Projeto Caminhos do Cuidado: lançamento nacional em Brasília

Publicada em
 
 
 

Foi realizado quarta-feira (23/10), em Brasília, o lançamento nacional do projeto “Caminhos do cuidado”, para a formação de agentes comunitários de saúde (ACS) e auxiliares e técnicos de enfermagem em saúde mental, com ênfase em crack, álcool e outras drogas. “Caminhos do Cuidado” prevê a formação de mil tutores de aprendizagem em todo o país, que serão responsáveis pela execução e capacitação de 290.760 profissionais.

A formação dos tutores e alunos será realizada de forma descentralizada nos estados da federação, respeitando-se as especificidades de cada região. Este projeto está inserido no plano integrado de combate às drogas “Crack, é possível vencer”, sob a responsabilidade da Casa Civil, e prevê a participação de outros ministérios e órgãos do Governo.

Inicialmente, o Projeto começou no Acre, Distrito Federal, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo e houve a formação de 37 orientadores de aprendizagem e 242 tutores, que tiveram 40 horas de formação presencial e terão 80 horas de acompanhamento de Ensino à Distância (EAD), totalizando 120 horas de formação. O valor total do investimento, distribuído nos seis estados, de acordo com o número de agentes comunitários de saúde, é de R$ 115.000.000,00.
 
O Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz) é responsável pela coordenação executiva do projeto, e o Centro de Educação Tecnológica e de Pesquisa em Saúde - Escola GHC do Grupo Hospitalar Conceição, em Porto Alegre, responde pela coordenação pedagógica e secretaria acadêmica. Estiveram presentes o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, a vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação da Fundação, Nísia Trindade, e o diretor de do Icict, Umberto Trigueiros. O projeto tem ainda como parceiros alguns setores do Ministério da Saúde, como os Departamentos de Gestão da Educação na Saúde (Deges), de Atenção Básica (DAB) e de Saúde Mental.