1. 'Cadernos de Saúde Pública' faz chamada para artigos sobre Coronavírus

    Em resposta à emergência sanitária decorrente do Covid-19, a revista Cadernos de Saúde Pública (CSP) adotou procedimentos para agilizar o processo de avaliação editorial, revisão por pares e publicação de artigos aprovados sobre o tema (fast-tracking). Segundo a editora do CSP, Luciana Dias Lima, a revista tem interesse na publicação de artigos que abordem aspectos diversos da Saúde Pública/Saúde Coletiva, e que permitam gerar conhecimento relevante e de qualidade para o controle da doença e o desenvolvimento de políticas, e ações voltadas para a organização dos serviços de saúde e provisão de cuidado adequado aos pacientes.

  2. 'Cadernos de Saúde Pública' de março fala sobre resistência diante da conjuntura da saúde e ciência

    Cadernos de Saúde Pública de março fala sobre resistência e esperança. Na opinião das editoras da revista, Marilia Sá Carvalho, Luciana Dias de Lima e Cláudia Medina Coeli, atualmente, no Brasil, e também em muitas outras partes do mundo, vive-se uma conjuntura pouco favorável para a saúde e para a ciência, mas, “ao enfrentarmos momentos como esse, descobrimos energias novas e renováveis, para resistir e agir”. 

  3. Além do coronavírus, dengue, chikungunya e zika também são graves problemas de saúde pública global

    Em época de coronavírus, o alerta também deve servir para as infecções por arbovírus, incluindo dengue, chikungunya e zika, importantes doenças emergentes e reemergentes, que são consideradas graves problemas de saúde pública global devido à sua forte morbimortalidade. "A dengue é endêmica em mais de 100 países nas regiões tropicais e subtropicais do mundo, totalizando cerca de 100 milhões de casos notificados por ano. Estimativas utilizando modelagem estatística sugeriram que a dengue infecta aproximadamente 390 milhões de pessoas por ano no mundo, das quais 96 milhões apresentam sintomas detectáveis ​​com diferentes níveis de gravidade."

  4. 'Cadernos de Saúde Pública' de fevereiro destaca saúde mental dos brasileiros

    A revista Cadernos de Saúde Pública (CSP) de fevereiro destaca os transtornos mentais, que representam hoje um dos principais desafios na agenda de saúde, constituindo um ônus importante para os serviços públicos. “No Brasil, principalmente, é urgente uma maior atenção para os primeiros anos de vida e da adolescência, cujos transtornos podem acarretar prejuízos na vida social e escolar, além de levar a um ciclo crônico de adversidades ao longo da vida.”

  5. Primeira edição do ano do 'Cadernos de Saúde Pública' está no ar

    A primeira edição de 2020 do Cadernos de Saúde Pública está no ar. O editorial destaca o 8º Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde (CBCSHS), que abordou o tema “Igualdade nas diferenças: enfrentamentos na construção compartilhada do bem viver e o SUS”. A publicação contempla vários artigos que tratam de consumo de drogas, insegurança alimentar, tratamento de câncer, Estratégia de Saúde da Família, acidentes de trabalho, Conselho de Saúde, entre outros. 
     

  6. Primeira edição do ano do 'Cadernos de Saúde Pública' está no ar

    A primeira edição de 2020 do Cadernos de Saúde Pública está no ar. O editorial destaca o 8º Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde (CBCSHS), que abordou o tema “Igualdade nas diferenças: enfrentamentos na construção compartilhada do bem viver e o SUS”. A publicação contempla vários artigos que tratam de consumo de drogas, insegurança alimentar, tratamento de câncer, Estratégia de Saúde da Família, acidentes de trabalho, Conselho de Saúde, entre outros. 
     

  7. Desafios das políticas públicas de saúde na Amazônia é foco do ‘Cadernos de Saúde Pública’ de dezembro

    “As repercussões nacionais e internacionais decorrentes do incremento de queimadas na Amazônia reafirmam a ideia de que, embora aconteçam em territórios específicos, tais eventos são fenômenos que transcendem o plano local, tornando complexa sua apreensão e exigindo abordagens inovadoras.” O exemplo, segundo a pesquisadora  Luiza Garnelo, que assina o editorial do Cadernos de Saúde Pública, exprime características do espaço amazônico, tendo implicações relevantes na implementação de políticas de saúde.
     

  8. Inovação em saúde garante bem-estar e crescimento econômico, diz estudo científico

    “Tendo em vista uma compreensão de desenvolvimento inclusivo, a saúde é elemento central para a garantia de bem-estar e crescimento econômico. No setor saúde, é possível convergir desenvolvimento econômico e social. Esse setor se constitui simultaneamente em um espaço de inovação tecnológica, de acumulação de capital, de geração de emprego e renda.” A afirmação vem de um estudo publicado no Cadernos de Saúde Pública.
     

  9. Perspectivas para a política de saúde mental no Brasil é o foco do 'Cadernos de Saúde Pública' deste mês

    O fascículo de novembro do CSP, que está on-line, expõe uma evidência cabal: o Brasil teve sucesso em construir uma ampla rede de serviços de atenção psicossocial em todo o território nacional, com Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) em suas diversas modalidades e tipos. Em 1998 eles eram 148, em 2014 passaram a 2.209. “Essa rede deveria ser motivo de orgulho de qualquer cidadão brasileiro frente à diversidade e à dimensão continental do Brasil.”