1. EAD: cursos sobre Vigilância do Óbito Materno Infantil e Fetal

    Estão abertas, até 28 de fevereiro, as inscrições para os cursos de atualização e aperfeiçoamento em Formação em Vigilância do Óbito Materno Infantil e Fetal, na modalidade de educação a distância (EAD). Os cursos são resultados de uma parceria da ENSP com o Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) e a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV).

  2. Qualificação de Conselhos: inscrições seguem até 8/2

    O Curso Nacional de Qualificação de Conselhos de Saúde está com inscrições de alunos abertas até o dia 8 de fevereiro de 2013. Para concorrer a uma das vagas, é necessário ser conselheiro municipal ou estadual de saúde, ser indicado pelo respectivo conselho de saúde, possuir conhecimentos básicos de informática, ter um e-mail e disponibilidade de dez horas semanais para desempenhar as atividades propostas. O curso é uma parceria entre a Vice-Direção de Cooperação e Escola de Governo da ENSP/Fiocruz, a Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública e a Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde.

  3. Inscrições abertas para cursos a distância da ENSP

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP) está com mais de 8 mil vagas disponíveis para cursos na modalidade a distância. As inscrições para as 41 vagas do curso de especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana são voltadas para os Centros Regionais de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) dos municípios paulistas de Indaiatuba, Cruzeiro e Franco da Rocha. Já o curso livre nacional de Qualificação de Conselhos de Saúde (Quali Conselhos), composto de momentos presenciais e a distância, apresenta 8 mil vagas. O curso é dirigido para conselheiros municipais e estaduais de saúde de todo o país indicados pelos respectivos conselhos em que atuam.

  4. Qualificação de Conselhos: inscrições seguem até 8/2

    O Curso Nacional de Qualificação de Conselhos de Saúde está com inscrições de alunos abertas até o dia 8 de fevereiro de 2013. Para concorrer a uma das vagas, é necessário ser conselheiro municipal ou estadual de saúde, ser indicado pelo respectivo conselho de saúde, possuir conhecimentos básicos de informática, ter um e-mail e disponibilidade de dez horas semanais para desempenhar as atividades propostas. O curso é uma parceria entre a Vice-Direção de Cooperação e Escola de Governo da ENSP/Fiocruz, a Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública e a Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde.

  5. Cartilha aborda direitos dos sujeitos de pesquisa

    Os direitos do sujeito de pesquisa é o tema do novo projeto do pesquisador do Departamento de Ciências Sociais da ENSP Sergio Rego. Desenvolvido em formato de cartilha, ele é voltado para indivíduos que participam de testes e pesquisas clínicas. Seu primeiro foco foram os sujeitos de pesquisa do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (HUCFF/UFRJ), e os Comitês de Ética e Pesquisa (CEP), porém, brevemente, seu conteúdo estará disponível em acesso aberto para download na Biblioteca Multimídia da ENSP. Este projeto foi pensado em parceria com Marisa Palacios, coordenadora-geral do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS), desenvolvido em associação ampla pela ENSP, UFRJ, UFF e Uerj.

  6. Qualificação de Conselhos: inscrições seguem até 8/2

    O Curso Nacional de Qualificação de Conselhos de Saúde está com inscrições de alunos abertas até o dia 8 de fevereiro de 2013. Para concorrer a uma das vagas, é necessário ser conselheiro municipal ou estadual de saúde, ser indicado pelo respectivo conselho de saúde, possuir conhecimentos básicos de informática, ter um e-mail e disponibilidade de dez horas semanais para desempenhar as atividades propostas. O curso é uma parceria entre a Vice-Direção de Cooperação e Escola de Governo da ENSP/Fiocruz, a Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública e a Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde.

  7. Qualificação de Conselhos: inscrições seguem até 8/2

    O Curso Nacional de Qualificação de Conselhos de Saúde está com inscrições de alunos abertas até o dia 8 de fevereiro de 2013. Para concorrer a uma das vagas, é necessário ser conselheiro municipal ou estadual de saúde, ser indicado pelo respectivo conselho de saúde, possuir conhecimentos básicos de informática, ter um e-mail e disponibilidade de dez horas semanais para desempenhar as atividades propostas. O curso é uma parceria entre a Vice-Direção de Cooperação e Escola de Governo da ENSP/Fiocruz, a Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública e a Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde.

  8. Especialistas debatem novas tecnologias na educação

    A ENSP recebeu as especialistas em novas tecnologias na educação da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) Maria Eugênia Bresolin Pinto e Alessandra Dahmer, que estiveram presentes no seminário da Coordenação de Educação a Distância da Escola, ocorrido em 20 de dezembro. Segundo elas explicaram, o curso de especialização em Saúde da Família oferecido pela UFCSPA possibilita aos profissionais da área da saúde (médicos, enfermeiros e odontólogos) a ressignificação e qualificação do serviço e de suas práticas em unidades básicas, na Estratégia de Saúde da Família, a partir da problematização de ações cotidianas no trabalho com atenção primária à saúde. "Para motivar os profissionais, os materiais do curso são ordenados em módulos e unidades. Todos eles são ambientados na fictícia cidade de Santa Fé, em homenagem ao escritor gaúcho Erico Verissimo", explicou a médica Maria Eugênia.

  9. Especialistas discutem inovação e mudanças na formação

    A Educação a Distância e os currículos: inovações tecnológicas e mudanças na formação. Este foi o tema da palestra de abertura do seminário da Coordenação de Educação a Distância, que ocorreu no dia 20 de dezembro e teve como palestrante o professor da ENSP, Carlos Otávio Fiuza. Ele apresentou duas hipóteses sobre o tema: educação a distância (EAD) é, antes e sobretudo, educação,  processo de formação; e tecnologia é tudo aquilo que torna viáveis, em termos materiais, os processos de formação, estejam os atores envolvidos em presença real ou virtual. O evento foi aberto pela coordenadora do EAD/ENSP, Lúcia Dupret, que destacou como palavras de ordem do seminário de 2012 o estabelecimento de redes e a ressignificação de processos. Ela anunciou para fevereiro de 2013 uma oficina de trabalho com o objetivo de propor as diretrizes para a Coordenação de EAD, após as mudanças de contexto – eleições da Presidência da Fiocruz já realizadas e eleições da ENSP em 2013, quando a EAD completará 15 anos.