1. Gestor da OMS reconhece importância do Brasil no monitoramento das estratégias da indústria do tabaco

    Tibor Szilagyi, líder da equipe de relatórios e gestão do conhecimento do Secretariado da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (Framework Convention on Tobacco Control - WHO FCTC), concedeu entrevista ao boletim do Observatório sobre as Estratégias da Indústria do Tabaco e destacou a importância da criação desse tipo de plataforma a nível mundial. Ele também disse ser fundamental monitorar os passos da indústria.
     

  2. Especialização em Saúde Pública prorroga prazo para entrega de documentos

    O curso de Especialização em Saúde Pública da ENSP prorrogou, até o dia 22/1/2018, o prazo da entrega dos documentos de inscrição no Serviço de Gestão Acadêmica. O adiamento é destinado somente aos candidatos que realizaram a inscrição via internet e efetuaram o pagamento no prazo estipulado no edital. A especialização em Saúde Pública oferece 33 vagas e obteve mais de 400 candidatos inscritos. Acesse o aditivo de prorrogação.
     

  3. A distribuição da leucemia no mundo: egresso do mestrado e doutorado ENSP publica artigo na revista The Lancet

    Egresso dos programas de Saúde Pública e Meio Ambiente da Escola, Adalberto Miranda Filho publicou, na edição de janeiro da revista The Lancet Haemaetology, artigo sobre a disitribuição da leucemia no mundo. Foram analisados dados dados 184 países, coletados por meio da base Globocan da Agencia Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC/Franca), onde Adalberto faz seu pós-doutorado. Os resultados do artigo, escrito em conjunto com outros cinco pesquisadores, são relativos ao meu projeto chamado "Global burden of haematological malignancies", da agência.

     

  4. Fiocruz atua no esclarecimento de surto de hepatite A no Rio de Janeiro

    O Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) integra, por demanda da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, o esforço para esclarecimento do surto de hepatite A na comunidade do Vidigal, na Zona Sul da cidade. De acordo com a secretaria, 75 casos da doença foram confirmados. O Instituto concluiu a análise de amostras de água coletadas na comunidade. De acordo com os laudos informados à secretaria de saúde, e tornados públicos pela instância no quarta-feira (10/1), três das 10 amostras recebidas foram positivas. A atividade foi conduzida pelo Laboratório de Virologia Comparada e Ambiental e pelo Laboratório de Desenvolvimento Tecnológico em Virologia do IOC.

  5. Pesquisador da ENSP assina artigo sobre a contradição do capitalismo

    Ary Miranda, pesquisador do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Cesteh/ENSP/Fiocruz), integrante do Grupo Temático Saúde e Ambiente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (GTSA/Abrasco) e da Comissão Científica do 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva ( Abrascão 2018) assina o artigo O Brasil e a segunda contradição do capitalismo. Segundo ele, no Brasil, a partir dos anos 1980, a política agrária acentua significativamente os domínios do agronegócio, marcado por intensa concentração fundiária por grupos transnacionais. Este fenômeno fez com que, em 2003, 112 mil propriedades concentrassem 215 milhões de hectares de terra e, sete anos depois, mais 100 milhões de hectares passaram ao controle de grandes empresas. O que, de acordo com ele aprofunda a concentração de terras e acentua a expulsão de trabalhadores para área de expansão da fronteira agrícola e para os grandes centros urbanos, intensificando grandes conflitos socioambientais. Leia o artigo publicado na Abrasco na íntegra. 

  6. Brasil organizará evento preparatório da Health Systems Global

    No dia 25 de janeiro, a professora Ligia Bahia, do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva (Iesc/UFRJ), ministrará a palestra Mix público privado na perspectiva de acesso e cobertura do sistema universal de saúde: polêmicas e possibilidades, via webinar, como pré-conferência, no Brasil, do 5º Simpósio Mundial da Health Systems Global. Programado para outubro de 2018, em Liverpool, na Inglaterra, o evento discutirá os Avanços dos Sistemas de Saúde para Todos na Era dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A pesquisadora Vera Lúcia Luiza, do Departamento de Política de Medicamentos e Assistência Farmacêutica da ENSP, faz parte da comissão científica. O Webinar será das 14h às 17h. Clique aqui para participar.

  7. Assista agora aula de abertura Curso de Especialização em Tecnologias Educacionais para a Prática Docente no Ensino da Saúde na Escola

    Assista agora a aula de abertura do Curso de Especialização em Tecnologias Educacionais para a Prática Docente no Ensino da Saúde na Escola. Com o tema Prática Docente em contexto híbrido, multimodal pervasivo e ubíquo: inventividade e inovação na Educação, a aula conta com a participação da professora do Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Eliane Schlemmer. O programa da aula inaugural conta ainda com as boas-vindas das coordenadoras do curso Elomar Castilho Barilli e Rosely Magalhães, do coordenador de Pós-Graduação lato sensu da ENSP, Rafael Arouca; e do coordenador de Desenvolvimento Educacional e EAD da Escola (CDEAD), Mauricio De Seta. Em seguida haverá uma breve apresentação do corpo docente. 

  8. Campanha de vacinação terá dose fracionada de febre amarela em três estados

    Entre fevereiro e março deste ano, 76 municípios dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia irão realizar campanha de vacinação com doses fracionadas e padrão contra a febre amarela. O objetivo é evitar a expansão do vírus para áreas próximas de onde há circulação atualmente. No total, 19,7 milhões de pessoas destes municípios deverão ser vacinadas na campanha, sendo 15 milhões com a dose fracionada e outras 4,7 milhões com a dose padrão. A adoção do fracionamento das vacinas é uma medida preventiva que será implementada em áreas selecionadas, durante período determinado de 15 dias.