1. 'Radis' de abril acompanha atendimento da Unidade Básica de Saúde Fluvial Vila de Ega, Amazonas

    A reportagem de capa da revista Radis, de abril de 2020, de autoria do editor Adriano de Lavor, acompanha parte da viagem da Unidade Básica de Saúde Fluvial Vila de Ega, em Tefé, no Amazonas. “Em pouco mais de um ano e meio de trabalho, os resultados já são aparentes: além da melhoria de alguns indicadores, é positivo o retorno da população: “O maior retorno é a população que dá”, relata Maria Adriana Moreira, secretária de Saúde de Tefé.

  2. Site da 'Radis' inaugura seção especial sobre Covid-19

    O site do Programa Radis preparou uma seção especial sobre o Covid-19, onde estão reunidas reportagens, dicas e links úteis. Em destaque estão as primeiras matérias publicadas na Radis sobre o novo coronavírus, a reportagem de capa da edição 210 (março de 2020) – com explicações sobre a origem da pandemia, as ações preparatórias no SUS, o papel da Fiocruz na resposta à pandemia e um glossários com os principais termos relacionados à crise de saúde pública -, links institucionais sobre o assunto, além de conteúdos que serão publicados próxima edição da revista.

  3. Números crescentes de câncer destacam perigo da obesidade e importância do diagnóstico precoce

    Em reportagem de Adriano de Lavor, da revista Radis, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) divulgou estimativa que prevê 625 mil novos casos da doença a cada ano no país, no período entre 2020 e 2022. A publicação “Estimativa 2020 – Incidência do Câncer no Brasil”, lançada dia 4 de fevereiro, registra a obesidade como um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de 11 dos 19 tipos mais frequentes na população brasileira. Os números, que auxiliarão gestores e profissionais de saúde a planejarem ações de prevenção e assistência na área do câncer, também servem de alerta para a necessidade de qualificação dos profissionais da atenção básica para suspeição de novos casos.

  4. Números crescentes de câncer destacam perigo da obesidade e importância do diagnóstico precoce

    Em reportagem de Adriano de Lavor, da revista Radis, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) divulgou estimativa que prevê 625 mil novos casos da doença a cada ano no país, no período entre 2020 e 2022. A publicação “Estimativa 2020 – Incidência do Câncer no Brasil”, lançada dia 4 de fevereiro, registra a obesidade como um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de 11 dos 19 tipos mais frequentes na população brasileira. Os números, que auxiliarão gestores e profissionais de saúde a planejarem ações de prevenção e assistência na área do câncer, também servem de alerta para a necessidade de qualificação dos profissionais da atenção básica para suspeição de novos casos.

  5. Números crescentes de câncer destacam perigo da obesidade e importância do diagnóstico precoce

    Em reportagem de Adriano de Lavor, da revista Radis, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) divulgou estimativa que prevê 625 mil novos casos da doença a cada ano no país, no período entre 2020 e 2022. A publicação “Estimativa 2020 – Incidência do Câncer no Brasil”, lançada dia 4 de fevereiro, registra a obesidade como um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de 11 dos 19 tipos mais frequentes na população brasileira. Os números, que auxiliarão gestores e profissionais de saúde a planejarem ações de prevenção e assistência na área do câncer, também servem de alerta para a necessidade de qualificação dos profissionais da atenção básica para suspeição de novos casos.

  6. 'Radis': Novo coronavírus é sexta emergência em saúde pública internacional declarada pela OMS

    A revista Radis de março trata do mais forte alerta anunciado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o novo coronavíus, e como o SUS se prepara para enfrentar esse tipo de epidemia. A reportagem é de Bruno Dominguez. De acordo com a OMS, até 1 de março de 2020, o mundo já notificava 87.137 casos confirmados, sendo que só a China (incluindo Hong Kong, Macau e Taipei) soma 79.968 casos confirmados e 2.873 mortes; e 7.169 casos foram confirmados em outros 58 países e territórios fora da República Popular da China, incluindo 104 mortes.

  7. 'Radis' de fevereiro trata da regulamentação de produtos à base de maconha para fins medicinais

    A revista Radis de fevereiro trata da regulamentação sobre a venda de produtos à base de maconha para fins medicinais. O repórter Luiz Felipe Stevanim entrevistou o neurocientista, Sidarta Ribeiro, que defende o uso de psicodélicos como a maconha, o LSD e a ayahuasca. “Essas substâncias aumentam as sinapses do cérebro e podem ser a chave para doenças como Alzheimer, Parkinson e depressão”, aponta ele.

  8. Radis acompanha pesquisas sobre tracoma

    A reportagem de capa da primeira revista Radis de 2020 (nº 208, janeiro de 2020) relata a incursão de pesquisadores à Amazônia para avaliação das intervenções realizadas intencionando alcançar a meta mundial da eliminação do tracoma (doença infecciosa que causa cegueira). Relacionada à desigualdade social, trata-se de um problema de saúde pública, sendo considerada, por organizações internacionais, uma doença negligenciada pela ausência de investimentos da indústria farmacêutica e desenvolvimento de técnicas de detecção, diagnóstico e pesquisas. 

  9. Radis acompanha pesquisas sobre tracoma

    A reportagem de capa da primeira revista Radis de 2020 (nº 208, janeiro de 2020) relata a incursão de pesquisadores à Amazônia para avaliação das intervenções realizadas intencionando alcançar a meta mundial da eliminação do tracoma (doença infecciosa que causa cegueira). Relacionada à desigualdade social, trata-se de um problema de saúde pública, sendo considerada, por organizações internacionais, uma doença negligenciada pela ausência de investimentos da indústria farmacêutica e desenvolvimento de técnicas de detecção, diagnóstico e pesquisas. 

  10. Medida Provisória pode reduzir em até 40% o valor de aposentadoria por incapacidade

    Os acidentes ocorridos nos trajetos de ida e volta entre a casa e o local onde o profissional atua não são mais considerados acidentes de trabalho, de acordo com ofício publicado pela Secretaria da Previdência no dia 18 de novembro. Com a Medida Provisória 905/2019, situações do tipo passam a ser resolvidas entre empregado e empresa, sem a interferência da Previdência Pública. A medida é tema de matéria publicada na edição de dezembro da Radis.