1. Fiocruz coordena Observatório Nacional de Mudanças Climáticas

    Preocupado com as mudanças climáticas e suas repercussões sobre a saúde no Brasil, o Ministério da Saúde solicitou que a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP) e o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict), unidades da Fiocruz, criassem o Observatório Nacional de Mudanças Climáticas com o objetivo de reunir dados sobre clima, saúde, meio ambiente, socioeconômicos e demográficos, gerados por diversas instituições para estabelecer uma rede cooperativa a fim de discutir propostas e desenvolver estratégias para a área.

  2. Plano de Monitoramento do Complexo Petroquímico do RJ tem resultados preliminares

    O I Seminário do Plano de Monitoramento Epidemiológico do Processo de Implantação do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) será realizado em Niterói, Rio de Janeiro, nos dias 18 e 19/06. A ENSP, por intermédio do Departamento de Endemias Samuel Pessoa, é responsável por acompanhar, monitorar e analisar a situação de saúde nos 11 municípios envolvidos na implantação do Comperj. Durante o evento, serão apresentados os primeiros resultados do Plano de Monitoramento.

  3. Seminário apresenta e discute Programa Pró-Equidade de Gênero

    O Seminário de Adesão ao Programa Pró-Equidade de Gênero reuniu lideranças comunitárias e representantes de órgãos governamentais na sexta-feira (8/05), no Auditório Térreo da ENSP. Pouco antes, a ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), Nilcéa Freire, e o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, assinaram o termo de adesão da Fiocruz ao Programa da SPM, do governo federal. O seminário foi iniciado com a mesa de abertura Adesão ao Programa Nacional Pró-Equidade de Gênero da Fiocruz.

  4. Violência de gênero e violência simbólica ainda precisam ser enfrentadas

    Para finalizar a solenidade de adesão da Fiocruz ao Programa Pró-Equidade de Gênero, na tarde de sexta-feira (8/05), a ENSP organizou a mesa-redonda Modelos Hegemônicos de Gênero: armadilhas para a saúde pública, para tratar das questões de gênero em uma perspectiva relacional e suas aplicações nos serviços de saúde às vítimas da violência. Os palestrantes trataram da intolerância, da judicialização da saúde e dos diversos campos de pesquisa e ação. Confira as apresentações e o áudio da palestra na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  5. Fiocruz assina termo de adesão a Programa Pró-Equidade de Gênero

    "O Programa Pró-Equidade de Gênero é minha menina dos olhos, e tenho um carinho especial com o trabalho realizado ao longo dos anos", afirmou a ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), Nilcéa Freire, na solenidade de adesão da Fiocruz ao Programa e lançamento da Cartilha da ENSP sobre a Lei Maria da Penha, que ocorreu na manhã de sexta-feira (8/05), no Auditório Térreo da Escola. A ministra considera a adesão da Fiocruz uma das mais importantes para o programa, por conta da história que a Fundação tem junto à sociedade brasileira. Confira, na Biblioteca Multimídia da ENSP, os áudios do evento desta sexta-feira.

  6. Pesquisa analisa qualidade sanitária das areias de praias da Baía de Guanabara

    A preocupação com as praias do entorno da Baía de Guanabara não fica restrita apenas à água. A qualidade sanitária das areias está sendo analisada a partir de um estudo realizado pela bióloga Jane da Costa Valentim Rego, que resultará em sua dissertação de mestrado com orientação da pesquisadora do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA/ENSP) Adriana Sotero Martins. A pesquisa avalia a qualidade das areias de praias da Ilha do Governador e de Paquetá. Em resultados preliminares, foram constatadas as presenças de coliformes, fungos e outros parasitas que afetam a saúde humana.