1. Palestras e formatura encerram aniversário da ENSP

    Quatro eventos marcam o último dia das comemorações de aniversário dos 60 anos da ENSP. A sexta-feira (5/9) começa com uma roda de conversa com alunos e ex-diretores da instituição, às 9h30, no salão internacional. Na parte da tarde, sempre às 14 horas, haverá os debates Desafios da gestão pública numa instituição de ensino, pesquisa e inovação em saúde pública e Conflitos ambientais e populações atingidas pela mineração e siderurgia: os casos de Açailândia (MA) e Santa Cruz (RJ), no salão internacional e na sala 410, respectivamente. E fechando as atividades, a tradicional formatura dos alunos de mestrado e doutorado da ENSP, no auditório da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz). Ao longo do dia, dois vídeos serão exibidos. Pela manhã o documentário ENSP: uma história de cidadania e, a tarde, A peleja do povo contra o dragão de ferro: Carajás 30 anos. As atividades dos 60 anos da Escola são abertas ao público e transmitidas pela internet.

  2. Depoimentos recordam a criação da ENSP nos anos 50

    "O projeto da década de 50 do governo Vargas marcou uma arrancada desenvolvimentista não só no aspecto econômico, mas também na dimensão social. A ENSP, portanto, tem essa simbologia: nasce no cerne do desenvolvimento brasileiro como um projeto de nação". O contexto vivido pelo país no bojo da criação da Escola Nacional de Saúde Pública, em 1954, e marcado pela criação do BNDE, CNPq, Petrobras e também do Ministério da Saúde, citados na fala do ex-professor da Eduardo Costa, norteou a abertura das comemorações dos 60 anos da instituição, na quarta-feira (3/9). A solenidade homenageou todos aqueles que contribuíram para a consolidação da ENSP como principal Escola de Saúde Pública da América do Sul, além de relembrar sua jornada nos primeiros anos de criação.

  3. 60 anos ENSP: comemoração prossegue na quinta (4/9)

    O segundo dia (4/9) de celebração do aniversário de 60 anos da Escola segue com o 'Seminário Nascer e crescer em tempos difíceis: a jornada da ENSP de 1954 a 1979'. Na ocasião, às 9h30, ocorrerá o painel Período 1970-1979 (De Médici à anistia) - Do esvaziamento à retomada, que será apresentado pelo professor Eduardo Costa e terá coordenação do ex-diretor da instituição, Arlindo Fábio Gómez de Sousa. A exposição será dividida em quatro blocos. São eles: 'Da ENSP à Fiocruz'; 'Os cursos descentralizados de saúde pública'; 'O Peppe/Peses e seus desdobramentos'; e 'O grupo de Campinas'. Na parte da tarde, às 14 horas, acontecerá a mesa redonda A crise do capitalismo atual sobre a saúde e o SUS. As atividades dos 60 anos da Escola são abertas ao público e transmitidas pela internet.

  4. 60 anos ENSP: comemoração tem início na quarta (3/9)

    Para celebrar seu aniversário de 60 anos, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca contará a história e os bastidores que marcaram sua origem na década de 1950. O momento de arrancada desenvolvimentista do Brasil, determinado pela criação do BNDE, CNPq, Petrobrás e também do Ministério da Saúde, bem como as tensões políticas e a crise vivida no país - época em que foi assinada a lei que criou a ENSP, logo após o suicídio de Vargas -, pautará as mesas-redondas e palestras que serão realizadas entre os dias 3 e 5 de setembro. Com o tema Saúde, educação, ciência e cidadania: nossa luta de todo dia, a ENSP/Fiocruz convida a todos para relembrar sua trajetória e homenagear aqueles que fazem parte desse caminho. A conferência de abertura será transmitida em tempo real no link http://webconf2.rnp.br/fiocruz_gabinete.

  5. ENSP recorda sua criação na abertura dos 60 anos

    Saúde, educação, ciência e cidadania: nossa luta de todo dia é o tema das comemorações dos 60 anos da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz). De 3 a 5 de setembro, uma série de atividades, mesas e debates irão resgatar a história e contar os bastidores da criação da ENSP na década de 50. A abertura do evento acontecerá às 9h30, no salão internacional. Logo em seguida, às 10h30, será exposto o primeiro painel do Seminário Nascer e crescer em tempos difíceis: a jornada da ENSP de 1954 a 1979. O evento, coordenado pelo ex-diretor da ENSP, Luiz Fernando Ferreira, será mediado por Eduardo Costa, ex-aluno e ex-pesquisador, e debaterá o Período 1954-1969 (do suicídio de Vargas à "eleição" de Médici) - Do nascimento à violação

  6. Biblioteca de Saúde Pública comemora 60 anos no dia 1º/9

    Com mesa redonda, apresentação de coral, exposição e bolo será comemorado, no dia 1º/9, de 14h às 16h, os 60 anos da Biblioteca de Saúde Pública da Fiocruz. O evento contará com a mesa redonda Os 60 anos da Biblioteca de Saúde Pública da Fiocruz, no hall da Biblioteca, que terá a participação de Nísia Trindade, vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação (VPEIC/Fiocruz), Paulo Buss, diretor geral do Centro de Relações Internacionais em Saúde/Fiocruz; Umberto Trigueiros, diretor do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict); Hermano Castro, diretor da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP) e Jussara Long, chefe da Biblioteca de Saúde Pública.

  7. 60 anos ENSP: comemoração tem início na quarta (3/9)

    Para celebrar seu aniversário de 60 anos, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca contará a história e os bastidores que marcaram sua origem na década de 1950. O momento de arrancada desenvolvimentista do Brasil, determinado pela criação do BNDE, CNPq, Petrobrás e também do Ministério da Saúde, bem como as tensões políticas e a crise vivida no país - época em que foi assinada a lei que criou a ENSP, logo após o suicídio de Vargas -, pautará as mesas-redondas e palestras que serão realizadas entre os dias 3 e 5 de setembro. Com o tema Saúde, educação, ciência e cidadania: nossa luta de todo dia, a ENSP/Fiocruz convida a todos para relembrar sua trajetória e homenagear aqueles que fazem parte desse caminho. A conferência de abertura será transmitida em tempo real no link http://webconf2.rnp.br/fiocruz_gabinete.

  8. ENSP resgata sua trajetória no aniversário de 60 anos

    Para celebrar seu aniversário de 60 anos, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca contará a história e os bastidores que marcaram sua origem na década de 1950. O momento de arrancada desenvolvimentista do Brasil, determinado pela criação do BNDE, CNPq, Petrobrás e também do Ministério da Saúde, bem como as tensões políticas e a crise vivida no país - época em que foi assinada a lei que criou a ENSP, logo após o suicídio de Vargas -, pautará as mesas-redondas e palestras que serão realizadas entre os dias 3 e 5 de setembro. Com o tema Saúde, educação, ciência e cidadania: nossa luta de todo dia, a ENSP/Fiocruz convida a todos para relembrar sua trajetória e homenagear aqueles que fazem parte desse caminho.

  9. Biblioteca de Saúde Pública comemora 60 anos no dia 1º/9

    Com mesa redonda, apresentação de coral, exposição e bolo será comemorado, no dia 1º/9, de 14h às 16h, os 60 anos da Biblioteca de Saúde Pública da Fiocruz. O evento contará com a mesa redonda Os 60 anos da Biblioteca de Saúde Pública da Fiocruz, no hall da Biblioteca, que terá a participação de Nísia Trindade, vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação (VPEIC/Fiocruz), Paulo Buss, diretor geral do Centro de Relações Internacionais em Saúde/Fiocruz; Umberto Trigueiros, diretor do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict); Hermano Castro, diretor da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP) e Jussara Long, chefe da Biblioteca de Saúde Pública.