1. ENSP debate direito à água e ao saneamento

    O Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP (Ceensp) promoveu, no dia 9 de junho, o debate on-line intitulado Cooperação Gaema/MPRJ e Fiocruz para o Direito à Água e ao Saneamento. Coordenada pelo pesquisador do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP Paulo Barrocas, a atividade contou com a presença da procuradora de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), Rosani da Cunha Gomes, do promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), José Alexandre Maximino Mota, e do pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), o engenheiro sanitarista Alexandre Pessoa Dias. Confira!

  2. ENSP consolida Núcleo de Segurança do Paciente

    Considerando a prioridade dada à segurança do paciente em serviços de saúde na agenda política dos Estados-Membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) e na Resolução aprovada durante a 57ª Assembleia Mundial da Saúde - que recomendou aos países atenção ao tema “Segurança do Paciente” - e, ainda, dada a relevância e magnitude dos eventos adversos no Brasil, o Ministério da Saúde instituiu o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP - Portaria MS/GM nº 529, de 1° de abril de 2013), cujo objetivo é contribuir para a qualificação do cuidado em saúde, em todos os estabelecimentos de saúde do território nacional. Em conformidade com a determinação do MS, a ENSP implantou o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) nos seus três serviços ambulatoriais: Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF); Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF); e Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh). 

  3. ENSP consolida Núcleo de Segurança do Paciente

    Considerando a prioridade dada à segurança do paciente em serviços de saúde na agenda política dos Estados-Membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) e na Resolução aprovada durante a 57ª Assembleia Mundial da Saúde - que recomendou aos países atenção ao tema “Segurança do Paciente” - e, ainda, dada a relevância e magnitude dos eventos adversos no Brasil, o Ministério da Saúde instituiu o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP - Portaria MS/GM nº 529, de 1° de abril de 2013), cujo objetivo é contribuir para a qualificação do cuidado em saúde, em todos os estabelecimentos de saúde do território nacional. Em conformidade com a determinação do MS, a ENSP implantou o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) nos seus três serviços ambulatoriais: Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF); Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF); e Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh). 

  4. ENSP, Secretarias de Saúde e Conass organizam oficina de Planificação de Atenção à Saúde

    O CSEGSF/ENSP, a Secretaria de Estado da Saúde/RJ, a SMS - RJ, o Conass e Cosems realizarão, entre os dias 21 e 23 de agosto, a Oficina de Planificação de Atenção à Saúde. O encontro busca mobilizar profissionais da assistência voltados à proposta de planificação e identificar multiplicadores e alinhar os conceitos de Rede de Atenção à Saúde.

  5. Laboratório de Tuberculose da ENSP retoma supervisão técnica aos Lacens

    O Laboratório de Referência Nacional (LRN) de Tuberculose e de Micobacteriose Ângela Maria Werneck do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, da ENSP/Fiocruz, retomou a supervisão técnica dos Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacens). A atuação consiste no aprimoramento da qualidade dos Lacens, sobretudo na verificação da execução, leitura e interpretação das técnicas utilizadas para diagnóstico e controle da tuberculose. 

  6. Laboratório de Tuberculose da ENSP retoma supervisão técnica aos Lacens

    O Laboratório de Referência Nacional (LRN) de Tuberculose e de Micobacteriose Ângela Maria Werneck do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, da ENSP/Fiocruz, retomou a supervisão técnica dos Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacens). A atuação consiste no aprimoramento da qualidade dos Lacens, sobretudo na verificação da execução, leitura e interpretação das técnicas utilizadas para diagnóstico e controle da tuberculose. 

  7. ENSP incorpora Plataforma de Ambiente e Saúde à Rede de Plataformas Fiocruz

    Recentemente a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) incorporou uma nova plataforma tecnológica à Rede Fiocruz de Plataformas Tecnológicas. Completamente inovadora, a Plataforma de Ambiente e Saúde agrupa laboratórios de dois departamentos da Escola - Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (CESTEH) e Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA) - e será focada nas áreas de toxicologia e qualidade da água. Uma Plataforma Tecnológica representa uma área tecnológica avançada, com infraestrutura principal e de suporte, organizada no sentido de oferecer acesso às tecnologias disponíveis na Fundação para a comunidade científica interna e externa. Segundo Luis Caetano Antunes, pesquisador do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP) e um dos coordenadores da Comissão de Usuários da Rede de Plataformas da ENSP, o objetivo é fomentar pesquisas que estão em desenvolvimento, além de estimular pesquisas novas.

  8. ENSP incorpora Plataforma de Ambiente e Saúde à Rede de Plataformas Fiocruz

    Recentemente a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) incorporou uma nova plataforma tecnológica à Rede Fiocruz de Plataformas Tecnológicas. Completamente inovadora, a Plataforma de Ambiente e Saúde agrupa laboratórios de dois departamentos da Escola - Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (CESTEH) e Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA) - e será focada nas áreas de toxicologia e qualidade da água. Uma Plataforma Tecnológica representa uma área tecnológica avançada, com infraestrutura principal e de suporte, organizada no sentido de oferecer acesso às tecnologias disponíveis na Fundação para a comunidade científica interna e externa. Segundo Luis Caetano Antunes, pesquisador do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP) e um dos coordenadores da Comissão de Usuários da Rede de Plataformas da ENSP, o objetivo é fomentar pesquisas que estão em desenvolvimento, além de estimular pesquisas novas.

  9. ENSP divulga mapeamento do Processo de Descontaminação de Resíduos dos Laboratórios e Ambulatórios

    O Serviço de Gestão da Qualidade (SGQ) em parceria com o Serviço de Gestão Sustentável (SGS) divulga o Processo de Descontaminação de Resíduos dos Laboratórios e Ambulatórios da Escola. Tal processo se refere ao tratamento prévio dos resíduos infectantes, que deve ser realizado antes da disposição para coleta externa e destinação final, segundo a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 306, de 7 de dezembro de 2004.

  10. Serviço de Gestão da Qualidade e VDAL concluem curso de Planejamento Tático de Portifólio

    A Vice-Direção de Ambulatórios e Laboratórios (VDAL) concluiu, na quinta-feira, 18 de maio, o curso de Planejamento Tático de Portfólio (PTP), em parceria com o Serviço de Gestão da Qualidade (SGQ/ENSP). O curso teve como objetivos a capacitação dos participantes na metodologia de PTP para o desenvolvimento do planejamento nos seus respectivos ambulatórios e laboratórios; assim como, a construção do planejamento da Vice-Direção de Ambulatórios e Laboratórios.