Ministério da Saúde

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca

Pós-Graduação em epidemiologia em saúde pública

Antropologia dos Povos Indígenas (DEESP.010.1)

Disciplina de natureza Teórica de nível Doutorado Acadêmico, com carga horária de 90 horas e 3 créditos.

Número de vagas: 20

Data de início: 13/04/2020

Data de término: 17/04/2020

Pré-requisitos

Nenhum item vinculado.

Professores
NomeAtuação
James Robert WelchResponsável
Carlos Everaldo Alvares Coimbra JuniorResponsável
Horários

Nenhum horário vinculado.

Áreas de Concentração

Nenhuma área vinculada.

Ementa

A disciplina visa apresentar uma introdução aos estudos dos povos indígenas no Brasil. Abordará aspectos teóricos e etnográficos, com foco tanto nas relações históricas e contemporâneas dos povos indígenas com a sociedade nacional envolvente como também em questões etnológicas relacionadas à organização social e parentesco, cosmologia e ritual, entre outros. Particular atenção será dada ao tema da antropologia da saúde e da doença e suas interfaces com as políticas públicas.

Bibliografia

Coimbra Jr., Carlos E.A. et al. (Organizadores). Epidemiologia e Saúde dos Povos Indígenas no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2003.

Fausto, Carlos. 2000. Os Índios antes do Brasil. Rio de Janeiro: Zahar.

Urban, Greg. 1992. A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas. Em: Manuela Carneiro da Cunha (Org.). História dos Índios no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, pp. 87-102.

Seeger, Anthony, Roberto da Matta e Eduardo Viveiros de Castro. (1979). A construção da pessoa nas sociedades indígenas brasileiras. Em: J. P. Oliveira-Filho (Org.). Sociedades Indígenas e Indigenismo no Brasil. Rio de Janeiro: Editora da Universidade Federal do Rio de Janeiro/Marco Zero, pp. 11-29.

Copyright 2006 ENSP/FIOCRUZ. Todos os direitos reservados.