1. Alteração no expediente do Serviço de Gestão Acadêmica

    Em razão da participação da equipe do Serviço de Gestão Acadêmica no Fórum de Secretarias Acadêmicas da Fiocruz, nesta 6ªfeira, dia 25 de agosto, o expediente do setor localizado nos prédios Torres Homem e Ernani Braga (principal da ENSP) terá início a partir das 14h. 

  2. Alteração no expediente do Serviço de Gestão Acadêmica

    Em razão da participação da equipe do Serviço de Gestão Acadêmica no Fórum de Secretarias Acadêmicas da Fiocruz, nesta 6ªfeira, dia 25 de agosto, o expediente do setor localizado nos prédios Torres Homem e Ernani Braga (principal da ENSP) terá início a partir das 14h. 

  3. Participe da Assembleia sobre bolsas CNPq nesta terça-feira (15/8)

    A Coordenação Geral de Pós-Graduação da Fiocruz, a Associação de Pós-Graduandos da Fiocruz Rio e o Sindicato dos Servidores da Fiocruz (Asfoc-SN), convidam pesquisadores e servidores da instituição; bolsistas de Iniciação Científica (Pibic); mestrandos e doutorandos; pós doutorandos; bolsistas de produtividade e demais interessados, a participaram da Assembleia, com pauta única sobre as bolsas CNPQ, nesta terça-feira, 15 de agosto, às 12 horas, no auditório térreo da ENSP. 

  4. Nota de Esclarecimento da Direção da ENSP

    Diante da constatação de que estão sendo distribuídos, no interior da sede da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), folhetos de propaganda de curso preparatório para processos seletivos da Escola, a Direção da ENSP vem a público esclarecer que esta instituição não tem qualquer participação nessas ações, nem compactua ou incentiva esse tipo de prática, além de coibir a divulgação interna dessa natureza.
     

  5. Nota de Esclarecimento da Direção da ENSP

    Diante da constatação de que estão sendo distribuídos, no interior da sede da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), folhetos de propaganda de curso preparatório para processos seletivos da Escola, a Direção da ENSP vem a público esclarecer que esta instituição não tem qualquer participação nessas ações, nem compactua ou incentiva esse tipo de prática, além de coibir a divulgação interna dessa natureza.
     

  6. Fiocruz promove ato contra a violência em Manguinhos, nesta terça, 25/4

    A Fiocruz promove nesta terça-feira, 25 de abril, um ato contra a violência em Manguinhos. A concentração será a partir das 8h30 na Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV). Os frequentes conflitos armados em Manguinhos vêm afetando a vida de moradores, trabalhadores e estudantes da região. Diversas atividades da Fiocruz, em especial no campo do ensino e pesquisa, vêm sendo afetadas diretamente pelos conflitos. O ato tem o objetivo de promover uma reflexão sobre a necessidade de enfrentamento da violência e chamar a atenção da sociedade e das autoridades sobre a situação atual. 

  7. Representantes da Fiocruz se reuniram com subsecretário de Segurança

    Na tarde de ontem (19/4), representantes da Fiocruz oram recebidos pelo subsecretário de Comando e Controle da Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro, Rodrigo Alves, e expuseram a grave situação vivida nos últimos meses em Manguinhos, destacando as consequências dos confrontos nas comunidades e os riscos às vidas tanto dos moradores quanto dos trabalhadores, estudantes e usuários dos serviços prestados pela instituição. A reunião representou uma abertura de diálogo, durante a qual os representantes do governo ressaltaram a importância das informações levadas pela Fiocruz e consolidadas em documento entregue em mãos.

  8. Nota de falecimento

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) lamenta o falecimento de Leila Lemos, irmã da pesquisadora Sheila Lemos, do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde, e que também atuou na ENSP, Diplan e Presidência da Fiocruz. O sepultamento será às 15 horas, na Capela 6, do Cemitério São João Batista.

  9. ENSP suspende aulas por causa da violência; Fiocruz convoca ato

    Trabalhadores, estudantes, pesquisadores, moradores de Manguinhos e usuários do Centro de Saúde da ENSP estiveram reunidos na tarde de quarta-feira, 19 de abril, para discutir o aumento da violência na região. As incursões policiais nas favelas ao redor da Fiocruz têm trazido, como consequência, a morte de inocentes, além de alterar drasticamente o cotidiano da instituição. Na manhã do mesmo dia, um jovem de 19 anos, filho de uma liderança de Manguinhos - que é ex-bolsista de um projeto da ENSP -, foi baleado pelas costas. Diante da vulnerabilidade de todos, a assembleia extraordinária decidiu suspender as aulas até terça-feira, dia 25, quando será realizado grande ato, puxado pela Fiocruz e pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio - alvejada na semana passada e que também paralisou as atividades acadêmicas. A proposta é realizar ações ao longo desses dias e mobilizar toda a comunidade da Fiocruz, dos territórios ao redor e a mídia para chamar atenção das diversas formas de violência que atingem não só o campus da Fundação e seu entorno, mas a sociedade brasileira como um todo.