1. 'Cadernos de Saúde Pública' de junho debate o corte orçamentário na área científica

    A revista Cadernos de Saúde Pública de junho já está no ar e traz como destaque o corte orçamentário do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações. É o menor orçamento dos últimos quinze anos. “O país vai, assim, na contramão do que tem sido feito por países como a China, que passou de 0,563% do PIB, em 1996, para 2,1% o valor destinado à ciência”, alerta o editorial da revista.

  2. Edição temática de CSP aborda saúde dos professores no Brasil

    O volume 35, suplemento 1, da revista Cadernos de Saúde Pública apresenta um panorama da saúde dos professoras e dos professores da Educação Básica no Brasil. O editorial da publicação temática aborda as dimensões educação, trabalho e saúde, e os autores debatem conceitos e métodos de investigação da área de saúde dos trabalhadores para examinar as conexões entre o plano macro do setor educacional e o plano singular do processo saúde doença.

  3. Saúde e direitos da população trans: tema do 'Cadernos de Saúde Pública' de abril

    Cadernos de Saúde Pública de abril está no ar abordando a saúde e os direitos da população trans em espaço temático da edição. “No campo da Saúde, a vulnerabilidade de travestis e transexuais pode ser exemplificada pelos alarmantes índices de violência e assassinatos sofridos, pelos agravos relativos à saúde mental e pela alta prevalência do HIV”, destaca o editorial da revista. 

  4. 'Atenção primária e sistemas universais de saúde: compromisso indissociável' é tema de artigo da ENSP

    Declaração de Astana terá a mesma força para orientar as transformações necessárias para a consolidação do direito universal à saúde? A declaração citada teve contribuições do Brasil com o suporte técnico do Ministério da Saúde, da Fiocruz e do Conselho Nacional de Saúde. É do que trata o artigo de pesquisadores da ENSP publicado no Cadernos de Saúde Pública.

  5. Crise e saúde mental na adolescência é tema de artigo do 'Cadernos de Saúde Pública'

    A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) indica o suicídio como a segunda causa de morte entre jovens de 15 a 19 anos em nível mundial. Um estudo publicado pelo Cadernos de Saúde Pública identificou a trajetória percorrida pelos adolescentes em busca de cuidados, e aponta que as relações violentas entre pares e familiares próximos contribuíram para o sofrimento psíquico vivenciado pelos adolescentes. 

  6. Crise e saúde mental na adolescência é tema de artigo do 'Cadernos de Saúde Pública'

    A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) indica o suicídio como a segunda causa de morte entre jovens de 15 a 19 anos em nível mundial. Um estudo publicado pelo Cadernos de Saúde Pública identificou a trajetória percorrida pelos adolescentes em busca de cuidados, e aponta que as relações violentas entre pares e familiares próximos contribuíram para o sofrimento psíquico vivenciado pelos adolescentes.