Ministério da Saúde

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca

Pós-Graduação em saúde pública

Notícias

Seminário de Ensino ENSP 2017 debate os desafios na gestão do ensino superior em contextos de crise

O último dia de atividades do Seminário de Ensino ENSP 2017, sexta-feira, 1º de dezembro, contará com a participação de um convidado especial. António Nóvoa, reitor honorário da Universidade de Lisboa será o palestrante do encerramento do Seminário. Nóvoa abordará em sua fala os Desafios na gestão do ensino superior em contextos de crise. A palestra, marcada para às 9 horas, no salão internacional da Escola, é aberta a todos os interessados e será transmitida on-line. Ao longo de três dias de atividades o Seminário de Ensino ENSP 2017 reuniu pesquisadores, alunos e professores que discutiram sobre temas relativos à educação, qualificação, e formação em saúde. 
 

ENSP celebra 50 anos do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública nesta quarta-feira (29/11)

São cinco décadas pensando, criando e fazendo a Saúde Pública brasileira. São cinquenta anos marcados por muita luta. Desde a repressão dos militares às ameaças atuais de desfinanciamento, são diversos os desafios que professores, coordenadores, funcionários e alunos enfrentaram para fazer da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) referência internacional quando o tema é a produção acadêmica no campo da Saúde Coletiva. Para celebrar o cinquentenário do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da ENSP, além de homenagens e uma mesa de debates, será lançado um livreto comemorativo e um vídeo. A atividade é aberta aos interessados e não necessita de inscrição prévia. A comemoração faz parte das atividades do Seminário de Ensino ENSP 2017

Seminário de Ensino ENSP debate história e desafios atuais da formação em Saúde Pública

De 29 de novembro a 1º de dezembro, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) realizará o Seminário de Ensino ENSP 2017, uma série de debates sobre temas relativos à educação, qualificação, e formação em saúde. O Seminário de Ensino terá início na quarta-feira, 29 de novembro, com a comemoração do cinquentenário do Programa Pós-Graduação em Saúde Pública, a partir das 9 horas, no auditório térreo, seguido da sessão especial do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcelos da ENSP, que debaterá os problemas e desafios na condução e relato de estudos científicos. O Ceensp está marcado para às 15 horas, na sala 410 do prédio da ENSP. Todas as atividades do Seminários ao longo dos três dias são abertas aos interessados e não necessitam de inscrição prévia. Na quinta e sexta-feira haverá transmissão on-line das atividades e em breve o link para acompanhar a transmissão será divulgado no Portal ENSP

Necessidades em saúde e sua utilização na elaboração de políticas públicas: tema de pesquisa da ENSP

Em todo o mundo, independentemente das características e operação cotidiana do sistema de saúde, a alocação de recursos desempenha papel central no processo de elaboração de políticas e ações voltadas para atender às necessidades de saúde das populações. Na medida em que os recursos públicos são finitos, suscitam-se questões éticas sobre a forma como esses recursos devem ser alocados. Nesse contexto, de acordo com a pesquisa do aluno de mestrado em Saúde Pública da ENSP, Joyker Peçanha Gomes, orientada pelos pesquisadores Francisco Inácio Pinkusfeld Monteiro Bastos, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), e Iuri da Costa Leite, da ENSP, a noção de necessidade em saúde tem sido frequentemente usada para justificar as decisões distributivas. Porém, atenta Joyker, sendo a necessidade em saúde a base, ao menos hipotética, desse processo, torna-se crucial que seu conceito seja precisamente definido. 

'Perfil dos gestores das Unidades Básicas de Saúde' é tema de pesquisa da ENSP

O desenvolvimento gerencial do estado brasileiro é marcado por reformas, entre elas, está a administrativa implantada após a década de 1980, que prometeu ênfase na eficácia, eficiência e resultado dos serviços, e utilizou como estratégia a descentralização. O sistema de saúde brasileiro, desde a criação do Sistema Único de Saúde (SUS), por exemplo, sofreu um processo de descentralização dos serviços de saúde dos municípios, que assumiram, em sua grande maioria, os serviços de Atenção Básica, e passaram a necessitar da atuação de um número progressivamente maior de gestores de saúde em seus quadros. Diante da complexidade dessa prática, a aluna de doutorado em Saúde Pública, Flávia Henrique, desenvolveu sua tese, orientada pela pesquisadora da ENSP, Elizabeth Artmam. O objetivo do estudo foi analisar o perfil e as competências gerais e específicas dos gestores de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município de Criciúma, em Santa Catarina.

Mestrado profissional em Atenção Primária: inscrições até 27 de outubro

Estão abertas, até 27 de outubro, as inscrições para o mestrado profissional em Atenção Primária à Saúde com ênfase na Estratégia de Saúde da Família. O curso é uma proposição da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS/Rio), e tem por finalidade fomentar a produção de novos conhecimentos e inovação na Atenção Primária à Saúde na cidade do Rio de Janeiro, integrando parcerias entre instituições acadêmicas e a rede municipal de saúde. Coordenado pelas pesquisadoras da ENSP/Fiocruz, Elyne Engstrom e Virginia Hortale, o curso é dirigido a profissionais de nível superior da área de saúde que atuam na Atenção Primária à Saúde no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, com a possibilidade de inclusão de profissionais que atuam na Atenção Primária da Saúde em outros municípios brasileiros. Acesse o edital e saiba mais sobre o curso. As inscrições devem ser feitas pela Plataforma Sigass.

Mestrado e doutorado ENSP 2018: confira os editais

A chamada pública para processo seletivo 2018 dos programas stricto sensu (mestrado e doutorado) da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente e Epidemiologia em Saúde Pública) já está disponível na Plataforma SigaSS e no Portal de Ensino da ENSP. As inscrições estarão abertas no período de 1a 24 de setembro. Todos os candidatos deverão enviar o formulário de inscrição, juntamente com a documentação exigida, por correio eletrônico. O prazo máximo para envio é 24/09/2017, às 23:59h (horário de Brasília). Leia os editais.

'Vigilância Epidemiológica Hospitalar' é tema de pesquisa da ENSP

A vigilância em saúde tem papel fundamental na identificação, resposta e controle às doenças e agravos em saúde, bem como monitoramento dos perfis de morbi-mortalidade. Em particular, a Vigilância Epidemiológica Hospitalar (VEH) foi instituída pelo Ministério da Saúde, em agosto de 2010, como forma de melhorar a vigilância em saúde, a partir da visão hospitalar, com aplicação de incentivos financeiros para implantação e manutenção dessa ação estratégica. A pesquisa da aluna de Mestrado Profissional em Saúde Pública da ENSP, Maria Beatriz Ruy, orientada pela pesquisadora Maria Angélica Borges dos Santos, foi ao encontro desse tema e teve como objetivo avaliar a rede de núcleos de VEH, segundo modelos de vigilância e financiamento no Brasil entre 2008-2016. Os resultados do estudo apontam aumento do número de núcleos de VEH no período de 2014 a 2016, momento de mudança do modelo de vigilância, de sentinela para base populacional. "Isso aconteceu, provavelmente, em virtude de mais flexibilidade dos gestores locais em indicar os hospitais mais convenientes ou com maior necessidade de monitoramento", disse a aluna.

Copyright 2006 ENSP/FIOCRUZ. Todos os direitos reservados.