Inscrições abertas para curso a distância sobre violência

Publicada em
 
 
 

Estão abertas as inscrições, até o dia 11 de junho, para o curso de Impactos da Violência na Saúde, oferecido na modalidade a distância, com total de 500 vagas disponíveis para todo o Brasil. Este curso tem grande abrangência, sendo voltado para gestores e profissionais de saúde de nível superior de diversas frentes. Entre eles estão pessoas que trabalham com o tema da violência, população em situação de vulnerabilidade social, promoção da saúde e cultura de paz, prevenção e vigilância das Doenças e Agravos Não Transmissíveis. O edital também informa que, no segundo semestre de 2012, será lançado um edital de seleção para este mesmo curso, porém no nível de especialização. Os profissionais que já estiverem no curso de aperfeiçoamento não poderão concorrer a estas vagas. Acesse aqui o edital e confira todas as informações sobre público-alvo e inscrições.

 

O aperfeiçoamento foi desenvolvido pela Escola Nacional de Saúde Pública junto com a Secretaria de Vigilância em Saúde e a Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde. Coordenado pelo Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde (Claves/ENSP), p curso tem por objetivo propiciar o desenvolvimento de competências conceituais, comunicativas, interpessoais, técnicas e políticas dos participantes em relação ao impacto da violência sobre a saúde, de forma a auxiliá-los na atitude e/ou postura frente às pessoas que vivenciam situações de violência, fomentando ainda o crescimento do poder de reflexão sobre as melhores  medidas de prevenção, atendimento das vítimas e gerenciamento de ações.

 

Esta formação está sob a responsabilidade da coordenadora do Claves/ENSP, Simone Gonçalves de Assis, e das pesquisadoras Kathie Njaine e Patrícia Constantino, também do Claves. 

 

O curso tem suas atividades distribuídas em três Unidades de Aprendizagem, subdivididas em módulos, com carga horária total de 240 horas distribuídas em dez meses. A inscrição deve ser feita pela internet por meio do preenchimento da ficha de inscrição. Além disso, o candidato deverá enviar, via Correios/ECT (recomenda-se Carta Registrada ou SEDEX), toda a documentação comprobatória exigida.

 

Vale destacar que o candidato deve ter experiência acadêmica ou profissional na área de Violência e Saúde. O processo seletivo será realizado por uma comissão de seleção formada pela Coordenação do curso, professores do EAD/ENSP/Fiocruz e técnicos da Secretaria de Vigilância em Saúde e ainda da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde. Ele se dará em duas etapas: a verificação da documentação exigida e análise e avaliação do currículo e do memorial. O resultado será divulgado no site da EAD/ENSP.

 

Conforme já mencionado, no segundo semestre de 2012, será lançado um edital para a seleção de 90 alunos para o curso Impactos da Violência na Saúde, também na modalidade a distância, entretanto, no nível de especialização e com duração de 15 meses. A especialização tem como exigência dois encontros presenciais no Rio de Janeiro e a elaboração de um trabalho de conclusão de curso. Aqueles alunos que estiverem cursando o aperfeiçoamento não poderão concorrer às vagas de especialização.