link para a página principal do portal
Tamanho da Letra   menor ou maior
formulário de busca
Análise Custo-Utilidade de alternativas para o problema das Fraturas de Fêmur osteoporóticas no Brasil

Departamento: não informado

Programa de pós-graduação: SAÚDE PÚBLICA

Linha: ENSINO

Grupo: AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA EM SAÚDE

Subárea de Conhecimento: Ciências da Saúde

Descrição do projeto:
Metodologia:
a-a delimitação do que a evidência científica aponta como atenção de qualidade e a estimativa de sua eficácia/efetividade para a fratura de fêmur em mulheres acima de 50 anos (FF), incluindo a análise de estudos e a análise/elaboração de revisões sistemáticas sobre os efeitos das tecnologias terapêuticas envolvidas;
b-a atualização/elaboração de revisões sistemáticas relativo a tecnologias anti-osteoporose;
c-a utilização da análise custo-efetividade anteriormente realizada, para tecnologias anti-osteoporose relevante versus a atenção expectante (atendimento aos casos de fratura apenas) corrente no SUS.;
d-a estimativa de anos de vida ajustados por qualidade (QALYs) em (utilidade) população brasileira, correspondentes às alternativas consideradas (objetivo 1 e 2);
e-a estimativa do custo incremental das alternativas consideradas frente à atenção expectante à fratura de fêmur corrente no SUS;
f-Estimativa das razões de custo- efetividade e do custo-utilidade das diferentes alternativas analisadas frente ao atendimento expectante corrente à fratura, em população brasileira atendida pelo SUS (objetivo 1 e 2).
Serão comparados os diferenciais de custo (custo incremental), de efetividade (desfecho: fratura de fêmur) e de utilidade (anos de vida ajustados por qualidade), tomando como referência principal a atenção expectante de qualidade corrente no SUS.
Objetivo:
O presente trabalho pretende comparar (rankear) os custos por QALY para alternativas de intervenção na osteoporose versus a atenção expectante, corrente no SUS.
Pretende ainda estimar o custo incremental por QALY de uma atenção de qualidade satisfatória, mais efetiva, segundo as evidências científicas existentes, para a fratura do fêmur em mulheres acima de 50 anos versus a atenção expectante corrente no SUS.

Natureza: não informado

Ano do início do projeto: 2006

Ano do fim do projeto: 2007

Coordenador: LETICIA KRAUSS

 
Terça, 23 de Abril de 2019

ENSP NA WEB

facebook twitter Instagram youtube Soundcloud

BAIXE O APP DA ENSP

Google Play Store Apple App Store

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,
que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.


Creative Commons License

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.