1. Estudo sobre origem e evolução das parasitoses é aprovado em edital que promove intercâmbio entre Brasil e França

    O pesquisador Adauto Araújo, da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz), teve o projeto Paleoparasitologia e o ADN antigo aprovado no Programa Capes/Cofecub, que promove a realização do intercâmbio científico entre instituições de ensino superior do Brasil e da França e a formação de recursos humanos de alto nível nos dois países. O estudo trata da origem e evolução das parasitoses ao longo do tempo, por meio das análises de amostras arqueológicas e paleontológicas, datadas desde o período jurássico até o passado recente, em busca de vestígios de parasitos. Ao todo, o edital selecionou 44 projetos conjuntos de pesquisa e parcerias universitárias. 

  2. Mato Grosso busca expertise da Fiocruz para solucionar problemas de saúde

    Com mais de três milhões de habitantes, Mato Grosso é o décimo-nono Estado mais populoso do Brasil. Porém, conta com graves problemas de saúde que vão desde a estruturação da ordem dos serviços prestados até doenças como paracoccidioidomicose, hanseníase ou tuberculose. Em busca de mudar este panorama, o secretário estadual de Saúde de Mato Grosso, Marco Aurélio Bertúlio, esteve na Fiocruz, no dia 15 de janeiro, para alinhavar uma parceria envolvendo diversas unidades da Fundação, entre elas a Escola Nacional de Saúde Pública, sendo recebido para uma reunião pelo diretor Hermano Castro e os pesquisadores Ziadir Coutinho e Carlos Coimbra Jr.

  3. Artigo que avalia Ambiente Virtual de Aprendizagem recebe prêmio internacional

    Com uma estratégia inovadora, o artigo Assessment of the use of online communities to integrate educational processes development teams: an experience in popular health education in Brazil foi premiado na Conferência Internacional e-Learning 2014, em Lisboa, Portugal. Escrito pelos pesquisadores da ENSP Elomar Barilli, Stenio de Freitas Barreto, Carla Moura e Marco Antonio Menezes, ele trata do levantamento e análise quanti-qualitativa do uso de Ambientes Virtuais no Programa de Qualificação em Educação Popular em Saúde - uma iniciativa da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde (Sgep/MS), em parceria com a ENSP e a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz).

  4. Reunião debaterá formação em Saúde Pública para Unasul

    De 10 a 12 de dezembro acontecerá, em Santiago do Chile, a Terceira Reunião da Rede de Escolas de Saúde Pública (Resp/Unasul) com a finalidade de debater os desafios da formação em Saúde Pública para a região. O encontro reunirá representantes dos 12 países que integram União de Nações Sul-Americanas. A comitiva brasileira que participará das atividades é composta pelo diretor da ENSP e secretário executivo da Resp, Hermano Castro, o vice-diretor da instituição, Frederico Peres, Caco Xavier e Francisco Salazar, da Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública, além de representantes do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz) e do Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde (Isags).

  5. Coordenador do Observatório Tuberculose Brasil da ENSP é novo secretário da Stop TB Brasil

    Nos dias 27 e 28 de novembro, na sede da Fiocruz Brasília, o coletivo da Parceria Brasileira contra a Tuberculose (Stop TB Brasil) se reuniu em uma assembleia comemorativa aos 10 anos da sua criação. Durante o evento, Carlos Basilia, coordenador de advocacy, comunicação e Mobilização Social do Observatório Tuberculose Brasil da ENSP, e membro do segmento ativismo da Parceria, foi eleito pelo como novo secretário executivo da Stop TB Brasil para o biênio 2015/2016.

  6. ENSP estabelece parceria para fortalecer ensino na África e América do Sul

    O vice-diretor de Escola de Governo em Saúde da ENSP, Frederico Peres, esteve, no mês de novembro, a Escola de Saúde Pública e Medicina Tropical da Universidade de Tulane, na cidade de Nova Orleans (EUA). A visita serviu para discutir uma parceria para o desenvolvimento de cursos e programas de formação em Saúde Pública na África e na América do Sul, além de possibilitar o intercâmbio discente e docente entre alunos e professores da Escola e da universidade americana.

  7. ENSP integra Fórum de Direito e Saúde da Emerj

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) tornou-se membro do Fórum Permanente de Direito e Saúde, estruturado pela Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj). Esse novo espaço ratifica uma parceria que ocorre desde 2002 entre as duas Escolas nos campos do direito e da saúde, além de ser um ambiente de formação e excelência em diversas áreas do saber jurídico. A ENSP será representada pelos pesquisadores Maria Helena Barros e Paulo Amarante. A primeira atividade do Fórum já está marcada para o dia 13 de novembro, às 9 horas, na palestra Direitos Humanos, Diversidade Cultural e Trabalho: uma nova dimensão do campo da saúde mental, a ser proferida por Paulo Amarante.

  8. ENSP homenageia professores com ingressos para o espetáculo Rei Lear

    Em homenagem ao Dia dos Professores, comemorado em 15 de outubro, a Direção da ENSP está presenteando os docentes dos programas da Escola (stricto e lato sensu e de Educação a Distância) com um par de convites para assistir ao espetáculo Rei Lear, escrito por William Shakespeare, e que traz o ator Juca de Oliveira no papel-título. A homenagem é destinada a todos os professores da Escola e viabilizada por intermédio da Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec), considerando a Lei Rounet de incentivo à cultura. Os docentes poderão assistir ao espetáculo com direito a levar um acompanhante gratuitamente.

  9. Confira a participação da ENSP na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

    A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) mobiliza a população em torno de temas e atividades de popularização da ciência, destacando sua importância para a vida de cada um e para o desenvolvimento do país. As atividades da semana começam na terça-feira, 14/10, e vão até o dia 19 de outubro. Este ano o tema central é Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social. A ENSP, claro, não poderia ficar de fora e seus pesquisadores estarão presentes na programação.

  10. Informação em saúde silvestre: sistema é premiado

    O Sistema de Informação em Saúde Silvestre (Siss-Geo) - uma ferramenta informatizada para o registro, em aparelhos mobile, de observações de animais no campo - acaba de ser premiado pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC), na categoria Saúde. O Siss é uma plataforma computacional essencial e inerente ao funcionamento do Centro de Informação em Saúde Silvestre (Ciss) da Fiocruz. Ele foi desenvolvido para registrar observações de animais na natureza, por parte de especialistas ou pela participação cidadã, e gerar alertas de eventos de emergência de doenças na fauna, com possível acometimento humano. O Ciss/Fiocruz é coordenado pela pesquisadora da ENSP, Márcia Chame, que também é responsável pelo Programa Institucional Biodiversidade e Saúde da Fundação.