1. Pesquisador da ENSP é homenageado na Semana de Saúde Mental da UFMG

    Com a placa de Honra ao Mérito Antimanicomial, Paulo Amarante, pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), coordenador do Grupo Temático Saúde Mental da Abrasco e presidente da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme), foi condecorado e participou da abertura do pré-congresso International School Franca e Franco Basaglia: Loucura e Direitos, realizado durante a III Semana de Saúde Mentale inclusão Social. A organização do evento foi do Programa de Extensão em Atenção à Saúde Mental da Universidade Federal de Minas Gerais (PASME/UFMG).

  2. Fiocruz concorre a Prêmio Nacional de Biodiversidade: votação termina em 19/5

    O Sistema de Informação em Saúde Silvestre (SISS-Geo) da Fiocruz, um aplicativo de monitoramento da saúde silvestre para celulares e tablets, é um dos finalistas ao Prêmio Nacional de Biodiversidade, promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). Na última terça-feira (5/5), teve início a votação eletrônica para a categoria Júri Popular. "Ter chegado às finais do Prêmio Nacional de Biodiversidade nos deixa extremamente orgulhosos, pois é o reconhecimento do esforço de uma equipe jovem e da visão de duas instituições, a Fiocruz e o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), que reúnem competências distintas para contribuir com uma proposta tecnológica criativa e inovadora para monitorar a saúde da fauna silvestre em prol da conservação da biodiversidade e da saúde humana", comemorou coordenadora do projeto e do Centro de Informação em Saúde Silvestre da Fiocruz, Márcia Chame, pesquisadora da ENSP/Fiocruz. "É, além disso, o impulso necessário à difusão do uso do sistema por toda a sociedade, de modo que possamos aplicar na prática seus resultados e reafirmar que biodiversidade faz bem à saúde".

  3. Edital vai premiar iniciativas em ciência e tecnologia para o SUS

    Estão abertas as inscrições para o XIV Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o Sistema Único de Saúde SUS - 2015. O Ministério da Saúde - por meio da Coordenação Geral de Material e Patrimônio, da Secretaria de Assuntos Administrativos e o intermédio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos -, lançou o concurso com o objetivo de incentivar a produção de trabalhos técnico-científicos na área de ciência e tecnologia, e de interesse do SUS. O prêmio visa à obtenção de trabalhos de pesquisadores, estudiosos e profissionais de saúde ou de qualquer área do conhecimento em nível de pós-graduação concluída, com temática voltada para a área de Ciência e Tecnologia em Saúde, e potencial de incorporação pelo Sistema Único de Saúde e serviços de saúde.

  4. Prêmio Kalinga 2015 de Popularização da Ciência: inscrições até 29/5

    O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e a Unesco anunciam a abertura das inscrições para a edição 2015 do Prêmio Kalinga de Popularização da Ciência. As candidaturas serão aceitas até 29 de maio de 2015 e devem ser encaminhadas à Comissão Nacional brasileira junto a Unesco, que é a única entidade autorizada a submeter indicações à Organização.

  5. Fiocruz concorre a Prêmio Nacional de Biodiversidade: votação termina em 19/5

    O Sistema de Informação em Saúde Silvestre (SISS-Geo) da Fiocruz, um aplicativo de monitoramento da saúde silvestre para celulares e tablets, é um dos finalistas ao Prêmio Nacional de Biodiversidade, promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). Na última terça-feira (5/5), teve início a votação eletrônica para a categoria Júri Popular. "Ter chegado às finais do Prêmio Nacional de Biodiversidade nos deixa extremamente orgulhosos, pois é o reconhecimento do esforço de uma equipe jovem e da visão de duas instituições, a Fiocruz e o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), que reúnem competências distintas para contribuir com uma proposta tecnológica criativa e inovadora para monitorar a saúde da fauna silvestre em prol da conservação da biodiversidade e da saúde humana", comemorou coordenadora do projeto e do Centro de Informação em Saúde Silvestre da Fiocruz, Márcia Chame, pesquisadora da ENSP/Fiocruz. "É, além disso, o impulso necessário à difusão do uso do sistema por toda a sociedade, de modo que possamos aplicar na prática seus resultados e reafirmar que biodiversidade faz bem à saúde".

  6. Prêmio Kalinga 2015 de Popularização da Ciência: inscrições até 29/5

    O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e a Unesco anunciam a abertura das inscrições para a edição 2015 do Prêmio Kalinga de Popularização da Ciência. As candidaturas serão aceitas até 29 de maio de 2015 e devem ser encaminhadas à Comissão Nacional brasileira junto a Unesco, que é a única entidade autorizada a submeter indicações à Organização.

  7. Prêmio seleciona melhores teses em Ciências da Saúde

    A Capes divulgou o novo edital com instruções para inscrição na terceira edição do Prêmio Capes-Interfarma de Inovação e Pesquisa. A premiação reconhecerá as melhores teses de doutorado defendidas em 2014 em Saúde Humana ou Ética/Bioética no Brasil, Medicina, Odontologia, Farmácia, Enfermagem ou Ciências Biomédicas (que inclui Genética; Fisiologia, Bioquímica, Farmacologia; Imunologia, Microbiologia, Parasitologia e Biologia Celular). A pré-seleção das teses a serem indicadas ao prêmio ocorre nos programas de pós-graduação das instituições de ensino superior. Após selecionados, os trabalhos que cumprirem os requisitos descritos no edital devem ser inscritos exclusivamente pela internet, até 15 de maio, pelo coordenador do programa de pós-graduação.

  8. Após relembrar lutas, mulheres da ciência pedem reconhecimento

    Pioneirismo, coragem, vanguarda e humanidade. Essas são algumas das qualidades das mulheres que foram destacadas para receber o Prêmio Fiocruz – Mulheres de Ciência e Humanidades pela sua atuação científica em distintas áreas do conhecimento e seu papel na construção institucional. As homenageadas de 2015 foram a presidente da Comissão da Verdade da Reforma Sanitária (CVRS) Abrasco-Cebes, Anamaria Testa Tambellini e Sonia Gomes Andrade, do Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz (CPqGM/Fiocruz Bahia). Este prêmio é concedido pelo Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fundação e foi entregue durante o II Seminário Mulheres Fazendo Ciência, no dia 26 de março.

  9. Prêmio reconhece talento de mulheres cientistas e oferece 20 mil dólares para novos projetos

    Em uma década de atuação, a parceria entre a Organização da ONU para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a Academia Brasileira de Ciência (ABC) e a L’Oréal Brasil premiaram o talento de 61 cientistas brasileiras, em uma profissão que só conta com 30% de participação feminina em todo o mundo. Em março, a dedicação de duas dessas profissionais brasileiras também ganhou a esfera internacional com o reconhecimento de seus trabalhos em duas premiações.