na edição de 2015, o Congresso pretende discutir formas de divulgação da mensagem da bioética à sociedade, plantando valores éticos na consciência das pessoas para que sejam amplamente utilizados no cotidiano e no comportamento dos indivíduos. O coordenador geral do PPGBIOS e pesquisador da ENSP, Sergio Rego, na ocasião, também vai participar da sua primeira reunião executiva como representante da Unidade Rio de Janeiro, Brasil, da International Network of the Unesco Chair in Bioethics, do Centro Internacional de Saúde, Direito e Ética da Universidade de Israel (Haifa). 
 
 
A inserção do PPGBIOS na Cátedra Unesco de Bioética significa um ganho para a ENSP, para este campo de estudo e também para o país como um todo, visto que a Escola é a segunda instituição brasileira a integrar essa rede (apenas a Universidade de São Paulo era credenciada no Brasil) somando assim 58 unidades, distribuídas em todos os continentes, em 45 países. A criação da Cátedra deu-se no ano de 2001, e seu objetivo é estimular uma rede internacional de instituições de formação em nível superior e pós-graduação que fomente o ensino da ética médica em programas de ponta em países desenvolvidos e em desenvolvimento, além de fortalecer a pesquisa nessa área. 
 
Durante o congresso, Sergio Rego ainda apresentará uma reflexão crítica e resultados gerais a respeito do curso Bioética Aplicada às Pesquisas Envolvendo Seres Humanos, oferecido na modalidade a distância. Esta formação, desenvolvida e realizada pelo PPGBIOS em parceria com a Educação a Distância da ENSP, foi demandada pelo Conselho Nacional de Saúde (Conep), da Secretaria de Gestão Participativa do Ministério da Saúde. 
 
Este curso foi lançado em 2012 e tem como objetivo introduzir os participantes no campo da bioética em pesquisas cientificas com seres humanos possibilitando o conhecimento do funcionamento do sistema da pesquisa cientifica e sua regulamentação (regulação, funcionamento e diferentes papeis), assim como o reconhecimento das questões éticas relevantes da prática da pesquisa científica. Com isso, contribuindo para que os participantes desenvolvam habilidades e competências a fim de analisar a eticidade deste tipo de pesquisa científicas e também tomar decisões com base nessas análises. 
 
Outros integrantes do Programa de Bioética também farão apresentações no evento. A coordenadora do PPGBIOS na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Marisa Palácios, vai expor um trabalho cujo tema abordado é Integridade em Pesquisa. Já o grupo liderado pela professora associada da UFRJ Maria Clara Dias - que conta também com a participação de Alexandre Costa (UFRJ) e Murilo Vilaça (Fiocruz) e alunos do PPGBIOS -, participará de uma mesa que irá discutir a proposta de uma teoria da justiça fundamentada na teoria dos funcionamentos. 

Nenhum comentário para "Bioética: integrantes do programa apresentam experiência na Itália"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.