Ministério da Saúde

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca

Pós-Graduação em saúde pública

Notícias

Pesquisa analisa morbimortalidade por Aids nas regiões administrativas do município do RJ

No dia 19 de maio, apresentação de dissertação de mestrado em Saúde Pública Avaliação multicritério das condições de vida e morbimortalidade por Aids nas Regiões Administrativas do município do Rio de Janeiro, por Ana Paula da Cunha, a partir das 14 horas, na sala 502 do prédio da ENSP.

 

Pesquisa analisa demanda e utilização do acolhimento noturno em Caps do Rio de Janeiro

No dia 16 de maio, apresentação de dissertação de mestrado em Saúde Pública Demanda e utilização do acolhimento noturno em Centro de Atenção Psicossocial III na cidade do Rio de Janeiro, por Ana Adler Vainer, a partir das 9 horas, na sala 410 do prédio da ENSP.

Percepção dos profissionais de saúde na atenção à saúde do idoso é tema de mestrado na ENSP

No dia 11 de maio, apresentação da dissertação de mestrado acadêmico em Saúde Pública Percepção dos profissionais de saúde sobre a atenção à saúde do idoso em uma unidade de Saúde da Família do município do Rio de Janeiro, por Gilmara Valadão da Silva, na sala 928 da ENSP, a partir das 10 horas.

Doutorado da ENSP trata da questão dos esteroides anabolizantes androgênicos

No dia 28 de abril, defesa de tese de doutorado em Saúde Pública Entre tiro, porrada e bomba: esteroides anabolizantes androgênicos, gerencialismo arriscado e os discursos médicos moralizantes, por Danielle Ribeiro de Moraes, a partir das 13h30, na sala 202 da EPSJV/Fiocruz.

Centro de Estudos debate as ações de vigilância do campo da saúde durante os jogos olímpicos

Uma série de ações em saúde e vigilância sanitária já estão sendo implementadas na cidade do Rio de Janeiro visando os jogos olímpicos, que ocorrerão no mês de agosto. Todo o planejamento é realizado em conjunto com o estado e município do Rio de Janeiro, integrando atendimento e vigilância epidemiológica. O Brasil vai receber visitantes de todas as partes do mundo e cada um traz em sua bagagem também seus vírus e bactérias. Mas será que estamos preparados para fazer esse controle? Nossa Vigilância Sanitária já tomou medidas efetivamente preventivas? O que pode acontecer? Para debater essas e outras questões, o Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos retorna para mais um encontro, no dia 27 de abril, com o tema A atuação das vigilâncias do campo da saúde nas Olimpíadas de 2016. Marcado para 13h30, no salão internacional da Escola, o Ceensp conta com as participações de Cláudio Henriques (Devit/SVS), Arnaldo Lassance (ENSP/Fiocruz) e Rodolfo Nunes (Anvisa). Na ocasião, ocorrerá o lançamento do jogo educativo Vigilância Sanitária nos Eventos de Massa.

Bombeiros sofrem com doenças relacionadas ao trabalho

O trabalho dos bombeiros militares do município do Rio de Janeiro pode afetar a saúde deles? Pode-se correlacionar às causas de afastamento médico dos trabalhadores as atribuições específicas de cada especialidade existente na instituição? Essas questões norteiam a dissertação de Luiz Antonio de Almeida no mestrado em Saúde Pública da ENSP, sob a orientação do pesquisador Luiz Carlos Fadel de Vasconcellos e co-orientação de Renato José Bonfatti. O aluno, que é cabo bombeiro militar, partiu da hipótese de que a intensificação do trabalho da categoria e os anos de dedicação ao ofício colocam-se como fatores potenciais para o desenvolvimento de diversas doenças relacionadas às suas atividades. A pesquisa, num universo de 2.454 trabalhadores, identificou as cinco doenças mais detectadas nessa categoria. Em primeiro lugar, com 26 registros está a lombalgia com ciática, em segundo os transtornos de discos lombares e de outros discos intervertebrais com radiculopatia com 25 registros, em terceiro os transtornos internos de joelho com 18 registros, em quarto com 16 registros os episódios depressivos graves com sintomas psicóticos e, em último está a dor lombar baixa com 13 registros.

Programa de Saúde Pública: duas dissertações movimentam Escola na segunda-feira (25/4)

No dia 25 de abril, duas dissertações, uma de mestrado acadêmico e outra de profissional, ambas do Programa em Saúde Pública, serão apresentadas na ENSP. Os trabalhos abordam o papel da Fiocruz Brasília e a tragédia de uma escola em Realengo, no Rio de Janeiro. Confira os títulos, alunos e orientadores de cada trabalho.

Cursos de Inverno: mudanças nos procedimentos de matrícula para alunos ENSP

Na próxima segunda-feira, dia 25, iniciam-se as inscrições para os interessados nos Cursos de Inverno oferecidos pelos Programas de Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente, e Epidemiologia em Saúde Pública. Os responsáveis pelos alunos de mestrado e doutorado da ENSP alertam sobre as mudanças nos procedimentos para a matrícula desses alunos nos cursos de inverno 2016, sugerindo a leitura do documento que está disponível na Plataforma SIGA, no link de cada um dos programas. A matrícula dos alunos da ENSP deverá, obrigatoriamente, ser realizada no período de 25 de abril a 6 de maio. Matrículas após este prazo não serão aceitas. 

Copyright 2006 ENSP/FIOCRUZ. Todos os direitos reservados.