1. Seminário celebra 40 anos da Paleoparasitologia nesta quinta-feira (21/2)

    O Densp/ENSP promoverá na quinta-feira, 21 de fevereiro, seminário comemorativo aos 40 anos da Paleoparasitologia. Na ocasião será inaugurada a Coleção Paleoparasitológica e de Fezes Recentes de Animais. O evento acontecerá no auditório do Museu da Vida, a partir das 9 horas. A paleoparasitologia é ciência que estuda a presença de parasitos em animais extintos e múmias pré-colombianas. Confira a programção completa. 

  2. Oficinas Clínicas Sobre o Cuidado: qualificação profissional com inscrições prorrogadas

    Prorrogadas as inscrições para o Curso de Qualificação Profissional Oficinas Clínicas Sobre o Cuidado: Narrando Casos e (Re) construindo sentidos para o Trabalho em Saúde, desenvolvido pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz), em parceria com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). O novo período de inscrições é de 13 a 15 de fevereiro de 2019. 

  3. A extinção do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional é destaque do 'CSP' de fevereiro

    Por meio da Medida Provisória nº 870 (MP 870), editada pelo presidente Jair Bolsonaro, o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) foi extinto. Para Inês Rugani Ribeiro de Castro, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a medida compromete processos de garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada em todas as esferas de governo. 

  4. Entrevista: Paulo Amarante comenta mudanças na política de Saúde Mental

    Paulo Amarante, coordenador do Laboratório de Atenção Psicossocial da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (LAPS/ENSP/Fiocruz), integrante do Grupo Temático Saúde Mental da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e presidente de honra da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme), fala sobre os retrocessos que a Nota Técnica do Ministério da Saúde, publicada em 5 de fevereiro, pode trazer a Política Nacional de Saúde Mental.

  5. Reportagem detalha funcionamento das OSS

    O analista de Gestão em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ESNP/Fiocruz), Joyker Peçanha Gomes, em entrevista ao Portal Multiplix, explicou as dificuldades existentes entre os setores público-privado, em relação às Organizações Sociais da Saúde (OSS) no estado do Rio. A reportagem destacou a greve dos funcionários da Unidade de Pronto Atendimento de Nova Friburgo, em virtude do não pagamento dos salários dos funcionários.

  6. Oficinas Clínicas Sobre o Cuidado: qualificação profissional com inscrições prorrogadas

    Prorrogadas as inscrições para o Curso de Qualificação Profissional Oficinas Clínicas Sobre o Cuidado: Narrando Casos e (Re) construindo sentidos para o Trabalho em Saúde, desenvolvido pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz), em parceria com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). O novo período de inscrições é de 13 a 15 de fevereiro de 2019. 

  7. Evento celebra Dia Internacional das Mulheres na Ciência

    Apesar de serem cerca de metade da população, as mulheres ainda são minoria na ciência. Elas são apenas 30% das cientistas do mundo e receberam apenas 3% das indicações do Nobel nas áreas científicas. No Brasil, apenas 14% dos membros da Academia Brasileira de Ciências são mulheres. Pensando nisso, a Organização das Nações Unidas estabeleceu, em 2015, o dia 11 de fevereiro como o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, em consonância com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030.

  8. Pesquisa analisa o direito à saúde no Brasil

    No dia 14 de fevereiro, apresentação de dissertação de mestrado em Saúde Pública O direito à saúde no Brasil: entre a judicialização e a desjudicialização, por Iara Veloso Oliveira Figueiredo, a partir das 13h30, na sala 523 do prédio da ENSP.

     
     

  9. Instituições se posicionam sobre mudanças na política de Saúde Mental

    Com a divulgação da Nota Técnica do Ministério da Saúde, em 5 de fevereiro, as mudanças na política nacional de saúde mental voltaram ao debate público. Pela primeira vez, o conjunto das mudanças em curso desde dezembro de 2017 foram expressos num único documento, trazendo, entre outros pontos, a complementariedade e harmonia entre os pontos de cuidado, nivelando Centros de Apoio Psicossocial, hospitais psiquiátricos e hospital-dia, Serviço Residencial Terapêutico e Comunidades Terapêuticas; o aumento das custas para leitos hospitalares e a autorização para compra pública com recursos do Fundo Nacional de Saúde de aparelhos para Eletroconvulsoterapia.