1. Oficina apóia criação de Associação Brasileira de Saúde Mental

    Criar uma Associação Brasileira de Saúde Mental que seja multidisciplinar e multiprofissional, com representatividade em todo o país e com instituições variadas. Esse foi o principal objetivo da oficina Criação de uma associação e de uma revista de saúde mental e agenda nacional do GT de Saúde Mental, coordenada pelo pesquisador Paulo Amarante (Daps/ENSP/Fiocruz), que antecedeu a abertura do IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, promovido pela Associação Brasileira de Pós-graduação em Saúde Coletiva (Abrasco), em Salvador, Bahia.

  2. Desigualdades sociais aumentam índice de homicídios no país

    Nossos estudos apontam que não há uma associação direta dos homicídios com a pobreza, mas sim com as desigualdades socioecocômicas. Essa foi uma das principais conclusões apresentadas por Edinilsa Ramos de Souza, pesquisadora do Centro Latino- Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Carelli (Claves/ENSP/Fiocruz), no painel Os padrões e as tendências dos homicídios no Brasil. A atividade, realizada no domingo (15/07), primeiro dia do IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas, contou ainda com a presença de Edna Araújo, da Universidade Estadual de Feira de Santana. O aúdio da apresentação de Edinilsa Ramos está disponível na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  3. Comunidade virtual desenvolvida pela ENSP é apresentada em fórum de pós-graduação

    Durante reunião do Fórum de Coordenadores de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, promovida no IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas, da Abrasco, foi apresentada a comunidade virtual desenvolvida pela equipe da Comunicação Institucional da ENSP, numa parceria com a Abrasco. O Fórum tem como objetivos promover a reflexão e o compartilhamento de experiências e demandas relativas à formação de profissionais da área de saúde.

  4. Parceria promove inclusão digital nos conselhos de saúde

    Uma parceria entre o Conselho Nacional de Saúde (CNS), a Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP/MS), a ENSP/Fiocruz, o Canal Saúde/Fiocruz e o Banco do Brasil deverá promover a inclusão digital dos conselheiros de saúde do país. O Programa de Inclusão Digital (PID), voltado para todos os conselheiros de saúde, foi o tema do painel Controle Social e inclusão digital apresentado em Salvador (BA), durante o IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde. As apresentações estão disponíveis na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  5. Especialistas discutem papel da saúde suplementar no país

    A comunicação coordenada Saúde suplementar: prestadores, uma das primeiras a ser realizada no domingo (15/07), no IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, discutiu aspectos importantes sobre o papel da Saúde Suplementar no SUS. A atividade, coordenada por Ligia Bahia (Nesc/UFRJ), contou com as participações das pesquisadoras Sheyla Lemos e Maria Alicia Ugá (Daps/ENSP/Fiocruz) e Érika Santos de Aragão, da UFBA. Veja as apresentações na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  6. Congresso Salvador 2007 termina nesta quarta com transmissão pela internet

    Termina, nesta quarta-feira (18/07), um dos maiores encontros de saúde pública e ciências sociais humanas, realizados na América Latina: o IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, o X Congresso da Associação Latino- Americana de Medicina Social e o XIV Congresso da Associação Internacional de Políticas de Saúde, evento organizado pela Abrasco em parceria com a Associação Latino-Americana de Medicina Social (Alames) e a Associação Internacional de Políticas de Saúde (IAHP). Acompanhe a transmissão em tempo real, feita pelo Datasus, das últimas atividades do Congresso no Auditório Yemanjá: o painel Identidade das Ciências Sociais no Campo da Saúde, a conferência Juan César Garcia e a cerimônia de encerramento, que contará com a presença de Asib Nasim, presidente da Federação Internacional de Associações de Saúde Pública (WFPHA). Para assistir acesso o endereço http://www.saude.gov.br/emtemporeal.

  7. Conferência do ministro Temporão lota auditório em Salvador

    Colocar um médico sanitarista, que ocupa o mais alto cargo da área da saúde do país, frente a frente com os maiores nomes da saúde coletiva brasileira e latino-americana só poderia terminar de uma única maneira: aclamação total para o ministro José Gomes Temporão, na noite de 15 de julho, durante a conferência de abertura do IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde (Abrasco), do X Congresso Latino-Americano de Medicina Social (Alames) e do XIV Congresso da Associação Internacional de Políticas de Saúde (IAHP), que acontece em Salvador (BA). O auditório Yemanjá ficou pequeno para o discurso de Temporão, que foi interrompido várias vezes por incessantes palmas do público presente. Acesse a Biblioteca Multimídia da ENSP e ouça o discurso na íntegra.

  8. Oficina discute novos rumos para promoção da saúde

    Com a nova gestão do Ministério da Saúde e com o ministro sanitarista José Gomes Temporão, o tema da promoção da saúde está cada vez mais na agenda das políticas públicas no país. Para discutir os avanços e as perspectivas nessa área, o Grupo de Trabalho (GT) Promoção da Saúde da Abrasco, coordenado pelo diretor da ENSP, Antônio Ivo de Carvalho, se reuniu, na sexta-feira (13/07), em Salvador, numa das oficinas pré-congresso, que integram a programação do IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde.

  9. Informação em Saúde: um tema, várias abordagens

    Quatro expositores e quatro experiências diversificadas sobre a importância de se ampliar o acesso a informações em saúde no Brasil. Essa é a síntese da comunicação coordenada Produção, apropriação e uso da informação em saúde, realizada IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde. Entre outros, participaram da mesa, coordenada por Alcindo Ferla (Universidade de Caxias do Sul), a pesquisadora Patrícia Ribeiro, do Departamento de Ciências Sociais (DCS/ENSP/Fiocruz), que apresentou o projeto Descentralização on-line, e a bolsista Antonia Carmélia de Mendonça, que falou sobre o trabalho desenvolvido pelo Centro Colaborador em Vigilância Sanitária (Cecovisa/ENSP).