Ministério da Saúde

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca

Pós-Graduação em epidemiologia em saúde pública

O Programa de Epidemilogia iniciou suas atividades em 2007 e tem seus cursos credenciados pela Capes. Saiba mais

Destaque

Pesquisa analisa índice de massa corporal em profissionais brasileiros

No dia 3 de março, apresentação de mestrado acadêmico em Epidemiologia em Saúde Pública Social network analisys of body mass indeces in a cohort of Brazilian professionals, por Daniel Camargo Stokes, a partir das 9 horas, na sala de reuniões do Programa de Computação Científica (Procc/Fiocruz). 

ENSP recebe o economista Carlos Lessa na abertura de seu ano letivo

Para iniciar o ano letivo de 2016, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca vai debater A cidade e a Saúde em sua aula inaugural. A atividade, marcada para o dia 9 de março, a partir das 13h30, contará com a palestra do economista e ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), Carlos Lessa, que presidiu a instituição durante o governo Lula no ano de 2003. A aula magna marca o começo das atividades dos quatro Programas de Pós-Graduação da Escola: Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente, Epidemiologia em Saúde Pública e Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva. O evento é aberto a todos os interessados e não necessita de inscrição prévia.

Conselho da Fiocruz aprova orçamento 2016 e reafirma não haver política de demissões

Após mais um movimento de pressão do coletivo de trabalhadores da Fiocruz - formado por servidores, terceirizados, alunos e bolsistas -, aos gestores da instituição, o Conselho Deliberativo da Fundação ratifica que não haverá política de demissões em decorrência das limitações orçamentárias nos termos do Decreto n. 8.540/2015. Após o CD nos dias 28 e 29/1 para apreciar o orçamento de 2016, a Presidência da Fiocruz reafirmou que "as necessárias economias a serem realizadas não devem recair sobre os trabalhadores terceirizados". No dia 28, os integrantes do coletivo realizaram o enterro simbólico do decreto e, depois, seguiram em marcha até a Residência Oficial da Fiocruz para entregar o abaixo-assinado com mais de mil assinaturas pela suspensão imediata das demissões na Fundação. Além dos cortes, o coletivo pressiona a instituição na busca pela reversão das demissões já implementadas e, ainda, fomenta a criação de espaços institucionais de decisões participativas.

Uso de crack em cenas abertas e justiça criminal: tema de pesquisa da ENSP

"No Brasil, o consumo de crack adquire dimensão expressiva, principalmente devido à sua visibilidade enquanto comportamento observável em cenas abertas de tráfico e consumo e também por despertar certo incômodo social, aparentemente pelo fato de os usuários serem de classe social mais empobrecida/marginalizada, fazerem uso em locais públicos e devido à associação (continuamente reforçada pelo senso comum e pelos meios de comunicação) com  problemas relacionados à violência e criminalidade nas grandes cidades". A constatação é da aluna de doutorado em Epidemiologia em Saúde Pública da ENSP Lidiane da Silveira Gouvea Toledo. Sua tese teve por objetivo analisar a inter-relação entre o uso de crack e similares em cenas abertas e envolvimento com a justiça criminal no Rio de Janeiro, de 2011 a 2013. Acredita a aluna que o consumo de crack em cenas abertas parece constituir, antes de tudo, uma questão urbana de ordem e gestão do espaço público, onde estratégias inovadoras da gestão, aliadas a redução de danos, são esforços necessários para melhorar a qualidade de vida dos indivíduos que interagem com as cenas e a da comunidade em geral.

Documentos

Copyright 2006 ENSP/FIOCRUZ. Todos os direitos reservados.