link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
AVALIAÇÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA EM GRANDES CENTROS URBANOS

Departamento: não informado

Programa de pós-graduação: SAÚDE PÚBLICA

Linha: ENSINO

Grupo: ANÁLISE E AVALIAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E DE SAÚDE

Subárea de Conhecimento: Saude Publica

Descrição do projeto:
II. OBJETIVOS
Objetivo Geral
Apoiar a institucionalização de um sistema de monitoramento e avaliação da Atenção Básica e da estratégia de Saúde da Família no que concerne à conversão do modelo de atenção, redução das desigualdades no acesso/ utilização de serviços e melhoria da situação de saúde da população.

Objetivos Específicos

 Realizar estudo transversal e constituir linha de base do universo de 22 municípios do lote “Sudeste 2” no momento inicial do PROESF, compreendendo indicadores que expressem as condições relevantes para análise dos efeitos da intervenção quanto à conversão do modelo de atenção, à redução das desigualdades no acesso/ utilização de serviços e ao desempenho sobre o sistema e situação de saúde da população;
 Identificar e analisar os condicionantes dos resultados da estratégia da Saúde da Família nos municípios, ou seja, as condições estruturais dos municípios, trajetória das políticas e dos sistemas de saúde municipais, a trajetória e características do PSF nos municípios;
 Caracterizar os municípios segundo os modelos de atenção básica e de PSF observados;
 Realizar estudos de casos em quatro municípios do lote selecionados visando analisar as práticas de Saúde da Família junto aos gestores, equipes de saúde e usuários;
 Elaboração de banco de dados da produção científica sobre atenção básica e saúde da família;
 Produzir relatório síntese de processos municipais do conjunto dos municípios estudados no Estado do Rio de Janeiro;
 Produzir relatórios por município com recomendações gerais sobre o modelo de atenção observado;
 Produzir artigos para divulgação dos resultados e avaliação da metodologia empregada, com especial foco no acompanhamento de condições traçadoras para riscos definidos.

III. METODOLOGIA

O desenho do estudo de linha de base a ser realizado nos municípios selecionados referido ao ano 2002, bem como a elaboração da proposta metodológica para monitoramento e avaliação do impacto do PROESF se orientam por três questões-chave, cuja formulação traduz a preocupação com os resultados da expansão da estratégia da Saúde da Família no âmbito nacional e parte dos propósitos dessa estratégia, considerando o seu papel para a concretização dos princípios do Sistema Único de Saúde. Seguem as três questões-chave:

 O PSF propicia a conversão do modelo de atenção no que concerne à concretização do princípio do SUS de integralidade da atenção, em seus vários sentidos?
 O PSF propicia a melhoria das condições e redução das desigualdades no acesso e utilização das ações e serviços de saúde?
 O PSF propicia a melhoria do desempenho do sistema de saúde e da situação de saúde da população?

Natureza: não informado

Ano do início do projeto: 2005

Ano do fim do projeto: 2007

Coordenador: MARIA HELENA MAGALHÃES DE MENDONCA

 
Quinta, 21 de Novembro de 2019

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube Soundcloud

BAIXE O APP DA ENSP

Google Play Store Apple App Store

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.