1. Violência armada, políticas de segurança e impactos na saúde será o tema do próximo Ceensp

    O Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos (Ceensp/ENSP), marcado para quarta-feira, 6 de novembro, às 13h30, apresentará o tema Violência armada, políticas de segurança e impactos na saúde. Sob a coordenação da pesquisadora da ENSP, Mayalu Matos da Silva,  a atividade, aberta a todos os interessados, acontecerá no salão internacional da Escola e não necessita de inscrição prévia.

  2. “Ser transgressor é um dever de existência”, disse Debora Diniz no World Bioethics Day

    O encontro anual fomentado pela Cátedra de Bioética da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco, na sigla em inglês) trouxe para o centro do debate cinco mulheres que não apenas estudam e pesquisam temáticas relevantes à saúde e outros campos do conhecimento, mas que dedicam seus dias e produção em favor da defesa da vida e dos direitos humanos. “Mais do que nunca, a universidade é não apenas um espaço de pensamento, mas de transgressão. Ser transgressores não é mais uma escolha para nós, é um dever de existência! Temos que fazer uso daquilo que sabemos e podemos fazer para o engajamento e a transformação. Portanto, peço que não se acomodem. Usem o conhecimento para a transformação”, convocou Debora Diniz durante o World Bioethics Day 2019, sediado pela ENSP. 

     

  3. Pesquisadoras da ENSP debaterão violência interpessoal em encontro na Uerj

    Violência familiar, contra mulheres, comunitária, bullying, bem como violência nos serviços de saúde estão no escopo de estudos do Programa de Investigação Epidemiológica em Violência Familiar (IMS/Uerj) que está comemorando duas décadas de atuação. Para tanto vai realizar, em 18/11, o Seminário Produção científica, inovações e desafios na pesquisa em violência interpessoal no Brasil: 20 anos do PIEVF. A pesquisadora Emérita da Fiocruz e coordenadora científica do Departamento de Estudos sobre Violência e Saúde Jorge Careli, Cecília Minayo, proferirá a conferência Estudos sobre violência e saúde: onde estamos e para onde vamos? durante o encontro. Simone Assis, também do Claves, será palestrante no Seminário que é gratuito, porém tem inscrição limitada.

  4. Seminário debate alternativas ao diagnóstico psiquiátrico e ao tratamento psicofarmacológico

    Nos próximos dias 29, 30 e 31 de Outubro, a a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) sediará o III Seminário Internacional A Epidemia das Drogas Psiquátricas. Neste ano, o evento debaterá as Alternativas ao Diagnóstico Psiquiátrico e ao tratamento Psicofarmacológico, com a participação de pesquisadores, alunos, familiares e usuários da assistência psiquiátrica e saúde mental. As atividades do seminário discutirão e buscarão soluções para dois dos problemas mais dramáticos que a sociedade hoje enfrenta na abordagens dos chamados transtornos psíquicos. 

  5. Atividades de sexta-feira encerram Seminário Internacional de APS

    Encerrando o Seminário Internacional Atenção Primária à Saúde: do global ao local, o terceiro e último dia de debates promoverá discussões acerca da APS na cidade do Rio de Janeiro e o SUS no contexto do atual cenário municipal. As apresentações serão transmitidas on-line e acontecerão a partir das 9h, no auditório do Centro de Documentação e História da Saúde (COC/Fiocruz). Em breve, a cobertura completa do encontro, assim como suas apresentações, estarão disponíveis no Informe ENSP. Acompanhe. 
     

  6. Seminário debate alternativas ao diagnóstico psiquiátrico e ao tratamento psicofarmacológico

    Nos próximos dias 29, 30 e 31 de Outubro, a a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) sediará o III Seminário Internacional A Epidemia das Drogas Psiquátricas. Neste ano, o evento debaterá as Alternativas ao Diagnóstico Psiquiátrico e ao tratamento Psicofarmacológico, com a participação de pesquisadores, alunos, familiares e usuários da assistência psiquiátrica e saúde mental. As atividades do seminário discutirão e buscarão soluções para dois dos problemas mais dramáticos que a sociedade hoje enfrenta na abordagens dos chamados transtornos psíquicos. 

  7. Seminário debaterá os rumos da política nacional da Atenção Primária em Saúde nesta terça-feira, 24/10

    O segundo dia de debates do Seminário Internacional Atenção Primária à Saúde: do global ao local trará as mesas Rumos da política nacional de Atenção Básica no Brasil e Pesquisa em APS - APS nas redes e regiões: trajetórias assistenciais, APS em municípios rurais remotos, O trabalho dos ACS em territórios rurais remotos no Oeste do Pará, O cuidado às pessoas vivendo com HIV/Aids. As apresentações, que serão transmitidas on-line e acontecerão a partir das 9h, no auditório do Centro de Documentação e História da Saúde (COC/Fiocruz).

  8. Seminário internacional enfoca contexto da atenção primária em saúde

    Discutir temas atuais da Atenção Primária em Saúde no Brasil e no Rio de Janeiro, apresentar  experiências internacionais nesse campo e compartilhar resultados de pesquisas com estudantes, profissionais, gestores e professores/pesquisadores da área são alguns dos principais objetivos do Seminário Internacional Atenção Primária à Saúde: do global ao local, que acontece de 23 a 25 de outubro, na Fiocruz. O evento é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa em APS da ENSP/Fiocruz.

  9. Evento debaterá os desafios da política de saúde no Brasil

    Discutir o contexto atual da Política Pública de Saúde no Brasil, identificando as principais características da atual crise no modelo de proteção e discutindo prospectivamente as possibilidades de atuação do Ministério Público na área da saúde são os objetivos do III Seminário Política Pública de Saúde no Brasil - SUS: contextualização, cenários de crise e possibilidades de atuação do Ministério Público, que acontece nos dias 24 e 25 de outubro, no Ministério Público do Paraná.