1. Palestra de Paulo Gadelha inicia mestrado profissional em Justiça e Saúde

    O ex-presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, será o palestrante da aula inaugural do mestrado profissional em Justiça e Saúde, fruto da parceria entre a Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj) e a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz). Na ocasião, Gadelha falará sobre "Os Desafios da Contemporaneidade na Saúde Pública", em atividade que terá presença da presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, do diretor-geral da Emerj, Ricardo Rodrigues Cardozo, e do diretor da ENSP/Ficoruz, Hermano Castro. O evento será realizado na segunda-feira (24/4), às 19 horas, no auditório da Emerj.

  2. Representantes da Fiocruz se reuniram com subsecretário de Segurança

    Na tarde de ontem (19/4), representantes da Fiocruz oram recebidos pelo subsecretário de Comando e Controle da Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro, Rodrigo Alves, e expuseram a grave situação vivida nos últimos meses em Manguinhos, destacando as consequências dos confrontos nas comunidades e os riscos às vidas tanto dos moradores quanto dos trabalhadores, estudantes e usuários dos serviços prestados pela instituição. A reunião representou uma abertura de diálogo, durante a qual os representantes do governo ressaltaram a importância das informações levadas pela Fiocruz e consolidadas em documento entregue em mãos.

  3. Nota de falecimento

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) lamenta o falecimento de Leila Lemos, irmã da pesquisadora Sheila Lemos, do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde, e que também atuou na ENSP, Diplan e Presidência da Fiocruz. O sepultamento será às 15 horas, na Capela 6, do Cemitério São João Batista.

  4. CEPs da Fiocruz criticam projeto de lei sobre pesquisa clínica

    Recentemente aprovado pelo Senado e encaminhado para apreciação da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 7082/2017 (PLS 200/2015), que dispõe sobre princípios, diretrizes e regras para a condução de pesquisas clínicas em seres humanos por instituições públicas ou privadas, é motivo de críticas entre a comunidade científica da Fundação Oswaldo Cruz. Entre as principais preocupações estão as devidas responsabilidades legais daqueles que não observam as normas éticas e a vulnerabilidade dos participantes e pesquisadores envolvidos nos processos da pesquisa científica.

  5. Seminário debaterá presente e futuro da saúde e saneamento no Brasil

    Buscando um olhar crítico sobre o presente e o futuro do saneamento e da saúde ambiental em nosso país frente aos novos e persistentes desafios que se colocam, o Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP vai realizar um grande seminário nos dias 24 e 25 de abril no salão internacional da Escola. O encontro é voltado para professores, pesquisadores, gestores, profissionais de todas as áreas, estudantes e também a sociedade civil de forma geral, que estão convidados a participar da discussão sobre os cenários e as perspectivas em saúde, saneamento e ambiente e ainda contribuir para o intercâmbio de conhecimentos nesta área temática. Para participar é necessário realizar inscrição até o dia 23/4. O Seminário emitirá certificado de participação. 
     

  6. Defesas de mestrado profissional em saúde pública na ENSP

    No dia 20 de abril, duas defesas de mestrado profissional em Saúde Pública na ENSP: às 9h, Avaliação dos usos e influências do conhecimento proveniente de pesquisas financiadas pelo Ministério da Saúde sobre a subagenda Alimentação e Nutrição; às 13h, Avaliação da implantação do Sistema de Acompanhamento, Controle e Avaliação de Resultados da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde. Confira. 

  7. Revista do Next aposta em novo modelo de comunicação científica surgido no ambiente digital

    Revista Para-Acadêmica do Núcleo de Experimentação em Tecnologias Interativas (Next/ENSP) - versão Beta - é um dos primeiros resultados da pesquisa, vinculada ao projeto da Capes (MCTI/CNPQ/MEC/CAPES Nº 22/2014), de criação de um protótipo de revista que contemple novas práticas e processos de construção do conhecimento e de comunicar a ciência. A publicação é considerada para-acadêmica por se situar na fronteira com a academia.

  8. Comissão de Avaliação de Livros da Capes está reunida na ENSP para analisar produção do último quadriênio

    Desde o dia 17 de abril, a Comissão de Avaliação de Livros da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) está reunida na ENSP para avaliar toda a produção de professores e alunos dos Programas de Pós-Graduação na área de saúde coletiva do último quadriênio: 2013-2016. Inicialmente, a ideia é não só classificar as editoras de acordo com os critérios estabelecidos pela área, mas também estender essa classificação a produções segundo a diversidade institucional dos autores das coletâneas, a diversidade regional, os critérios de avaliação da produção por pares, o recebimento de prêmios, entre outros.

  9. ENSP suspende aulas por causa da violência; Fiocruz convoca ato

    Trabalhadores, estudantes, pesquisadores, moradores de Manguinhos e usuários do Centro de Saúde da ENSP estiveram reunidos na tarde de quarta-feira, 19 de abril, para discutir o aumento da violência na região. As incursões policiais nas favelas ao redor da Fiocruz têm trazido, como consequência, a morte de inocentes, além de alterar drasticamente o cotidiano da instituição. Na manhã do mesmo dia, um jovem de 19 anos, filho de uma liderança de Manguinhos - que é ex-bolsista de um projeto da ENSP -, foi baleado pelas costas. Diante da vulnerabilidade de todos, a assembleia extraordinária decidiu suspender as aulas até terça-feira, dia 25, quando será realizado grande ato, puxado pela Fiocruz e pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio - alvejada na semana passada e que também paralisou as atividades acadêmicas. A proposta é realizar ações ao longo desses dias e mobilizar toda a comunidade da Fiocruz, dos territórios ao redor e a mídia para chamar atenção das diversas formas de violência que atingem não só o campus da Fundação e seu entorno, mas a sociedade brasileira como um todo. 

  10. Defesas de mestrado em epidemiologia na ENSP

    No dia 19 de abril, duas defesas de mestrado em Epidemiologia em Saúde Pública acontecerão na ENSP. A primeira, marcada para as 9h30, falará sobre comorbidade em mulheres com câncer de mama. Já na parte da tarde, às 13h30, o trabalho defendido será sobre a associação entre migração e perfil nutricional em participantes do projeto Elsa-Brasil. Confira.