1. Erradicação do cultivo de coca na Colômbia gera crise internacional

    O programa colombiano de erradicação do cultivo ilícito de coca mediante aspersão aérea de um herbicida à base de glifosato foi objeto de uma moção (em anexo) apresentada, pela Comissão Científica Equatoriana, à Assembléia Geral do X Congresso Latinoamericano de Medicina Social, realizado em Salvador (BA), simultaneamente ao IV Congresso Brasilero de Ciências Sociales e Humanas em Saúde e ao XIV Congresso da Associação Internacional de Políticas de Saúde. Segundo o diretor da área de Saúde da Universidade Andina Simón Bolívar (UASB), em Quito, Jaime Breilh, o objetivo da moção é dar respaldo à comissão e ao governo do Equador em sua luta pela imediata interrupção das pulverizações.

  2. Mudanças reforçam aliança entre trabalho e formação

    Na Comunicação Coordenada Pós-graduação em Saúde: práticas educativas, ensino, aprendizagem e avaliação, a médica sanitarista e homeopata do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF/ENSP/Fiocruz), Gissia Gomes Galvão, apresentou o processo de reforma do ensino Lato sensu vivenciado na ENSP o ENSP em Movimento , representando a área de Promoção da Saúde e Desenvolvimento Social. A apresentação de Gissia e muitas outras do IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde já estão disponíveis na Biblioteca Multimídia da ENSP.

  3. Formação em Saúde: currículos flexíveis, mutáveis e dinâmicos

    A reformulação curricular do ensino Lato sensu da ENSP/Fiocruz, os desafios que se impõem para as instituições formadoras e como esse processo vem se desenvolvendo na Escola foram apresentados aos participantes do IV Congresso de Ciências Sociais e Humanas em Saúde pela coordenadora da Escola de Governo em Saúde (EGS/ENSP) da ENSP, Roberta Gondim, na comunicação coordenada Reforma do ensino na área da Saúde: proposições, necessidades e demandas.

  4. Espaço Saúde & Letras vira ponto de encontro do Congresso

    Durante o IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais, no Espaço Saúde & Letras, a Editora Fiocruz fez o lançamento de 15 livros, sendo seis de pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz). Ao comentar o leque bastante variado dos temas das publicações, o editor-executivo da Editora Fiocruz, João Canossa, ressaltou a importância de se levar informação sobre saúde ao maior número de pessoas, enfatizando: isso deve ser feito com produtos de qualidade e que sejam atraentes para o público". Confira os títulos e as fotos.

  5. ENSP ganha seis menções honrosas em pôsteres da Abrasco

    Seis dos 36 pôsteres que receberam menção honrosa no IV Congresso de Ciências Sociais e Humanas em Saúde são de alunos e pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. O anúncio foi feito durante a solenidade de encerramento do evento, no dia 18 de julho, com as presenças da presidente do IV Congresso, Soraya Vargas; do coordenador geral da Alames, Mauricio Torres; e do presidente da IAHP, José Joaquim OShanahan.

  6. Pesquisas revelam situação da atenção básica no país

    Uma das comunicações coordenadas, realizadas no IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, abordou a avaliação da atenção básica em diferentes regiões do país. A atividade, coordenada pela pesquisadora do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde (Daps/ENSP/Fiocruz) Ligia Giovanella, contou ainda com a participação de duas outras pesquisadoras do departamento Cristiani Vieira Machado e Maria de Fátima Lobato Tavares , além de Maria José Scochi, da Universidade Estadual de Maringá e Luiz Augusto Facchini, da Universidade Federal de Pelotas.

  7. Rede amplia acesso a informações sobre RH em saúde pública

    A rede de observatórios de recursos humanos em Saúde Pública foi o tema da apresentação da pesquisadora Eliane dos Santos de Oliveira (Daps/ENSP/Fiocruz) no IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde. O objetivo da rede é produzir estudos e pesquisas, bem como propiciar o mais amplo acesso a informações e análises sobre a área de recursos humanos em saúde, facilitando melhor formulação, acompanhamento e avaliação de políticas e programas setoriais dessa área, destacou Eliane.

  8. Novas tecnologias são estratégicas para formação profissional

    Discutir o alcance e o impacto das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) na educação em saúde e buscar meios para fortalecer a reforma sanitária e as diretrizes do SUS a partir do seu uso foram os objetivos do painel Tecnologias de Informação na Educação em Saúde: globalização mercadológica versus mundialização solidária, do IV Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas, que contou com apresentações do diretor da ENSP/Fiocruz, Antônio Ivo de Carvalho, e de Álvaro Escrivão Jr., da Fundação Getúlio Vargas (FGV/SP). As apresentações estão na Biblioteca Multimídia da ENSP.