1. Pesquisadores da ENSP lançam publicações no Abrascão 2018

    O livro Atenção Primária à Saúde no Brasil: conceitos, práticas e pesquisa será lançado nesta quinta-feira, 26/7, às 16h30, durante o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva - Abrascão 2018. A publicação, que foi organizada por pesquisadores da ENSP, assim como o número especial da revista Ciência & Saúde Coletiva 'Contexto internacional das políticas sociais e dos sistemas de saúde' serão lançados do Espaço Saúde & Letras, da Abrasco Livros, Editora Fiocruz e VídeoSaúde. Acontecerá ainda um debate com alguns autores na sessão Olhares da Saúde: do global ao local. O encontro está marcado para o dia 27/7, às 9h30, na área de exposição do Congresso.

  2. ONU repudia ameaças à pesquisadora e defensora dos direitos humanos Debora Diniz

    O Sistema das Nações Unidas no Brasil expressa a sua preocupação e repudia as manifestações de ódio e ameaças direcionadas à pesquisadora e professora da Universidade de Brasília (UnB), Debora Diniz. Ativista de longa data pela saúde pública e universal, é internacionalmente reconhecida por seu trabalho e ativismo em questões relacionadas à saúde e direitos sexuais e reprodutivos das mulheres. Debora também é professora do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS) da ENSP. 

  3. Pesquisadores da ENSP debatem a laicidade do Estado e as religiões

    A laicidade do Estado brasileiro é tema de profundo debate e embate num país com mais de 200 milhões de habitantes que reúne as mais diversas matrizes religiosas e filosóficas. Para debater a questão, os pesquisadores da ENSP Sergio Rego e Pablo Dias Fortes, junto com Marisa Palácios, participaram da publicação Embates em torno do Estado Laico com o artigo Bioética laica: zonas de atrito com as religiões na prática em saúde. Confira.

  4. Pesquisadores da ENSP debatem a laicidade do Estado e as religiões

    A laicidade do Estado brasileiro é tema de profundo debate e embate num país com mais de 200 milhões de habitantes que reúne as mais diversas matrizes religiosas e filosóficas. Para debater a questão, os pesquisadores da ENSP Sergio Rego e Pablo Dias Fortes, junto com Marisa Palácios, participaram da publicação Embates em torno do Estado Laico com o artigo Bioética laica: zonas de atrito com as religiões na prática em saúde. Confira.

  5. 'Provocações em relação ao peso corporal afetam adolescentes de baixa renda', revela pesquisa

    Um estudo, em 10 escolas públicas de São Paulo, revelou a insatisfação com o tamanho corporal que afeta o peso de adolescentes, principalmente do sexo feminino. De acordo com a pesquisa, na adolescência, nota-se preocupação crescente com a imagem corporal, levando a comparações influenciadas pelos conceitos sociais de atratividade, geralmente tipificados por um corpo magro. As 253 meninas entrevistadas relataram que foram provocadas por 38,5% de seus familiares e 40,6% de seus colegas. Em relação à provocação familiar, a maior prevalência foi de irmãos (55,7%), mães (40,9%) e pais (18,2%).