link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca

Ambulatório e Laboratório de Saúde Pública

CENTRO DE REFERÊNCIA PROFESSOR HÉLIO FRAGA (CRPHF)


CHEFE: OTAVIO PORTO


NOME DO LABORATÓRIO: Bacteriologia


MISSÃO: Apoio ao diagnóstico e controle da tuberculose e micobacterioses, tendo como funções  assessorar o gestor nacional no acompanhamento, normalização, padronização de técnicas e coordenação da vigilância laboratorial  em apoio à Rede Nacional de Laboratórios de Saúde Pública, realizando procedimentos laboratoriais de alta complexidade, promover ensaios de proficiência para controle da qualidade de metodologias, capacitação de recursos humanos, desenvolvimento de estudos e  pesquisas, visando a disseminação de conhecimento técnico científico, inclusive como subsídio para as ações de vigilância em saúde.


Área de atuação:

O Laboratório de Bacteriologia da Tuberculose do CRPHF é referência nacional (LRN) de apoio ao diagnóstico de controle da tuberculose, e portanto tem suas principais funções direcionadas para assessorar o gestor nacional , ou seja, a Coordenação Geral de Laboratórios de Saúde Pública (CGLAB, Ministério da Saúde). Além disso, estas atribuições e atividades devem ocorrer também em colaboração com o Programa nacional para o Controle da Tuberculose (PNCT- Ministério da Saúde).
Para os LACEN ( Laboratórios Central de cada estado) em termos de serviço, uma das atividades de nosso laboratório é apoiar aos LACENs em diferentes aspectos, alguns deles estão descritos a seguir: (i) Identificação de espécies de micobactérias não causadoras de tuberculose por metodologias de alta complexidade (incluindo em algumas ocasiões o seqüenciamento); (ii) Recebimento de culturas positivas (cepas) de Mycobacterium tuberculosis de todos os laboratórios regionais (LACENs) para a confirmação diagnóstica, realização de testes de sensibilidade a fármacos de primeira e segunda linha, utilizados no tratamento da tuberculose para a detecção de cepas XDR (cepas extremamente resistentes),o que está diretamente relacionado com a Vigilância da Tuberculose Multirresistente no Brasil.;(iii) Distribuição de prova tuberculínica (PPD) para todos os estados; (iv) Aquisição e/ou produção de insumos estratégicos para a rede de vigilância laboratorial da tuberculose.

Os ensaios/testes usados são: Baciloscopia - coloração por Ziehl Neelsen; Cultura: Métodos de swab, Petrofrf, NaIC, automatizado por MB Bact; Identificação de micobactérias - métodos fenotípicos e moleculares, Teste de sensibilidade - método das proporções e automatizado.

Em relação a apoio diagnóstico podemos dizer que relacionado ao SUS, efetuamos confirmação diagnóstica quando necessário através de identificação de espécie , assim como  testes de sensibilidade para cepas de M. tuberculosis de pacientes atendidos na região AP4 (Jacarepaguá e em torno). Estas cepas são isoladas no Hospital Raphael de Paula e Souza, Curicica- Jacarepaguá e enviadas para o nosso laboratório. E, recebimento de amostras clínicas do Ambulatório de Pesquisa e Referência de Tuberculose do CRPHF para diagnóstico e acompanhamento de tratamento dos pacientes, através da execução de técnicas como baciloscopia, cultura (ou cultivo) e teste de sensibilidade aos antimicobacterianos.
Destacamos ainda as assessorias e Visitas Técnicas aos LACEN, organização de cursos e treinamentos técnicos e gerenciais visando a capacitação dos profissionais envolvidos e coordenação e organização de Ensaios de Proficiência (Baciloscopia e Teste de Sensibilidade)
É importante salientar que o desenvolvimento de projetos de pesquisa, atividades de ensino, cooperação técnica , ações de Vigilância Epidemiológica e Inovação Tecnológica em Saúde, visam a disseminação de conhecimentos e apoio a gestão, mediante qualificação profissional da força de trabalho do SUS e a melhoria do manejo clínico-laboratorial, no âmbito da Tuberculose e Micobacterioses.


Responsável: Fátima Fandinho http://lattes.cnpq.br/1799572819961116   


Substituto: Luís Caetano Martha Antunes http://lattes.cnpq.br/1889451824866512


Responsável pela qualidade: Sandra Regina Rodrigues Monteiro, indicada através da portaria nº de 17 de abril de 2008.
Atendendo ao estabelecido na Portaria N0 70 de 23 de dezembro de 2004 do Ministério da Saúde, o Laboratório de bacteriologia da Tuberculose tem seu Sistema de Gestão da qualidade implementado de acordo com a norma ABNT NBR NM ISSO 15189:2008 que especifica requisitos especiais de qualidade e competência para laboratórios clínicos. Esta Portaria estabelece os critérios e a sistemática para habilitação de laboratórios de referência nacional e regional para as Redes Nacionais de Laboratórios de Vigilância Epidemiológica e Ambiental em Saúde
Adota a ABNT ISO IEC 17025 – Requisitos gerais para competência técnica de laboratórios de ensaios e calibração e a ABNT NBR NM 15189 – requisitos específicos para qualidade e competência de laboratórios médicos (clínicos). O Laboratório possui habilitação da CGLab/SVS – Portaria 97 de 2007.

Contatos: 
Telefone:  2448-6872
E-mail: crphflab@ensp.fiocruz.br
 


 
Quinta, 19 de Julho de 2018

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube Soundcloud

BAIXE O APP DA ENSP

Google Play Store Apple App Store

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.