1. Pesquisadores da ENSP participam da 4º Assembleia Global de Saúde dos Povos

    Os pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), Lígia Giovanella e Ary Miranda, participaram da 4º Assembleia Global de Saúde dos Povos (PHA 4), realizada em Bangladesh, de 15 a 19 de novembro de 2018. O encontro, que contou com mais de 1.400 ativistas, representando 73 países, fortaleceu a necessidade de desenvolver estratégias conjuntas globais para combater as ameaças ao direito humano universal à saúde e as abordagens neoliberais da saúde.

  2. Reforma Trabalhista – e pode piorar

    Segundo a Vossa Excelência Tiririca “Pior do que está não fica”, mas se tratando de Brasil (ou certos momentos), tudo pode piorar. Dito isso, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, defendeu o aprofundamento da Reforma Trabalhista, porque segundo ele “É horrível ser patrão no Brasil”. 
     
     
     
     

  3. Sistema agroalimentar: produtor de doença, iniquidade social e injustiça ambiental

    O atual sistema agroalimentar é produtor de doença, iniquidade social e injustiça ambiental. As evidências disso se acumulam: da contaminação de alimentos e intoxicação de trabalhadores rurais por agrotóxicos, passando pela poluição do ar, dos rios e dos solos pelos resíduos de um sistema dependente dos combustíveis fósseis, chegando aos problemas gerados pelos hábitos alimentares nada saudáveis fomentados pela indústria alimentícia. 

  4. Reforma Trabalhista: acompanhe outras notícias atualizadas sobre o tema

    A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) criou um site para divulgar notícias sobre a reforma trabalhista. O espaço virtual disponibiliza uma série de artigos acadêmicos, legislação, notas e orientações sobre a Lei n. 13.467/2017, assinada em julho de 2017 e em vigor desde 11 de novembro de 2017. O site Reforma Trabalhista tem por objetivo disseminar informações a respeito dos impactos desta reforma na proteção social, saúde e organização dos trabalhadores. 

  5. ENSP lança Núcleo Ecologias, Epistemologias e Promoção Emancipatória da Saúde em Encontro de Saberes

    A ENSP/Fiocruz realizará, de 26 a 28 de novembro, o Encontro de Saberes: Ecologias, Epistemologias e Promoção Emancipatória. O encontro marcará o lançamento do Núcleo de Ecologias. Segundo o coordenador do Núcleo, Marcelo Firpo, o principal objetivo do NEEPES é o desenvolvimento conceitual e metodológico na articulação de três campos de conhecimento em torno das lutas sociais por saúde e justiça das populações excluídas das cidades, campos e florestas. 

  6. Profissionais do Centro de Saúde da ENSP e da Clínica da Família Victor Valla aderem às manifestações contra os cortes no orçamento

    Profissionais de Atenção Básica decidem fortalecer as atividades contra o sucateamento da saúde pública e lançam carta-manifesto. Os sindicatos dos Médicos (SinMed/RJ), dos auxiliares e técnicos de enfermagem (Satem/RJ) e dos Agentes Comunitários de Saúde (Sinacs/ RJ) decidiram, em assembleia, pela paralisação dessas categorias nos dias 23 e 30 de outubro. Além da paralisação, estão marcadas duas manifestações em frente à prefeitura do Rio de Janeiro.

     
     

  7. Residentes da ENSP lançam carta de repúdio aos cortes na área da saúde

    Após as propostas de diminuição de recursos do prefeito Crivella, os residentes do programa multiprofissional de saúde da família da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP/Fiocruz) também lançam carta de repúdio aos cortes na saúde, que irão atingir especialmente à Atenção Primária à Saúde (APS). Estas medidas provocarão o fechamento de Clínicas da Família e a redução do atendimento, impactando as áreas de prevenção e promoção da saúde, que são essenciais para a detecção de doenças em estágios iniciais.  

  8. Profissionais do Centro de Saúde da ENSP e da Clínica da Família Victor Valla aderem às manifestações contra os cortes no orçamento

    Profissionais de Atenção Básica decidem fortalecer as atividades contra o sucateamento da saúde pública e lançam carta-manifesto. Os sindicatos dos Médicos (SinMed/RJ), dos auxiliares e técnicos de enfermagem (Satem/RJ) e dos Agentes Comunitários de Saúde (Sinacs/ RJ) decidiram, em assembleia, pela paralisação dessas categorias nos dias 23 e 30 de outubro. Além da paralisação, estão marcadas duas manifestações em frente à prefeitura do Rio de Janeiro.