link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
  • página inicial

Infância, Trabalho e Saúde: objeto de estudo da ENSP

"O discurso de proibição do trabalho infantil, apesar de seus objetivos explícitos de proteger a infância, apresenta ainda elementos de uma ideologia que conforma a infância enquanto categoria inferior e sem participação ativa na estrutura social e que denota o trabalho como algo inerentemente prejudicial." A reflexão foi elaborada pelo aluno do mestrado em Saúde Pública da ENSP, Valdinei Santos de Aguiar Junior, em sua dissertação orientada pelo pesquisador Luiz Carlos Fadel de Vasconcellos. A pesquisa constatou no processo discursivo, também, denotação extremamente negativa do trabalho, inversão de responsabilidades da inserção de crianças no trabalho, associação generalizante entre trabalho e pobreza, além de desfoque das condições de aviltamento da saúde no trabalho. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que 168 milhões de crianças no mundo ainda estejam em 'situação de trabalho', sendo 86 milhões naqueles considerados 'trabalho em suas piores formas'.

Sessão debate limpeza das praias e uso de emissários submarinos

O Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP promove, no próximo dia 28/4, o debate Praias limpas e emissário submarino de esgotos: problema ou solução? O evento, segundo de uma série de discussões que o departamento realiza na Escola, contará com a palestra dos pesquisadores Renato Castiglia Feitosa, da ENSP, Marize Pereira Miagostovich, do IOC e Julio César F.A Wasserman, da UFF. Paulo Rubens Guimarães Barrocas, da ENSP, coordenará a mesa. A atividade é aberta a todos os interessados e as vagas são limitadas.

 

Entrevistas

Maria do Socorro de Souza, presidente do Conselho Nacional de Saúde, destacou as inovações que estão sendo discutidas para a 15a Conferência Nacional de Saúde (CNS), que acontecerá em Brasília no mês de dezembro.


Pós-Graduação

Por meio de seu corpo docente, com mais de 150 doutores – um dos maiores e mais qualificados do país – oferece à sociedade uma produção científica diversificada e uma ampla oferta de disciplinas e cursos em seus três programas.


Aqui você encontrará informações sobre os Programas, disciplinas, editais e do corpo docente. | + |

Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico

A pesquisa na ENSP conta com 37 linhas de pesquisa com mais de 200 projetos vinculados, distribuídos por grandes áreas temáticas. Atualmente a Escola conta com 64 Grupos de pesquisa cadastrados no CNPq.


Conheça aqui as linhas, os projetos e os pesquisadores da ENSP. | + |

Escola de Governo em Saúde

A Escola de Governo propõe-se a estruturar a formação e a educação permanente de gestores e profissionais de saúde, incorporando as características da moderna gestão de sistemas, serviços, organizações e programas, a construção de processos de educação permanente, a aliança entre trabalho e formação e a consolidação de redes de cooperação.


Acesse as páginas dos cursos, seus editais e programas. Faça parte desta rede! | + |

Cooperação Internacional

As atividades de cooperação internacional estão voltadas para apoiar países da América Latina, do Caribe e da África, e também para a realização de projetos com países mais desenvolvidos. O objetivo é contribuir para a consolidação do papel do Brasil no cenário internacional da Saúde Pública.

Visite a página de cooperação internacional e conheça os atos internacionais e a legislação brasileira para o setor. | + |

Informe ENSP

O Informe ENSP é um informativo institucional diário da Escola que traz, em seu conteúdo, notícias de interesse geral da área de Saúde Pública: divulgação de congressos, cursos, bolsas, empregos e eventos.

 
Terça, 28 de Abril de 2015

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.