1. ‘Ciência e Saúde Coletiva’: revista completa 25 anos de ciência para construção do SUS

    A revista Ciência & Saúde Coletiva completa 25 anos em 2020, e nesse fascículo de março traz  um editorial assinado pela pesquisadora da ENSP, Maria Cecília de Souza Minayo; Romeu Gomes, do Instituto Fernandes Figueira/Fiocruz; e Antônio Augusto Moura da Silva, da Universidade Federal do Maranhão. “Esse editorial se refere ao significado mais profundo da razão de existir da revista Ciência & Saúde Coletiva que neste ano de 2020 faz 25 anos!”

  2. Coronavírus e a importância da soberania na produção e distribuição de medicamentos

    Em artigo, Jorge Bermudez, chefe do Departamento de Política de Medicamentos e Assistência Farmacêutica, NAF/ENSP. fala sobre o coronavírus e a importância da soberania na produção e distribuição de medicamentos. "O fortalecimento do SUS, e não seu sucateamento, deve ser a tônica a ser defendida, na contramão das medidas liberais que o governo federal vem implementando. Nossa capacidade de resposta a emergências, como o coronavírus, deixa clara a relevância de políticas sociais, da pesquisa, da ciência e tecnologia e da soberania nacional na produção de medicamentos."

  3. 'Radis' de fevereiro trata da regulamentação de produtos à base de maconha para fins medicinais

    A revista Radis de fevereiro trata da regulamentação sobre a venda de produtos à base de maconha para fins medicinais. O repórter Luiz Felipe Stevanim entrevistou o neurocientista, Sidarta Ribeiro, que defende o uso de psicodélicos como a maconha, o LSD e a ayahuasca. “Essas substâncias aumentam as sinapses do cérebro e podem ser a chave para doenças como Alzheimer, Parkinson e depressão”, aponta ele.

  4. 'Cadernos de Saúde Pública' de fevereiro destaca saúde mental dos brasileiros

    A revista Cadernos de Saúde Pública (CSP) de fevereiro destaca os transtornos mentais, que representam hoje um dos principais desafios na agenda de saúde, constituindo um ônus importante para os serviços públicos. “No Brasil, principalmente, é urgente uma maior atenção para os primeiros anos de vida e da adolescência, cujos transtornos podem acarretar prejuízos na vida social e escolar, além de levar a um ciclo crônico de adversidades ao longo da vida.”

  5. Artigo reflete sobre desafios éticos diante da prática médica impactada pela tecnologia

    Como se desenvolveu a medicina de grupo no Brasil, como um intermediário desejado pela população, e as transformações tecnológicas e suas implicações no fazer médico? A reflexão está num artigo da ENSP publicado na revista Divulgação em Saúde para Debate. O objetivo deste artigo foi retratar alguns desafios éticos relacionados com as transformações da prática médica impactada pelo desenvolvimento científico e tecnológico. 

  6. Artigos publicados no 'Cadernos' tratam da relação dieta alimentar e saúde

    Nos últimos anos, as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) foram as principais causas de mortalidade no mundo, provocando em média, a cada ano, 70% das mortes. Os principais fatores de risco comportamentais para DCNT são o tabagismo, o consumo excessivo de álcool, o sedentarismo e o excesso de peso. Três artigos do Cadernos de Saúde Pública abordam a questão da dieta alimentar e sua relação com a saúde.

  7. Entrevista: Cecilia Minayo fala sobre violência e saúde no Brasil

    Maria Cecília Minayo, pesquisadora titular da Fiocruz e coordenadora científica do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Claves/ENSP), fala sobre questões atuais e históricas da violência e sobre sua relação com a saúde das pessoas e perspectivas de atuação na conjuntura brasileira atual.

  8. Toma posse nova diretoria do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde - Cebes

    Nesta terça-feira (28/01), tomou posse a nova diretoria do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes)  – Gestão 2020/2021. A presidente reeleita, Lucia Souto, reafirma o compromisso da entidade com um projeto civilizatório de inclusão de toda população brasileira e contra a barbárie responsável pela inadmissível desigualdade que afronta o país. O evento ocorreu no Clube de Engenharia, Rio de Janeiro. Durante o evento foi veiculado um depoimento do ex-ministro da Saúde, José Gomes Temporão. 
     

  9. Fiocruz divulga relato da primeira expedição Fioantar

    Na Antártica, a primeira oportunidade pode ser a última. A frase, ouvida de veteranos, foi repetida pelos pesquisadores da Fiocruz que retornaram após sua primeira expedição ao continente gelado. Para fazer pesquisas na Antártica, é necessário muita preparação e planejamento. O grupo passou por uma preparação de um ano, que incluiu a definição de metodologia, logística, pontos de coletas e até mesmo um treinamento de oito dias conduzido pela Marinha na restinga da Marambaia.