1. Vida, saúde e trabalho nas escolas públicas

    Visando estimular o debate sobre as relações entre a vida, a saúde e o trabalho nas escolas públicas brasileiras, produzindo encontros virtuais entre os interessados no tema - em especial trabalhadores de educação e pesquisadores e profissionais de serviços de saúde -, a ENSP acaba de lançar o site Encontros sobre Vida, Saúde e Trabalho nas Escolas Públicas - Cap Escola, que busca ampliar esses diálogos, sendo fruto de uma parceria entre grupos de pesquisa da ENSP, Uerj, UFF, UFPB, UEPB e Unirio. Esse projeto está sob a responsabilidade da pesquisadora do Cesteh/ENSP Jussara Brito, junto com a professora da UFF Mary Yale Neves.

  2. Monitoramento do Comperj: ENSP e UFRJ se únem

    A ENSP, por meio do Plano de Monitoramento Epidemiológico da Área de Influência do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), firmou parceria com o Curso de Graduação em Saúde Coletiva da UFRJ para desenvolvimento de um estágio prático dos alunos na área contemplada pelo projeto. As atividades tiveram início em abril, e os graduandos estão utilizando as instalações do Observatório de Situações de Saúde de Cachoeiras de Macacu para a elaboração dos trabalhos.

     

  3. Cooperação tripartite envolve Cuba, Haiti e Brasil

    Representantes do Ministério da Saúde Pública e da População do Haiti (MSPP) e representantes do Ministério da Saúde do Brasil, além de pesquisadores brasileiros da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), participaram de uma oficina organizada pela Cooperação Tripartite Brasil-Cuba-Haiti, entre 9 e 12 de maio, no Rio de Janeiro. No encontro, foram discutidos os seguintes temas: o material didático de um curso para epidemiologistas que acontecerá em julho, no Haiti, e o aprimoramento dos sistemas de informação de saúde.

  4. ENSP vai preparar acreditação em saúde para a Aeronáutica

    A ENSP assinou na terça-feira (15/5) contrato com o Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA), com o objetivo de preparar e planejar a acreditação em sete Organizações de Saúde da Aeronáutica (OSA). Em janeiro deste ano a Escola e a Força Aérea Brasileira (Aeronáutica) firmaram um acordo de cooperação, entre cujos pontos mais importantes estão a revisão do modelo assistencial de saúde da Aeronáutica, a reorganização dos modelos de capacitação de recursos humanos para a área da gestão e também do programa de pesquisa do setor saúde. Além de contribuir com a sua expertise, a ENSP pretende, nessa parceria, aprimorar seus conhecimentos, principalmente no que se refere à medicina de catástrofes, contando para isso com a experiência da Aeronáutica.

  5. Saúde Global: Escolas do Brasil e Cuba buscam parceria

    O diretor da Escola Nacional de Saúde Pública, Antônio Ivo de Carvalho, recebeu na terça-feira (15/5) a vice-diretora geral da Escola Nacional de Saúde Pública de Cuba (Ensap), Tania Aguilar Guerra, e o consultor técnico de Políticas e Sistemas de Saúde do Isags, Oscar Feo, para discutir as possibilidades de cooperação da ENSP no desenvolvimento de um curso em Saúde Global naquele país. A Escola já desenvolve essa experiência com o mestrado profissional em Saúde Global e Diplomacia da Saúde, coordenado pela pesquisadora Célia Almeida.

  6. Cartilha alerta sobre encalhe de mamíferos aquáticos

    Traduzir a riqueza da cultura do ribeirinho amazônico em relação aos mamíferos aquáticos, mas também a sua necessidade de proteção são os principais objetivos da cartilha Nem tudo que cai na rede é peixe, desenvolvida pelo Grupo de Estudos de Mamíferos Aquáticos da Amazônia (Gemam), do Museu Paraense Emílio Goeldi. O material é resultado de um trabalho de pesquisa realizado na Ilha de Marajó, nas localidades de Soure e Salvaterra, e na Ilha de Algodoal/Maiandeua, no litoral do Pará, com coordenação técnica do pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Salvatore Siciliano. A cartilha foi desenvolvida na forma de história em quadrinhos, com uma linguagem acessível aos pescadores e alerta para o cuidado e a preservação dos mamíferos aquáticos da região.

  7. World Nutrition Rio 2012 começa nesta sexta

    De sexta (27/4) a 30 de abril acontecerá o World Nutrition Rio 2012, congresso de alimentação e nutrição em saúde coletiva que terá como tema geral Conhecimento, política e ação, com o objetivo de proteger, preservar e melhorar a saúde das populações em todo o mundo. As pesquisadoras da Escola Nacional de Saúde Pública Rosana Magalhães, do departamento de Ciências Sociais (DCS), e Denise Cavalcante de Barros, do Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição da Região Sudeste (Cecan), além de apresentarem trabalhos, coordenam oficinas e e debates durante o evento.

  8. Acordo assegura sede permanente do Isags no Brasil

    O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e a secretária-geral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), Maria Emma Mejía, assinaram na última sexta-feira (20/4) o Acordo Sede do Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde (Isags). A assinatura protocolar foi realizada durante a VI Reunião Ordinária do Conselho de Saúde Sul-Americano, em Assunção, Paraguai, e assegura a permanência da sede do Isags na cidade do Rio de Janeiro e dá garantias diplomáticas aos funcionários não brasileiros do instituto.

  9. ENSP e O Globo lançam campanha pela toninha

    Você gosta de praia limpa? A toninha também gosta e precisa disso para viver! Solidária com essa causa, a Escola Nacional de Saúde Pública acaba de lançar o site Toninha, cadê você? Com esse novo espaço, a ENSP pretende divulgar esse discreto cetáceo – um primo pequeno das baleias, botos e golfinhos –, que corre risco de extinção, principalmente por causa das redes de pesca e da poluição dos mares. Essa ação também está embasada no Plano de Ação Nacional para a Conservação da Toninha, que tem como um dos organizadores o pesquisador da ENSP e coordenador do Grupo de Estudos de Mamíferos Marinhos da Região dos Lagos, Salvatore Siciliano. O jornal O Globo está apoiando esse projeto da ENSP e inicia no domingo (22/4) uma campanha de ampla cobertura para promover iniciativas de preservação do cetáceo, que se insere em um dos principais temas da Rio+20: o uso sustentável dos oceanos. O site traz informações atuais sobre as toninhas, documentos, fotos, vídeos e um manifesto contra a construção de portos e estaleiros na costa. Acesse e participe dessa iniciativa!

  10. ENSP adota videoconferência com fins educacionais

    Ampliando suas possibilidades de alcance, a ENSP inova mais uma vez, implementando a tecnologia de videoconferência para fins educacionais. O primeiro curso a utilizar esse recurso é o mestrado profissional em Saúde Global e Diplomacia da Saúde (MPSG&DS), que será oferecido simultaneamente para alunos do Rio de Janeiro e de Brasília. Todas as aulas serão gravadas e, futuramente, disponibilizadas em acesso aberto em um repositório institucional. A ENSP é a única unidade da Fiocruz a oferecer essa tecnologia em seus cursos stricto e lato sensu. Com a videoconferência será possível aumentar a integração entre essas outras unidades e também com outras instituições nacionais e internacionais, ampliando o escopo de disciplinas oferecidas para os alunos. A aula inaugural do curso acontecerá em 11 de abril, às 9h30, na ENSP. No salão internacional da Escola, haverá um telão com transmissão ao vivo para todos os interessados, não sendo necessária inscrição prévia.