1. Médica esclarece reportagem sobre vacinação contra febre amarela na ENSP; campanha inicia neste sábado (25/3)

    A médica Celina Boga, do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria, unidade de saúde da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fiocruz, rebateu, na quarta-feira, a reportagem veiculada em jornal de grande circulação do Rio de Janeiro, cujo texto mencionou a indisponibilidade de vacinas nos postos de saúde da instituição para seus próprios funcionários. Segundo a médica, o CSEGSF “não integra a rede de vacinação contra a FA e segue estritamente os protocolos técnicos das autoridades sanitárias competentes”. Ainda de acordo com ela, a unidade de saúde estará integrada à rede de postos que iniciará a campanha de vacinação contra febre amarela no próximo sábado.

  2. Pesquisadora integra comitê do Banco Mundial na área de tuberculose e doença pulmonar ocupacional

    O Banco Mundial nomeou a pesquisadora Margareth Dalcolmo, do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (CRPHF/ENSP), integrante do Comitê Regional de Apoio a Projetos nas Áreas de Doenças Respiratórias Ocupacionais e Tuberculose para a África Subsaariana. O grupo, que reúne membros de diferentes países, fornece suporte técnico e científico para melhoria da cobertura e qualidade dos serviços de controle da tuberculose e de doença pulmonar ocupacional nos países africanos, além de prover as condições adequadas para submissão de projetos financiados pelo Banco Mundial. A pneumologista da Fiocruz é a primeira brasileira indicada para compor o comitê.

  3. Seção especial destaca ações da Fiocruz na luta contra a tuberculose

    Em 2017, a Organização Mundial de Saúde (OMS) iniciou o segundo ano da campanha global Unidos para Acabar com a Tuberculose (United to End TB, em inglês), uma das dez maiores causas de morte em todo o mundo, com 10 milhões de novos casos notificados por ano, levando mais de um milhão de pessoas a óbito. Nos últimos anos, a preocupação com esses números elevados fez com que a OMS redefinisse a classificação de países prioritários para o período de 2016 a 2020. Três são as listas prioritárias, definidas segundo os critérios epidemiológicos: carga de tuberculose; tuberculose multidrogarresistente; e coinfecção TB/HIV. O Brasil, que ainda permanece entre os 20 países que apresentam mais casos da doença, encontra-se em duas dessas listas, ocupando a 20ª posição na classificação de carga da doença e a 19ª quanto à coinfecção TB/HIV. Em depoimento ao Informe ENSP, o médico pneumologista Hermano Castro, diretor da Escola Nacional de Saúde Pública, destacou o necessário investimento na infraestrutura urbana e o combate à pobreza como fatores ímpares no controle da tuberculose.

  4. ENSP realiza I Colóquio Latino-Americano de Formação em Saúde Pública

    Desde o ano de 2014, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP) desenvolve diferentes tipos de cooperações com instituições formadoras em Saúde Pública de Cuba, com vistas a fortalecer a capacidade de governança dos sistemas de saúde de ambos os países. Como fruto dessa relação, a ENSP realizou, em 2015, o I Colóquio Brasil-Cuba de Formação em Saúde Pública, considerado um sucesso. Sua segunda edição ocorreu no ano seguinte em Cuba. Para 2017, como não poderia ser diferente, a Escola está preparando novamente um grande encontro. No entanto, ele será mais abrangente e, portanto, intitulado I Colóquio Latino-Americano de Formação em Saúde Pública, cujo principal objetivo é possibilitar o intercâmbio de experiências exitosas de formação em saúde pública. A ideia é estreitar o diálogo e o crescimento conjunto de instituições-chave do Brasil e de Cuba, as quais, cotidianamente, enfrentam o desafio de qualificar recursos humanos para seus sistemas de saúde. O encontro acontecerá de 8 a 10 de maio na ENSP. Faça sua inscrição, participe! Acompanhe aqui a programação preliminar. 

  5. Roberto Leher abrirá ano letivo da ENSP/Fiocruz nesta sexta-feira (24/3)

    Nesta sexta-feira, 24 de março, o reitor da UFRJ, Roberto Leher, proferirá a palestra "Conhecimento para quem?", em atividade que marcará a abertura do ano letivo da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Em sua apresentação, Leher questionará: Quem produz, quem avalia e, principalmente, a quem interessa a produção do conhecimento científico?". Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), o professor é reconhecido por suas pesquisas na área das Políticas Públicas em Educação e por fazer críticas contundentes à forma como é avaliada e conduzida a produção científica no Brasil. A aula inaugural da ENSP/Fiocruz está marcada para o Auditório térreo da ENSP, às 14h. 

  6. Atividades encerram semana de combate à tuberculose

    Na semana de 20 a 24 de março de 2017, o Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP/Fiocruz) - instituição nacional de referência do SUS para a TB e outras pneumopatias - promove uma série de mobilizações a fim de marcar o Dia Mundial de Combate à Tuberculose. A programação reúne palestras, apresentações e exposições culturais e artísticas. As ações também preveem  a iluminação do Castelo da Fiocruz com a cor vermelha, de 20 a 27 de março, e da estátua do Cristo Redentor, no dia 24, para marcar o dia de combate. Na sexta-feira, no auditório do CRPHF, haverá a divulgação do documento Unidos pelo fim da TB. Cada palavra conta: linguagem e uso sugeridos para comunicações em Tuberculose – Stop TB Partnership/Unops, e a palestra Saúde, linguagem e estigma, a ser proferida pelo pesquisador Caco Xavier. Confira a programação completa.

     
     

  7. Política de drogas e encarceramento pautam série Futuros do Brasil

    O desenvolvimento de uma política de drogas orientada pelo viés da assistência social e da saúde pública, bem como seus efeitos para o sistema prisional brasileiro serão tema do novo evento da série "Futuros do Brasil", realizado pelo Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz (CEE-Fiocruz) e o Centro de Estudos Giuliano de Oliveira Suassuna, do Departamento de Direitos Humanos, Saúde e Diversidade Cultural da ENSP (Dihs). O advogado e professor Salo de Carvalho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), proferirá a palestra intitulada Política de drogas e encarceramento no Brasil em 30/3/2017, às 10h, no salão internacional da ENSP (ENSP/Fiocruz). O evento também será transmitido ao vivo pelo blog do CEE-Fiocruz.

  8. Projeto sobre desempenho do programa de TB na atenção primária será apresentado na ENSP

    No dia 23/3, às 9h, será realizado, na Escola, mais um seminário de devolutiva do projeto Inova-ENSP com o tema Avaliação de desempenho do programa de controle da tuberculose na atenção primária em quatro municípios brasileiros. O estudo a ser apresentado relata uma experiência de avaliação de desempenho das ações de prevenção e controle da tuberculose na Atenção Primária. O encontro, aberto ao público, acontecerá na sala 407 sob a coordenação da pesquisadora Gisela Cardoso.

  9. Fórum Intersindical dedica boletim às mulheres

    A edição de março do boletim do Fórum Intersindical Saúde - Trabalho - Direito está totalmente dedicada às mulheres trabalhadoras do país. O editorial, destacado na cor rosa, aponta a desigualdade, construída historicamente, de uma sociedade machista e excludente, que resulta na dificuldade de ascenção profissional e na diferença salarial entre os gêneros.