Ministério da Saúde

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca

Pós-Graduação em saúde pública

Notícias

Cresce participação feminina na pesquisa científica

Dados do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT) dos últimos cinco anos mostram um cenário de mudanças quanto à participação feminina na pesquisa científica. A perspectiva é de que, no futuro, nos setores em que elas ainda são minoria, a presença das mulheres tenha um aumento significativo.

Mestrado em Angola: aula confirma interesse de alunos

Determinantes sociais de Saúde foi o tema escolhido pela vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação da Fiocruz e pesquisadora do Departamento de Epidemiologia e Métodos Quantitativos em Saúde (DEMQS/ENSP/Fiocruz), Maria do Carmo Leal, para a aula inaugural do Mestrado em Saúde Pública que a ENSP/Fiocruz está realizando em Angola. Segundo Maria do Carmo, a aula, ocorrida em 28/05, fugiu do aspecto formal de uma conferência, funcionando como um espaço de grande participação dos alunos. Foi uma excelente oportunidade para trocas e mesmo questionamentos, por parte dos alunos, às autoridades sanitárias locais nominadamente, o vice-ministro da Saúde, Van Dunem sobre as condições de saúde de Angola, disse. A aula inaugural proferida por Maria do Carmo Leal está disponível na Biblioteca Multimídia da ENSP.

Alerta mundial: trânsito mata mais de 1 milhão anualmente

Os acidentes de trânsito matam anualmente mais de um milhão de pessoas em todo o mundo e deixam entre 20 e 50 milhões de pessoas feridas. Em 2004, a segurança do trânsito foi tema do Dia Mundial da Saúde, e em 2005, a Assembléia Geral da ONU propôs a realização de uma Semana Mundial de Segurança no Trânsito, cuja primeira edição está sendo realizada em Genebra, de 23 a 29 de abril, e é dedicada aos jovens, parcela da população mais atingida pelos acidentes de trânsito. Em conversa com o Informe, a pesquisadora Edinilsa Ramos de Souza, do Centro Latino-Americano de Estudos sobre Violência e Saúde (Claves/ENSP/Fiocruz), mostra porque os acidentes viários são considerados um grave problema de Saúde Pública.

Saúde indígena ainda carece de informações confiáveis

Em 1943, o então presidente Getúlio Vargas instituiu, por meio de decreto, o Dia do Índio, determinando que, como em todos os países das Américas, o mesmo fosse comemorado no dia 19 de abril, data considerada histórica para as populações indígenas do continente. Hoje, na área da Saúde, a data pode ser um estímulo à reflexão sobre importantes questões, como as apresentadas no artigo O Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (Siasi): criação, estrutura e funcionamento, publicado na última edição (abril/2007) do Cadernos de Saúde Pública (CSP). Co-orientador da pesquisa que deu origem ao artigo, o pesquisador Ricardo Ventura dos Santos, do Departamento de Endemias Samuel Pessoa (Densp/ENSP/Fiocruz) e do Museu Nacional (UFRJ), conversou com o Informe e falou sobre as dificuldades que precisam ser superadas para que o Sistema Único de Saúde (SUS) possa contar com informações capazes se subsidiar o planejamento e a organização dos serviços de saúde voltados para a população indígena no país.

Stricto sensu da ENSP: mais de 100 defesas em 2007

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) inicia o ano de 2008 com três programas de Pós-graduação stricto sensu - Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente e Epidemiologia em Saúde Pública -, todos considerados de excelência na última avaliação da Capes, além de uma série de mestrados profissionalizantes nas áreas da Política e Gestão de C&T e Inovação em Saúde, Gestão de Tecnologias em Saúde e Vigilância em Saúde, entre outros. Um item importante na avaliação da Capes é a produção dos alunos. Nesse sentido, em 2007, segundo dados do Serviço de Gestão Acadêmica, foram realizadas 107 defesas de teses e dissertações na Escola, algumas das quais renderam importantes notícias no Informe ENSP. As defesas, realizadas na ENSP desde 2004, estão disponíveis, inclusive para download, no banco de teses da Fiocruz.

ENSP lança Portal da Pós-Graduação Strito sensu

A ENSP lança nesta quinta-feira (28/12) o Portal da Pós-Graduação Strito sensu da Escola. A partir de sugestões feitas pela Capes, a equipe que trabalhou no desenvolvimento dos dois sítios (Programa de Saúde Pública e Programa de Saúde Pública e Meio Ambiente) procurou levar aos usuários informação clara e de fácil acesso, tornando o Portal um ambiente de trabalho e de colaboração entre estudantes e professores. A Capes vai incluir as páginas eletrônicas dos programas de pós-graduação como item de avaliação.

Ministra Marina Silva abre ano letivo da ENSP nesta quarta-feira

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, é a convidada especial para a aula inaugural do ano letivo da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), que acontecerá na quarta-feira (11/04), às 10 horas, no auditório térreo. A conferência tem como tema Mudanças climáticas e seus impactos na saúde. A abertura do ano letivo da ENSP será transmitida ao vivo pela Rede Fiocruz.

Saúde pública e saúde coletiva em pauta no ciclo de debates da pós-graduação

A Vice-direção de Pós-Graduação da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca deu início ao ciclo de debates sobre o programa de saúde pública com o objetivo de discutir novos desafios da saúde pública e da saúde coletiva contemporânea. Professores da ENSP e convidados externos participam do primeiro dia de atividades, que teve como foco os paradigmas atuais da saúde pública e da saúde coletiva e como pensar em novas interações para esses dois campos. Confira, na Biblioteca Multimídia da ENSP, os áudios e as apresentações do primeiro dia de debates.

Copyright 2006 ENSP/FIOCRUZ. Todos os direitos reservados.