link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
Avaliação e Gerenciamento de Risco em Populações Expostas ao Amianto e Fibras Alternativas

Departamento: não informado

Programa de pós-graduação: SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE

Linha: ENSINO

Grupo: AMBIENTE, SAÚDE E CIDADANIA

Subárea de Conhecimento: 4.06.02.00-1

Descrição do projeto:
Introdução: o amianto é uma substância reconhecidamente cancerígena, banido em mais de 42 países, largamente utilizado no país como matéria-prima em diversos ramos da indústria. Nossa realidade vem revelando os inúmeros casos de adoecimento e mortes, causadas pelo uso desta substância, como a asbestose, câncer de pulmão e mesotelioma. Atualmente no país, discute-se o banimento do amianto como a única forma de reduzir drasticamente as doenças relacionadas nos próximos 40 anos. Pretende-se com este estudo avaliar o potencial de genotoxicidade do amianto através do ensaio do cometa e em micronúcleo de células da mucosa bucal, bem como avaliar a carcinogenicidade química das fibras alternativas ao amianto. Estas informações compõem o modelo de avaliação de risco do EPA, contribuindo com as etapas da identificação do perigo, dose- resposta e caracterização do risco para a posterior comunicação do risco. O resultado do projeto poderá compor o arsenal necessário para a tomada de decisão no campo da Vigilância Ambiental em Saúde no Brasil.

Objetivo: fornecer subsídios para as ações de Vigilância em Saúde e Ambiente relacionadas ao amianto no nível macroambiental e no nível biológico e de prevenção na questão das fibras alternativas.

Metodologia: a pesquisa será realizada com a população que frequenta rotineiramente o ambulatório de pneumologia do CESTEH/ENSP/FIOCRUZ.
A população de estudo será composta por trabalhadores expostos ocupacionalmente.
Para o seu desenvolvimento será utilizado a metodologia de avaliação e gerenciamento de risco da EPA ( Environmental Protection Agency). Esta metodologia é um procedimento utilizado para sintetizar as informações disponíveis e os julgamentos sobre as mesmas com o objetivo de estimar os riscos associados à exposição aos agentes perigosos e consta de quatro etapas básicas : identificação do perigo, avaliação da relação dose-resposta, avaliação da exposição e caracterização do risco. A estimativa é expressa em termos probabilísticos, variando entre 0 (zero) e 1 (um). Na etapa de avaliação do risco será realizada a identificação do perigo e dose resposta para as fibras alternativas avaliando sua carcinogenicidade química, através do método de química quântica.
A etapa de comunicação do risco seguirá a metodologia proposta pela EPA ( Environmental Protection Agency) com a realização de oficinas de trabalho.
Será elaborado material como orientação para a população geral quanto a exposição, manuseio e descarte do amianto.

Natureza: não informado

Ano do início do projeto: 2006

Ano do fim do projeto: 2008

Coordenador: HERMANO ALBUQUERQUE DE CASTRO

 
Domingo, 17 de Novembro de 2019

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube Soundcloud

BAIXE O APP DA ENSP

Google Play Store Apple App Store

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.