link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
  • página inicial

Trabalho escravo, a saboneteira e a renúncia à ética pública

Na sexta-feira (20/10), o Sistema das Nações Unidas no Brasil divulgou uma nota manifestando preocupação com a Portaria número 1.129, publicada no Diário Oficial no dia 16 de outubro, pelo Ministério do Trabalho e Emprego, que altera a definição conceitual de trabalho escravo para fins de fiscalização e resgate de trabalhadores e trabalhadoras. A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, por intermédio do Departamento de Direitos Humanos, Saúde e Diversidade Cultural (Dihs/ENSP/Fiocruz), também condena a portaria; e questiona: qual o limite para se destroçar a cidadania no trabalho, qual o limite para se transformar direitos humanos em resíduos não recicláveis de um modelo de desenvolvimento (in)sustentável e qual o limite para se abolir a palavra ética da coisa pública? Confira abaixo o texto assinado pelos pesquisadores Luiz Carlos Fadel de Vasconcellos e Maria Helena Barros de Oliveira. Leia também a nota emitida pela ONU.
 

Curso na ENSP apresenta metodologias para análise de desastres: experiências Brasil e Portugal

O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da ENSP realizará entre os dias 25 e 27 de outubro, o curso internacional Desastres, ordenamento do território e vulnerabilidades socioambientais. O objetivo do curso é aprofundar metodologias e promover a troca de experiências em pesquisas sobre desastres, principalmente de origem hidro-geomorfológicos e vulnerabilidades socioambientais. O curso contará com a participação do professor catedrático do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa (IGOT), José Luiz Zêzere. Segundo a coordenação da atividade, busca-se trazer novos aportes teórico-metodológicos que contribuam com as discussões dos projetos em curso, especialmente para o desenvolvimento de indicadores de vulnerabilidade, as experiências levadas a cabo pela ENSP (Grupo Pistas), Laboratório de Geo-hidroecologia (GEOHECO) da Geografia da UFRJ e Instituto de Geografia e Ordenamento Territorial da Universidade de Lisboa. Os interessados devem se inscrever pelo e-mail posgrad-sp@ensp.fiocruz.br

José Luis Fiori abre Programa de Bioética da ENSP

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca recebeu o cientista político e professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) José Luis Fiori, para aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS), que teve como tema Guerra, paz e ética internacional: relatos de uma pesquisa. O Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva é desenvolvido pela ENSP em associação ampla com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal Fluminense e (UFF) e Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). A aula, realizada em 1º de setembro, está disponível no Canal da ENSP no Youtube. Confira!
 

Entrevistas

1

Tatiana Wargas, pesquisadora da ENSP e membro do Grupo de Condução da RedEscola, fala sobre o papel dos Executivo, do Legislativo e do Judiciário na saúde brasileira.


Ensino

Por meio de seu corpo docente, com mais de 300 doutores - um dos maiores e mais qualificados do país oferece à sociedade uma produção científica diversificada e uma ampla oferta de cursos de lato sensu e qualificação profissional (especialização, residência, aperfeiçoamento, atualização e formação continuada) e de stricto sensu (mestrado acadêmico e profissional, doutorado).


Aqui você encontrará informações sobre o Stricto e Lato Sensu, presencial e EAD, cursos, editais e corpo docente. | + |

Escola de Governo em Saúde

A Escola de Governo propõe-se a estruturar a formação e a educação permanente de gestores e profissionais de saúde, incorporando as características da moderna gestão de sistemas, serviços, organizações e programas, a construção de processos de educação permanente, a aliança entre trabalho e formação e a consolidação de redes de cooperação.


Acesse as páginas dos cursos, seus editais e programas. Faça parte desta rede! | + |

Cooperação Internacional

As atividades de cooperação internacional estão voltadas para apoiar países da América Latina, do Caribe e da África, e também para a realização de projetos com países mais desenvolvidos. O objetivo é contribuir para a consolidação do papel do Brasil no cenário internacional da Saúde Pública.

Visite a página de cooperação internacional e conheça os atos internacionais e a legislação brasileira para o setor. | + |


 
Terça, 24 de Outubro de 2017

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube Soundcloud

BAIXE O APP DA ENSP

Google Play Store Apple App Store

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.