1. Reeleito, Hermano Castro toma posse durante semana comemorativa dos 117 anos da Fiocruz

    Em comemoração ao seu aniversário de 117 anos, a Fiocruz, durante quatro dias, promoverá palestras, oficinas, mostras científicas, apresentações artísticas e ações de prevenção e promoção a saúde. A programação especial inclui ainda a posse dos diretores eleitos nas unidades da Fundação, na segunda-feira, dia 29 de maio, às 11 horas, na Tenda da Ciência. Com resultado homologado em 11 de maio, Hermano Castro foi reeleito diretor da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz)  para o quadriênio 2017-2021.

  2. Direitos Humanos e Saúde: ENSP lança publicação sobre mestrado no Nordeste

    O Departamento de Direitos Humanos, Saúde e Diversidade Cultural da ENSP/Fiocruz lançará, nesta segunda-feira (29/5), o livro Direitos Humanos e Saúde: construindo caminhos, viabilizando rumos, às 14 horas, no salão internacional. Fruto do mestrado profissional em Direito e Saúdede, um exitoso projeto de formação no município de Vitória da Conquista, na Bahia, o livro é uma produção do Cebes e alia experiências vivenciadas no percurso acadêmico dos alunos nos campos da saúde e da ciência jurídica na região. O evento é aberto aos interessados.
     

  3. Projeto da Capes leva doutorado em Saúde Pública ao Pará

    Após longo processo de negociação, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aprovou a criação do Doutorado Interinstitucional em Saúde Pública, elaborado pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) - instituição promotora - em parceria com a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) - instituição receptora. Oferecido pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, da ENSP/Fiocruz, o Dinter formará doutores em uma região ainda carente de programas de pós-graduação em saúde pública e criará condições para o desenvolvimento de futuros cursos nesse campo. Na ENSP, a coordenação é dos pesquisadores Carlos Machado de Freitas e Rosely Magalhães; na Unifesspa, a responsável é a doutora Joseane Carvalho Costa. As inscrições estão abertas até 12 de junho de 2017 e devem ser feitas na Plataforma Siga Stricto Sensu Fiocruz.
     

  4. Pesquisador fala sobre a política brasileira de combate às drogas

    Na semana em que o governo de São Paulo fez uma operação violenta para acabar com a Cracolância na capital paulista, o professor e pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), Dênis Petuco, fala sobre a política brasileira de combate às drogas, que prioriza a repressão e não a prevenção. Na entrevista, Dênis também fala sobre os caminhos alternativos para este combate, a política de redução de danos, aborda a questão da legalização das drogas no Brasil e a carga moral que está envolvida nesse debate. Segundo ele, o usuário de crack talvez seja a mais brutal face da miséria urbana na contemporaneidade. 

  5. Presidência da Fiocruz repudia violência em Manguinhos

    Segundo informações obtidas pela área de Segurança da Coordenação-Geral de Infraestrutura dos Campi (Cogic), Wilson Mello de Oliveira, irmão dos trabalhadores da Fiocruz Ubirajara Cosme Mello de Oliveira, do Serviço de Informação e Estatística do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, e Marcos Antônio Mello da Silva, que atua na Portaria do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), morreu durante a operação policial que está sendo realizada desde do início da manhã de hoje (26/5) nas comunidades Mandela I e Mandela II. 

  6. Ciclo de Debates discutiu violência nos territórios

    "Como se promove saúde num lugar em que de 180 dias só 9 não tiveram tiroteio?" A pergunta sem resposta, provocação que nos faz refletir - ainda que por breve momento - sobre a tragédia social que nos cerca, foi feita por um dos integrantes da mesa "Movimentos Sociais e garantias dos direitos", do XII Ciclo de Debates - conversando sobre a  Estratégia de Saúde da Família. Realizado no dia 17 de maio, o debate contou com a participação de Rafael Calazans, ex-aluno da Escola Politécnica e integrante do coletivo Papo Reto; André Lima, do Conselho Gestor Intersetorial de Manguinhos e do projeto Teias; e Franciele Campos, também integrante do CGI. A coordenação ficou por conta de Teresa Neves, pesquisadora da ENSP. Em tempos de aumento da violência e crise da democracia, foi uma oportunidade para se escutar aqueles que cresceram nos territórios de exclusão e trilharam seus caminhos  na intersecção dos campos da saúde e dos movimentos sociais. 

  7. Webconferência debaterá acidentes de trabalho graves e fatais em menores de 18 anos

    Na próxima terça-feira, 30 de maio, será realizada mais uma webconferência fruto da parceria entre o Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), através Rede Universitária de Telemedicina (RUTE). Com o tema Acidentes de trabalho graves e fatais em menores de 18 anos, a webconferência contará com a participação da coordenadora Estadual de Saúde do Trabalhador de São Paulo, Simone Alves dos Santos. A webconferência terá início às 14 horas e os interessados devem assistir, enviar perguntas, dúvidas ou sugestões através do endereço https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/rutesigsaudedotrabalhador

  8. Redução de danos no uso de drogas é tema de seminário na ENSP

    Nos dias 29 e 30 de maio, a Fiocruz promoverá o Seminário Internacional Cenários da Redução de Danos na América Latina na Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), no Rio de Janeiro. O evento é dedicado à troca de experiências sobre estratégias para prevenção de doenças que decorrem do uso de drogas. O conceito de 'redução de danos' surgiu na década de 1990, quando diversos países latino-americanos passaram a desenvolver programas de troca de seringas entre pessoas que faziam uso de drogas injetáveis, como parte de suas respostas frente à epidemia de HIV/Aids. Organizado pelo Programa Institucional Álcool, Crack e outras Drogas da Presidência da Fundação Oswaldo Cruz (PACD/Fiocruz), o seminário contará com a presença de pesquisadores, profissionais e ativistas envolvidos com redução de danos no Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina, Colômbia, Porto Rico e Costa Rica.