1. Paleoparasitologia, ciência na qual os mortos ensinam os vivos, celebra 40 anos

    A ENSP realizou seminário comemorativo de 40 anos da Paleoparasitologia. Durante a celebração, houve a inauguração da Coleção Paleoparasitológica e de Fezes Recentes de Animais, que passa a compor o acervo das grandes coleções institucionais da Fiocruz. Para a curadora da Coleção, Marcia Chame, por meio desssa iniciativa, o material, testemunho de tempos pré-históricos, irrecuperável, ganha mais visibilidade e oferece a todos os pesquisadores oportunidade de desvendar novos segredos e descobertas. As apresentações estão disponíveis no Canal da ENSP, no Youtube.

  2. Ceensp debateu saúde coletiva em diálogo com as epistemologias do Sul

    No dia 30/1, o Núcleo de Ecologias, Epistemologias e Promoção Emancipatória da Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Neepes/ENSP/Fiocruz) promoveu a primeira sessão de 2019 do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP (Ceensp). A atividade aconteceu na sala 410 da ENSP e fez parte da segunda edição do curso de verão Saúde Coletiva em Diálogo com as epistemologias do Sul, apoiado pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública.

  3. Prorrogadas as inscrições para o Curso de Especialização em Qualidade em Saúde e Segurança do Paciente

    Prorrogadas as inscrições do Curso de Especialização em Qualidade em Saúde e Segurança do Paciente da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) até 11/3. O curso, na modalidade de educação a distância, terá início em julho de 2019 e formará profissionais que atuam em hospitais, na gestão da qualidade e na vigilância sanitária.

  4. Pesquisador comenta reavaliação toxicológica do glifosato

    A BBC Brasil publicou reportagem na terça-feira sobre o anuncio da reavaliação toxicológica da Anvisa em relação ao glifosato, o agrotóxico mais usado no Brasil e no mundo. O parecer não aponta evidências científicas de que ele cause câncer, mutações ou má formação em fetos. Ouvido pela reportagem, o pesquisador Luiz Cláudio Meirelles, da ENSP, aposta que o glifosato seguirá os mesmos caminhos do DDT, que hoje é proibido mundialmente. A reportagem foi republicada no Portal G1Confira.

  5. Emenda destina recursos à infraestrutura de ensino da ENSP

    A ENSP foi contemplada com a Emenda de Apropriação de Despesa nº 14680012, de autoria do deputado Chico Alencar, que dispõe sobre a “Modernização da Infraestrutura de Ensino”. Seu objetivo é fortalecer as ações de educação viabilizando investimentos para modernização das salas de aulas, laboratórios de informáticas, salas de videoconferências e alojamentos. A Vice-Direção de Ensino será responsável pelo planejamento e aplicação do recurso. 

  6. Pós-Graduação abre eleição para nova coordenação geral das modalidades acadêmica e profissional

    Os programas de Pós-Graduação em Saúde Pública Acadêmico e Profissional, da ENSP/Fiocruz, escolherão, por meio de processo eleitoral, suas respectivas Coordenação Geral e três representantes dos docentes para a Comissão de Pós-Graduação. Para que os membros do Colégio Eleitoral dos dois pleitos possam conhecer as propostas e diretrizes para o triênio 2019/2021, a ENSP promoverá, no dia 20 de março, das 13h às 16h30, na sala 410, debate com a presença de todos os candidatos. 

  7. Tese da ENSP analisa relação entre agrotóxicos e malformação congênita

    Nos países em desenvolvimento, especialmente aqueles com economias baseadas no agronegócio, como é o caso do Brasil, a extensiva utilização de agrotóxicos e fertilizantes químicos representa um grave problema de saúde pública. Diversos compostos químicos sintéticos usados como agrotóxicos apresentam capacidade de desregulação do sistema endócrino humano. Analisar essa relação em estados brasileiros com grande produção de commodities foi o objetivo da tese da aluna do doutorado em Saúde Pública da ENSP,  Lidiane Silva Dutra, sob orientação do pesquisador Aldo Pacheco Ferreira.