1. Trabalhos da ENSP recebem menção honrosa no Prêmio Capes de Teses

    A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou o resultado do Prêmio Capes de Tese, edição 2015, concedido para as melhores teses de doutorado defendidas em 2014. A ENSP recebeu duas menções honrosas. Entre os vencedores, selecionados em cada uma das 48 áreas do conhecimento reconhecidas pela Capes nos cursos de pós-graduação, está uma tese do Instituto Oswaldo Cruz (IOC). O IOC foi também agraciado com uma menção honrosa. As indicações da Escola foram na categoria Saúde Coletiva. 

  2. Estudo da ENSP/Fiocruz é premiado em congresso internacional

    O trabalho Treponematoses em remanescentes humanos do período colonial do Brasil, apresentado pela aluna de doutorado do Programa de Epidemiologia em Saúde Pública da ENSP/Fiocruz Lucélia Guedes foi premiado durante o Paleopathology Association Meeting in South America, realizado de 12 a 14 de agosto, em Buenos Aires, na Argentina. O estudo, que analisou remanescentes humanos escavados nos sítios arqueológicos Igreja Nossa Senhora do Carmo (INSC) (séculos XVII-XIX) e Cemitério Praça XV (CPXV) (séculos XVIII-XIX), localizados no Rio de Janeiro, foi o vencedor da categoria ‘Best Podium Apresentation’.

  3. Trabalhos da ENSP recebem menção honrosa no Prêmio Capes de Teses

    A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou o resultado do Prêmio Capes de Tese, edição 2015, concedido para as melhores teses de doutorado defendidas em 2014. A ENSP recebeu duas menções honrosas. Entre os vencedores, selecionados em cada uma das 48 áreas do conhecimento reconhecidas pela Capes nos cursos de pós-graduação, está uma tese do Instituto Oswaldo Cruz (IOC). O IOC foi também agraciado com uma menção honrosa. As indicações da Escola foram na categoria Saúde Coletiva. 

  4. Prêmio Inclusão Social: garantindo visibilidade aos atores da reforma psiquiátrica

    Está aberto, até 20 de setembro, o edital para inscrições de trabalho no Prêmio Inclusão Social, promovido pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) em parceria com o Laboratório de Estudos em Saúde Mental e Atenção Psicossocial (LAPS/ENSP/Fiocruz). O prêmio irá contemplar experiências de inclusão social de usuários e familiares em projetos econômico-sociais, Organizações Não Governamentais (ONGs) e em equipes interdisciplinares de serviços da Rede de Atenção Psicossocial de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas em diversas categorias como arte, cultura, trabalho e economia solidária. Os trabalhos podem ser tanto experiências individuais como coletivas que possibilitem recriar novas formas de relações sociais, de convívio com as diversidades e ampliem a cidadania.

  5. Fiocruz conquista Prêmio José Reis de Divulgação Científica

    “Não vai demorar que passemos adiante uma grande e bela ciência, que faz arte em defesa da vida." Em 1928, o então pesquisador Carlos Chagas expressou o que viria a ser um compromisso da Fiocruz com a sociedade ao longo de toda a história da instituição. Depois de 87 anos, veio o reconhecimento: a Fundação acaba de ser anunciada a vencedora do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica, na categoria "Instituição ou Veículo de Comunicação". O Prêmio anual, concedido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) desde 1978, é destinado a iniciativas que contribuam significativamente para tornar a Ciência, a Tecnologia e a Inovação conhecidas do grande público.
     

  6. Pesquisador da ENSP é homenageado na Semana de Saúde Mental da UFMG

    Com a placa de Honra ao Mérito Antimanicomial, Paulo Amarante, pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), coordenador do Grupo Temático Saúde Mental da Abrasco e presidente da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme), foi condecorado e participou da abertura do pré-congresso International School Franca e Franco Basaglia: Loucura e Direitos, realizado durante a III Semana de Saúde Mentale inclusão Social. A organização do evento foi do Programa de Extensão em Atenção à Saúde Mental da Universidade Federal de Minas Gerais (PASME/UFMG).

  7. Fiocruz concorre a Prêmio Nacional de Biodiversidade: votação termina em 19/5

    O Sistema de Informação em Saúde Silvestre (SISS-Geo) da Fiocruz, um aplicativo de monitoramento da saúde silvestre para celulares e tablets, é um dos finalistas ao Prêmio Nacional de Biodiversidade, promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). Na última terça-feira (5/5), teve início a votação eletrônica para a categoria Júri Popular. "Ter chegado às finais do Prêmio Nacional de Biodiversidade nos deixa extremamente orgulhosos, pois é o reconhecimento do esforço de uma equipe jovem e da visão de duas instituições, a Fiocruz e o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), que reúnem competências distintas para contribuir com uma proposta tecnológica criativa e inovadora para monitorar a saúde da fauna silvestre em prol da conservação da biodiversidade e da saúde humana", comemorou coordenadora do projeto e do Centro de Informação em Saúde Silvestre da Fiocruz, Márcia Chame, pesquisadora da ENSP/Fiocruz. "É, além disso, o impulso necessário à difusão do uso do sistema por toda a sociedade, de modo que possamos aplicar na prática seus resultados e reafirmar que biodiversidade faz bem à saúde".

  8. Edital vai premiar iniciativas em ciência e tecnologia para o SUS

    Estão abertas as inscrições para o XIV Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o Sistema Único de Saúde SUS - 2015. O Ministério da Saúde - por meio da Coordenação Geral de Material e Patrimônio, da Secretaria de Assuntos Administrativos e o intermédio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos -, lançou o concurso com o objetivo de incentivar a produção de trabalhos técnico-científicos na área de ciência e tecnologia, e de interesse do SUS. O prêmio visa à obtenção de trabalhos de pesquisadores, estudiosos e profissionais de saúde ou de qualquer área do conhecimento em nível de pós-graduação concluída, com temática voltada para a área de Ciência e Tecnologia em Saúde, e potencial de incorporação pelo Sistema Único de Saúde e serviços de saúde.

  9. Prêmio Kalinga 2015 de Popularização da Ciência: inscrições até 29/5

    O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e a Unesco anunciam a abertura das inscrições para a edição 2015 do Prêmio Kalinga de Popularização da Ciência. As candidaturas serão aceitas até 29 de maio de 2015 e devem ser encaminhadas à Comissão Nacional brasileira junto a Unesco, que é a única entidade autorizada a submeter indicações à Organização.