link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
  • página inicial

‘Radis’ completa 35 anos reforçando a defesa do direito à saúde e da democracia

Um dos destaques da edição n°172 de janeiro de 2017 da Revista Radis, disponível on-line, é o próprio Programa Radis, que, ao ser criado em 1982, tinha o desafio de manter vivo o ideário da Reforma Sanitária e os princípios do SUS. "O horizonte ainda era incerto: o país engatinhava para superar mais de duas décadas de ditadura militar e retornar à democracia. A esperança estava depositada na Constituinte, que deveria elaborar uma nova Constituição para o país, e nela se refletiam as disputas entre diferentes setores e grupos políticos da sociedade brasileira. Para o campo da Saúde, era a oportunidade de fazer valer uma utopia que vinha sendo discutida desde os anos 1970 com o Movimento Sanitário e havia tomado corpo na 8ª Conferência Nacional de Saúde, em 1986: a noção de que a saúde é um direito de todos." Para o presidente da Fiocruz à época, o sanitarista Sergio Arouca, a Reforma Sanitária começava a se implantar de uma forma irreversível no país, "não como algo criado em gabinetes, mas como um projeto nacional, democrático, construído, pensado e executado pelo conjunto da nossa sociedade", afirmou no primeiro editorial da publicação. Na visão dos jornalistas Álvaro Nascimento, pesquisador aposentado da  ENSP, que coordenou o programa de 1992 a 2001, e Rogério Lannes, atual coordenador e integrante da equipe desde 1987, nas origens do Radis estava a defesa do direito à saúde e da democracia. "Mais do que uma iniciativa que ficou registrada no passado e fez parte da história do SUS e da redemocratização brasileira, o Radis tem pela frente, ao completar três décadas e meia de existência, o desafio de dialogar com as diferentes realidades sociais brasileiras e 'trazer os valores do Movimento Sanitário' para situações concretas vividas nos dias de hoje."

Entrevistas

Enirtes Caetano Prates Melo, pesquisadora do Departamento de Epidemiologia e Métodos Quantitativos em Saúde da ENSP, fala sobre a influência de restrições nas condições socioeconômicas relacionadas à incidência e mortalidade por alguns tipos de câncer.


Ensino

Por meio de seu corpo docente, com mais de 300 doutores - um dos maiores e mais qualificados do país oferece à sociedade uma produção científica diversificada e uma ampla oferta de cursos de lato sensu e qualificação profissional (especialização, residência, aperfeiçoamento, atualização e formação continuada) e de stricto sensu (mestrado acadêmico e profissional, doutorado).


Aqui você encontrará informações sobre o Stricto e Lato Sensu, presencial e EAD, cursos, editais e corpo docente. | + |

Pesquisa e Inovação

Criada na ENSP em 2007, a partir de definições aprovadas pelo V Congresso Interno em Plenária Extraordinária de 27/09/2007, a VDPDT - Vice-Direção de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico, atualmente denominada VDPI - Vice-Direção de Pesquisa e Inovação, representa uma evolução do que no Regimento de 1989 era denominado Coordenação de Pesquisa.


Conheça aqui as linhas, os projetos e os pesquisadores da ENSP. | + |

Escola de Governo em Saúde

A Escola de Governo propõe-se a estruturar a formação e a educação permanente de gestores e profissionais de saúde, incorporando as características da moderna gestão de sistemas, serviços, organizações e programas, a construção de processos de educação permanente, a aliança entre trabalho e formação e a consolidação de redes de cooperação.


Acesse as páginas dos cursos, seus editais e programas. Faça parte desta rede! | + |

Cooperação Internacional

As atividades de cooperação internacional estão voltadas para apoiar países da América Latina, do Caribe e da África, e também para a realização de projetos com países mais desenvolvidos. O objetivo é contribuir para a consolidação do papel do Brasil no cenário internacional da Saúde Pública.

Visite a página de cooperação internacional e conheça os atos internacionais e a legislação brasileira para o setor. | + |

Informe ENSP

O Informe ENSP é um informativo institucional diário da Escola que traz, em seu conteúdo, notícias de interesse geral da área de Saúde Pública: divulgação de congressos, cursos, bolsas, empregos e eventos.

 
Quarta, 18 de Janeiro de 2017

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube Soundcloud

BAIXE O APP DA ENSP

Google Play Store Apple App Store

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.