1. Ceensp discutiu Integridade em Pesquisa

    Em mundo que vê crescer a cada dia sua produção científica, com a profusão de artigos e a difusão de informações em escala global, quais os desafios que se apresentam para pesquisadores, instituições e publicações no tocante às questões éticas, técnicas, de propriedade intelectual, entre outras? Integridade em Pesquisa, problemas e desafios na condução e relato de estudos científicos foi o tema do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP (Ceensp) do dia 29 de novembro, realizado no contexto do Seminário de Ensino ENSP 2017. Coordenado pela professora Cláudia Medina Coeli, do Instituto de Saúde Coletiva da UFRJ e editora do Cadernos de Saúde Pública da ENSP, a atividade contou com a palestra de Rosemary Shinkai, da Faculdade de Odontologia da Puc-RS e primeira integrante brasileira do COPE (Comitê de ética em Publicações, na sigla em inglês).

  2. Seminário Internacional da ENSP debate sobre os sistemas de saúde da América Latina

    Agendas e Reformas dos Sistemas de Saúde na América Latina foi um dos temas debatidos durante o seminário internacional promovido pelo Programa de Pós-graduação em Saúde Pública (PPGSP/ENSP), e organizado pelas docentes Cristiani Vieira e Luciana Dias de Lima, da ENSP, em 11/12. Na ocasião, foi lançado o volume 33 suplemento 2 de Cadernos de Saúde Publica (CSP/ENSP), que enfoca a mesma questão do evento. À tarde, as pesquisadoras Célia Almeida, da Escola; Monica Uribe-Gómez, da Universidade Nacional de Colômbia; e Oliva López-Arellano, da Universidad Autônoma Metropolitana-Xochimilco, México, compuseram a mesa, coordenada por Luciana Dias de Lima. O debate contribuiu para o entendimento de que, nas décadas de 1980/1990, os Estados latino-americanos passaram por processos de liberalização econômica e de democratização, com implicações para as políticas sociais. O suplemento temático de CSP, enfatiza que a eleição de governos de centro-esquerda em alguns países, nos anos 2000, suscitou expectativas de mudanças nos modelos de desenvolvimento havendo na região experiências positivas da redução das desigualdades. Entretanto, em meados da década de 2010, evidencia-se uma nova inflexão em várias nações latino-americanas, cujo cenário passa a se caracterizar por instabilidade econômica e política, ascensão de governos de perfil neoliberal e neoconservador, ameaças à democracia e a direitos sociais.

  3. Ajuste fiscal e injustiças em saúde - comentário de pesquisadora da ENSP ao relatório do Banco Mundial 2017

    A pesquisadora do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, Lígia Giovanella, critica, no comentário abaixo, as assertivas pró-ajuste do governo brasileiro, apresentadas e defendidas no relatório Um Ajuste Justo: Análise da eficiência e da equidade do gasto público no Brasil, do Banco Mundial, em especial, no que se refere ao capítulo sobre o financiamento do setor da Saúde. O comentário resultou da participação da pesquisadora em um debate sobre o documento, realizado no Instituto de Medicina Social da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) em 6 de Dezembro de 2017. "Embora o documento seja difundido em um envoltório técnico e científico, o cunho é em seu cerne, político", inicia Ligia. Segundo ela, o texto enfatiza as supostas ineficências do setor Saúde para defender os cortes, desconsiderando o subfinanciamento crônico a que está submetido. A pesquisadora aponta que o documento nega as heterogeneidades sociodemográficas nacionais e a determinação social dos processos saúde-doença.

  4. Ajuste fiscal e injustiças em saúde - comentário de pesquisadora da ENSP ao relatório do Banco Mundial 2017

    A pesquisadora do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, Lígia Giovanella, critica, no comentário abaixo, as assertivas pró-ajuste do governo brasileiro, apresentadas e defendidas no relatório Um Ajuste Justo: Análise da eficiência e da equidade do gasto público no Brasil, do Banco Mundial, em especial, no que se refere ao capítulo sobre o financiamento do setor da Saúde. O comentário resultou da participação da pesquisadora em um debate sobre o documento, realizado no Instituto de Medicina Social da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) em 6 de Dezembro de 2017. "Embora o documento seja difundido em um envoltório técnico e científico, o cunho é em seu cerne, político", inicia Ligia. Segundo ela, o texto enfatiza as supostas ineficências do setor Saúde para defender os cortes, desconsiderando o subfinanciamento crônico a que está submetido. A pesquisadora aponta que o documento nega as heterogeneidades sociodemográficas nacionais e a determinação social dos processos saúde-doença.

  5. Questões éticas e de integridade em pesquisa em debate no Ceensp nesta quarta-feira (29/11)

    Os problemas e desafios na condução e relato de estudos científicos estarão na pauta da próxima sessão do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP(Ceensp) na quarta-feira, dia 29 de novembro. A atividade, coordenada pela professora do Instituto de Saúde Coletiva da UFRJ e editora do Cadernos de Saúde Pública da ENSP, Cláudia Medina Coeli, terá como palestrante a pesquisadora do Instituto de Bioquímica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro Sônia Vasconcelos. O Ceensp faz parte de uma série de atividades que integram o Seminário de Ensino ENSP 2017. O evento, aberto ao público, está marcado para as 15 horas no salão internacional da ENSP.

  6. Disponível edição de novembro do 'Cadernos de Saúde Pública'

    Na nova edição do Cadernos de Saúde Pública (volume 33 número 11) o tema central é o 10º Congresso Brasileiro de Epidemiologia: uma construção solidária, ocorrido em outubro de 2017 com a participação de 3.100 participantes e cerca de 250 convidados, reforçando sua posição entre os maiores congressos de epidemiologia do mundo. Os pesquisadores Maria Amelia de Sousa Mascena Veras e Antonio Fernando Boing, responsáveis pelo editorial da revista, esclarecem que o evento aconteceu em um contexto de sérias ameaças ao Sistema Único de Saúde (SUS), ao desenvolvimento da ciência brasileira e às diversas políticas sociais que vêm sendo construídas desde a Constituição Federal de 1988. “Debatemos sobre o papel crucial do desenvolvimento científico e metodológico na superação das crises econômicas, analisando evidências que contrariam a atual política implementada no Brasil, de cortes dramáticos nos recursos destinados à ciência e tecnologia.”

  7. Questões éticas e de integridade em pesquisa em debate no Ceensp nesta quarta-feira (29/11)

    Os problemas e desafios na condução e relato de estudos científicos estarão na pauta da próxima sessão do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP(Ceensp) na quarta-feira, dia 29 de novembro. A atividade, coordenada pela professora do Instituto de Saúde Coletiva da UFRJ e editora do Cadernos de Saúde Pública da ENSP, Cláudia Medina Coeli, terá como palestrante a pesquisadora do Instituto de Bioquímica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro Sônia Vasconcelos. O Ceensp faz parte de uma série de atividades que integram o Seminário de Ensino ENSP 2017. O evento, aberto ao público, está marcado para as 15 horas no salão internacional da ENSP.

  8. Questões éticas e de integridade em pesquisa em debate no Ceensp nesta quarta-feira (29/11)

    Os problemas e desafios na condução e relato de estudos científicos estarão na pauta da próxima sessão do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP(Ceensp) na quarta-feira, dia 29 de novembro. A atividade, coordenada pela professora do Instituto de Saúde Coletiva da UFRJ e editora do Cadernos de Saúde Pública da ENSP, Cláudia Medina Coeli, terá como palestrante a pesquisadora do Instituto de Bioquímica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro Sônia Vasconcelos. O Ceensp faz parte de uma série de atividades que integram o Seminário de Ensino ENSP 2017. O evento, aberto ao público, está marcado para as 15 horas no salão internacional da ENSP.

  9. Disponível edição de novembro do 'Cadernos de Saúde Pública'

    Na nova edição do Cadernos de Saúde Pública (volume 33 número 11) o tema central é o 10º Congresso Brasileiro de Epidemiologia: uma construção solidária, ocorrido em outubro de 2017 com a participação de 3.100 participantes e cerca de 250 convidados, reforçando sua posição entre os maiores congressos de epidemiologia do mundo. Os pesquisadores Maria Amelia de Sousa Mascena Veras e Antonio Fernando Boing, responsáveis pelo editorial da revista, esclarecem que o evento aconteceu em um contexto de sérias ameaças ao Sistema Único de Saúde (SUS), ao desenvolvimento da ciência brasileira e às diversas políticas sociais que vêm sendo construídas desde a Constituição Federal de 1988. “Debatemos sobre o papel crucial do desenvolvimento científico e metodológico na superação das crises econômicas, analisando evidências que contrariam a atual política implementada no Brasil, de cortes dramáticos nos recursos destinados à ciência e tecnologia.”

  10. Questões éticas e de integridade em pesquisa em debate no Ceensp nesta quarta-feira (29/11)

    Os problemas e desafios na condução e relato de estudos científicos estarão na pauta da próxima sessão do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP(Ceensp) na quarta-feira, dia 29 de novembro. A atividade, coordenada pela professora do Instituto de Saúde Coletiva da UFRJ e editora do Cadernos de Saúde Pública da ENSP, Cláudia Medina Coeli, terá como palestrante a pesquisadora do Instituto de Bioquímica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro Sônia Vasconcelos. O Ceensp faz parte de uma série de atividades que integram o Seminário de Ensino ENSP 2017. O evento, aberto ao público, está marcado para as 15 horas no salão internacional da ENSP.