Ministério da Saúde

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca

Pós-Graduação em epidemiologia em saúde pública

O Programa de Epidemilogia iniciou suas atividades em 2007 e tem seus cursos credenciados pela Capes. Saiba mais

Destaque

Doutorado: inscrições para 2ª entrada terminam em 9/5

Estão abertas as inscrições do processo seletivo para a 2ª entrada dos candidatos ao Doutorado dos Programas de Pós-graduação em Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente e Epidemiologia em Saúde Pública (Seleção 2014) da ENSP. As inscrições estarão abertas até o dia 9 de maio de 2014, e devem ser feitas exclusivamente pela Plataforma Siga. Acesse os editais e confira o cronograma e as etapas de seleção de cada programa.

Imprensa destaca estudo da ENSP sobre tuberculose

O portal A crítica de Manaus destacou a pesquisa do aluno de mestrado em Epidemiologia em Saúde Pública da ENSP Paulo Victor de Sousa Viana, sobre a tuberculose no Brasil, em reportagem divulgada no dia 27/4. O estudo apontou que apesar da incidência e da mortalidade por tuberculose no Brasil terem reduzido entre 20% e 30% nos últimos 20 anos, ainda são notificados em média 80 mil casos e 4 mil óbitos anualmente no país.

Aumenta em 10% a incidência de TB em indígenas

A tuberculose (TB) se mantém como um dos principais problemas de saúde no Brasil, atingindo principalmente os povos indígenas. Para descrever a situação epidemiológica da doença, segundo raça/cor no Brasil, o aluno do mestrado em Epidemiologia em Saúde Pública, Paulo Victor de Sousa Viana avaliou os casos novos de TB notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). No período de 2008-2011, foram notificados 278.674 casos novos no Brasil, correspondendo a uma incidência média de 36,7/100.000 habitantes. Segundo raça/cor, as taxas revelam que os indígenas apresentaram as maiores incidências, registrando-se aumento de 95,4/100.000 em 2008 para 104/100.000 em 2011,  um incremento de aproximadamente 10%. Houve predomínio de casos em doentes homens, e na faixa de 20 a 44 anos em todas as categorias de raça/cor. 

Quantos usuários de crack e/ou similares existem nas capitais brasileiras? Resultados de um inquérito nacional com a utilização da metodologia Network Scale-Up

No dia 16 de abril, defesa de tese de doutorado em Epidemiologia em Saúde Pública Quantos usuários de crack e/ou similares existem nas capitais brasileiras? Resultados de um inquérito nacional com a utilização da metodologia Network Scale-Up, por Neilane Bertoni dos Reis, na sala 405 da ENSP, a partir das 13h30.

Documentos

Copyright 2006 ENSP/FIOCRUZ. Todos os direitos reservados.