1. Pesquisador da ENSP lança publicação sobre patologização e medicalização da vida

    Com o objetivo de alertar que a patologização e medicalização da vida trata-se de uma invasão em nosso cotidiano, inescapável, o pesquisador da ENSP e coordenador do Laboratório de Atenção Psicossocial da ENSP, Paulo Amarante, organizou – em parceria com Ana Maria Fernandes Pitta e Walter Ferreira de Oliveira - o livro Patologização e medicalização da vida: epistemologia e política. A publicação, que reúne 11 artigos de diferentes especialistas da área, foi lançada durante o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.

  2. Pesquisadores da ENSP lançam publicações no Abrascão 2018

    O livro Atenção Primária à Saúde no Brasil: conceitos, práticas e pesquisa será lançado nesta quinta-feira, 26/7, às 16h30, durante o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva - Abrascão 2018. A publicação, que foi organizada por pesquisadores da ENSP, assim como o número especial da revista Ciência & Saúde Coletiva 'Contexto internacional das políticas sociais e dos sistemas de saúde' serão lançados do Espaço Saúde & Letras, da Abrasco Livros, Editora Fiocruz e VídeoSaúde. Acontecerá ainda um debate com alguns autores na sessão Olhares da Saúde: do global ao local. O encontro está marcado para o dia 27/7, às 9h30, na área de exposição do Congresso.

  3. ONU repudia ameaças à pesquisadora e defensora dos direitos humanos Debora Diniz

    O Sistema das Nações Unidas no Brasil expressa a sua preocupação e repudia as manifestações de ódio e ameaças direcionadas à pesquisadora e professora da Universidade de Brasília (UnB), Debora Diniz. Ativista de longa data pela saúde pública e universal, é internacionalmente reconhecida por seu trabalho e ativismo em questões relacionadas à saúde e direitos sexuais e reprodutivos das mulheres. Debora também é professora do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS) da ENSP. 

  4. Pesquisadores da ENSP debatem a laicidade do Estado e as religiões

    A laicidade do Estado brasileiro é tema de profundo debate e embate num país com mais de 200 milhões de habitantes que reúne as mais diversas matrizes religiosas e filosóficas. Para debater a questão, os pesquisadores da ENSP Sergio Rego e Pablo Dias Fortes, junto com Marisa Palácios, participaram da publicação Embates em torno do Estado Laico com o artigo Bioética laica: zonas de atrito com as religiões na prática em saúde. Confira.

  5. Pesquisadores da ENSP debatem a laicidade do Estado e as religiões

    A laicidade do Estado brasileiro é tema de profundo debate e embate num país com mais de 200 milhões de habitantes que reúne as mais diversas matrizes religiosas e filosóficas. Para debater a questão, os pesquisadores da ENSP Sergio Rego e Pablo Dias Fortes, junto com Marisa Palácios, participaram da publicação Embates em torno do Estado Laico com o artigo Bioética laica: zonas de atrito com as religiões na prática em saúde. Confira.