Terrapia celebra 18 anos de atuação

Publicada em
 
 
 

No dia 2 de julho, o Terrapia comemorou 18 anos de existência e celebrou também a formatura de seus três cursos regulares (Alimentação Viva, Culinária Viva e Formação de Educadores), realizados no primeiro semestre de 2015. Cerca de 200 pessoas entre alunos, educadores, voluntários, ex-participantes e convidados adeptos à alimentação viva compareceram à celebração, na sede da iniciativa, no Campus Manguinhos. A programação contou com degustação de preparos feitos pelos próprios alunos e voluntários, apresentações artísticas e culinárias, entrega dos certificados dos cursos e terminou com um almoço coletivo vivo, em um clima de muita alegria e comunhão.

A coordenadora do Terrapia, Cynthia Brant, lembrou que no ano em que completa a maioridade o projeto passou a ser um Programa da Fiocruz e ressalta a valorização institucional em relação à iniciativa. Antes de saudar e agradecer à fundadora do Terrapia, Maria Luiza Branco, Cynthia ainda falou do sentimento em participar da festa. “O maior presente que podemos receber é ver todo mundo sorrindo e com os olhos brilhando”.

Em sua fala, Maria Luiza lembrou do início do então projeto e também destacou o papel inovador da Fundação. “A Fiocruz é uma instituição que topa desafios e topou esse há dezoito anos”. Médica, a fundadora do Terrapia ressaltou ainda ter se encontrado na medicina ecológica e celebra uma singularidade do programa desenvolvido na Fiocruz: é a única iniciativa de alimentação viva que mantém a semente germinada como carro-chefe.

Maria Luiza falou aos presentes sobre a importância da alimentação natural no autocuidado e fez uma revelação: “as sementes germinadas têm poder transformador. Este é o segredo que precisa ser divulgado amplamente”, argumenta.

A medicina do futuro

Discussões relacionadas aos hábitos naturais de alimentação e de vida vêm ganhando notoriedade na área médica. Maria Luiza destacou que recentemente participou da abertura de um Congresso Nacional de Medicina do Estilo de Vida. Segundo ela, o convite ocorreu em virtude do Terrapia ser a primeira experiência no Brasil desse estilo de tratamento alternativo, baseado no autocuidado e na proximidade com a natureza, que a mesma denomina como “medicina do futuro”.

Por fim, a médica parabenizou os alunos que perseveraram até o fim em seus respectivos cursos, celebrou o clima de confraternização e deixou uma mensagem aos presentes. “Se nós quisermos, podemos sim mudar o mundo. Mudem o mundo com suas atitudes”.

Após a entrega dos certificados, o grupo pôde celebrar a data com o almoço coletivo, preparado à base de sementes germinadas, brotos e vegetais in natura, o tradicional “junta-prato da alimentação viva e crua”. O evento contou ainda com o sexto concurso da melhor receita do semestre entre os formandos.

Agenda de cursos

Os cursos recomeçam em agosto (27/8 - Alimentação Viva na Promoção da Saúde e Ambiente; 18/8 - Culinária Viva; 13/8 - Formação de Educadores). Entretanto, em julho as oficinas de segunda e quarta-feira, para introdução à alimentação viva e culinária viva criativa, seguem ocorrendo normalmente. Informe-se e saiba mais sobre o Terrapia no site http://www.terrapia.com.br

Nenhum comentário para "Terrapia celebra 18 anos de atuação"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.