1. Perspectivas para a política de saúde mental no Brasil é o foco do 'Cadernos de Saúde Pública' deste mês

    O fascículo de novembro do CSP, que está on-line, expõe uma evidência cabal: o Brasil teve sucesso em construir uma ampla rede de serviços de atenção psicossocial em todo o território nacional, com Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) em suas diversas modalidades e tipos. Em 1998 eles eram 148, em 2014 passaram a 2.209. “Essa rede deveria ser motivo de orgulho de qualquer cidadão brasileiro frente à diversidade e à dimensão continental do Brasil.”
     

  2. 'Saúde de crianças e adolescentes indígenas na América Latina' é tema do novo suplemento do Cadernos de Saúde Pública

    O mais recente suplemento temático do Cadernos de Saúde Pública apresenta um conjunto de artigos que abordam questões ligadas à saúde da criança e do adolescente indígena no Brasil e na América Latina. As últimas décadas foram marcadas por um aumento significativo nas pesquisas sobre saúde indígena no Brasil. Vários pesquisadores da ENSP contribuíram com artigos sobre o tema nesse fascículo.
     

  3. Regionalização e saúde em debate no suplemento do ‘Cadernos de Saúde Pública’

    Transformações do território são uma das vertentes de mudança do mundo capitalista na atualidade. Elas expressam alterações nas diferentes dimensões da relação Estado, economia e sociedade, como  estruturas e formas de produção; relações de trabalho; e participação política. É o que está em debate no suplemento do Cadernos de Saúde Pública de outubro, que entende que o desafio para a construção do social e de uma cultura de solidariedade no Brasil  encontra-se no reconhecimento dinâmico do que é universal e particular.
     

     

  4. Regionalização e saúde em debate no suplemento do ‘Cadernos de Saúde Pública’

    Transformações do território são uma das vertentes de mudança do mundo capitalista na atualidade. Elas expressam alterações nas diferentes dimensões da relação Estado, economia e sociedade, como  estruturas e formas de produção; relações de trabalho; e participação política. É o que está em debate no suplemento do Cadernos de Saúde Pública de outubro, que entende que o desafio para a construção do social e de uma cultura de solidariedade no Brasil  encontra-se no reconhecimento dinâmico do que é universal e particular.
     

     

  5. 'Cadernos de Saúde Pública' de outubro debate mudança na avaliação da Capes

    Cadernos de Saúde Pública debate, em seu fascículo de outubro, a mudança na avaliação da produção científica no Brasil. Para as editoras, a premissa da adoção de um único critério para avaliação de periódicos científicos da Capes é questionável, considerando as profundas diferenças entre as áreas acadêmicas na produção e divulgação do conhecimento. Os novos critérios para classificação das revistas científicas no Qualis Periódicos foram anunciados pela Capes em julho de 2019. 
     

  6. 'Cadernos' de setembro aborda doenças raras no sistema de saúde público

    A revista Cadernos de Saúde Pública de setembro destaca o debate sobre o impacto orçamentário nos sistemas de saúde de caráter público e suplementar ao incorporar os medicamentos para as doenças raras, que já são mais de 7 mil identificadas, e representam de 6 a 10% de todas as enfermidades no mundo. “Por necessitarem de elevado investimento na pesquisa tecnológica para o seu desenvolvimento, são pouco lucrativos para as indústrias farmacêuticas.”
     

  7. Nascer no Brasil: artigo científico avalia satisfação com a assistência hospitalar no parto

    O estudo Nascer no Brasil elaborou um artigo, publicado no Cadernos de Saúde Pública, que analisa as propriedades psicométricas da escala de satisfação com a assistência hospitalar no parto. Essa pesquisa, com a  coordenação geral da pesquisadora da ENSP, Maria do Carmo Leal, teve como objetivo compreender os determinantes, a magnitude e os efeitos adversos das cesarianas desnecessárias no Brasil.