1. Escola assina convênio com Defensoria Pública do Rio na quinta-feira (25/6)

    A Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz) assinará, na próxima quinta-feira, dia 25 de junho, um convênio com a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPE/RJ). O acordo é fruto de reuniões e oficinas que vêm sendo realizadas desde março deste ano, e a aproximação instucional entre DPE/RJ e ENSP consolidou-se por intermédio do diálogo contínuo entre trabalhadores vinculados ao Fórum de Articulação com os Movimentos Sociais e ao Núcleo de Direitos Humanos e Saúde Helena Besserman (DHIS), ambos da ENSP, Movimento Chega de Descaso e representantes das Coordenações de Pesquisa e de Saúde, da Câmara de Resolução de Litígios e da Fundação Escola da DPE/RJ. O convênio será assinado pelo diretor da ENSP, Hermano Castro, e o defensor público-geral, André Castro. Os pesquisadores Maria Helena Barros e Paulo Amarante participarão do encontro, que terá início às 17h30.

  2. DSSA encerra ciclo de encontros debatendo direito humano à água

    Encerrando o ciclo de eventos em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, o Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP realizará o V DSSA Debate, cujo tema será Direito humano à água e ao esgotamento sanitário. Para tanto, trará como palestrante o relator especial do Direito Humano à Água e ao Esgotamento Sanitário das Nações Unidas e pesquisador do Centro de Pesquisa René Rachou/Fiocruz, Léo Heller. A mesa será coordenada pelo diretor da ENSP, Hermano Castro. O encontro faz parte da programação do evento Sustentabilidade: o equilíbrio necessário, que teve como objetivo discutir temas que envolvem a reflexão sobre o modelo econômico atual, excludente e concentrador de renda, e sua pressão sob os recursos naturais, apresentando alternativas na busca por um modo de vida mais sustentável, saudável e equilibrado. O DSSA Debate é aberto ao público e acontecerá no salão internacional da Escola, no 4º andar, às 13h30.

  3. Cesteh 30 anos: roda de conversa debate integração entre serviço e ensino

    Para comemorar seus 30 anos, o Centro de Estudo da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) organizou uma série de encontros com a finalidade de discutir os temas que permeiam as atividades do Centro e a vida cotidiana. O primeiro evento, realizado em 27 de maio, abordou questões da atualidade, destacando temas como terceirização, maioridade penal, violência e a falta de recursos para a área da saúde. A segunda atividade já tem data definida e pretende abordar a intregração dos serviços com o ensino, além da trajetória e os desafios da pesquisa no Cesteh. O encontro está marcado para o dia 24 de junho, a partir das 12 horas, na sala 32 (Cesteh), e é aberto a todos os interessados. 

  4. Escola assina convênio com Defensoria Pública do Rio na quinta-feira (25/6)

    A Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz) assinará, na próxima quinta-feira, dia 25 de junho, um convênio com a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPE/RJ). O acordo é fruto de reuniões e oficinas que vêm sendo realizadas desde março deste ano, e a aproximação instucional entre DPE/RJ e ENSP consolidou-se por intermédio do diálogo contínuo entre trabalhadores vinculados ao Fórum de Articulação com os Movimentos Sociais e ao Núcleo de Direitos Humanos e Saúde Helena Besserman (DHIS), ambos da ENSP, Movimento Chega de Descaso e representantes das Coordenações de Pesquisa e de Saúde, da Câmara de Resolução de Litígios e da Fundação Escola da DPE/RJ. O convênio será assinado pelo diretor da ENSP, Hermano Castro, e o defensor público-geral, André Castro. Os pesquisadores Maria Helena Barros e Paulo Amarante participarão do encontro, que terá início às 17h30.

  5. Mês do Meio Ambiente: feira agroecológica e festa junina agitam ENSP na quinta-feira (25/6)

    Durante o Mês do Meio Ambiente, a Escola Nacional de Saúde Pública programou uma série de atividades para despertar a reflexão acerca do atual modelo econômico de desenvolvimento e suas consequências na saúde da população. Entre elas, a Feira Saberes e Sabores Josué de Castro, a ser realizada na quinta-feira (25/6), das 10 às 15 horas. Além da Feira haverá também uma festa junina com oferta de alimentos produzidos pela Agricultura Familiar, trazendo a oportunidade de acesso ao modelo de produção mais sustentável e de diálogo com os produtores e movimentos sociais.

  6. Idoso: pesquisadora do Hélio Fraga falará sobre cuidado e organização de redes de serviço

    Quem cuidará dos idosos do Brasil? Como se dará esse modelo de atenção? Esta questão, que vem sendo estudada e debatida pela pesquisadora do Centro de Referência Professos Hélio Fraga (CRPHF/ENSP) Luisa Regia Pessôa há quase duas décadas, será o tema da próxima sessão científica do CRPHF, nesta terça-feira (23/6). Durante o encontro, a pesquisadora apresentará os dados publicados no artigo Improving Healthcare Quality to Elderly by Organizing of Attention Networks. O evento será às 13h30, no auditório do Hélio Fraga.

     

  7. O cenário dos mestrados profissionais no país e o caso da ENSP

    Os mestrados profissionais, modalidade de pós-graduação stricto sensu voltada para a capacitação de profissionais mediante o estudo de técnicas, processos, ou temáticas que atendam a alguma demanda do mercado de trabalho, vêm ganhando cada vez mais força no cenário educacional brasileiro. Atualmente na Fiocruz, um terço dos programas de pós são oferecidos neste formato, de acordo com a coordenadora geral de Pós-Graduação da instituição, Cristina Guilam. Com objetivo refletir sobre os avanços, desafios e perspectivas dos MPs, a Escola Nacional de Saúde Pública realizou, no dia 17 de junho, o seminário Mestrados Profissionais da Pós-Graduação ENSP/Fiocruz: avanços e perspectivas. A atividade teve a participação das pesquisadoras da ENSP Marly Marques da Cruz, Inês Mattos, e Virgínia Hortale, além da coordenadora adjunta da Área da Saúde Coletiva da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e pesquisadora do Centro de Pesquisa Aggeu Magalhaes (CPqAM), Eduarda Cesse.

  8. ENSP debate 'as escolhas de Sofia' entre as saúdes pública e privada

    Seguindo com os preceitos apresentados no livro A medicina financeira, a ética estilhaçada, de Luiz Vianna Sobrinho, a ENSP promove o segundo debate do seminário Que medicina é essa? Saúde para quem?. A atividade reunirá os pesquisadores Paulo Amarante (ENSP/Fiocruz), Maria de Fátima Siliansky Andreazzi (Iesc/UFRJ) e Carlos Ócke-Reis (Ipea), que abordarão o tema A estruturação da ciência e do consumo na medicina - as 'escolhas de Sofias' do público ao privado. O encontro, aberto a todos os interessados, está marcado para 10 horas, no salão internacional da Escola. Na publicação, o autor questiona a quem realmente serve a nossa medicina e quais são os interesses que, de fato, determinam as decisões na área da saúde; e analisa o conflito surgido com a implantação repentina do programa Mais Médicos, entre o Governo Federal e as entidades de representação da classe médica, que só reforça a ideia de que o paciente talvez não seja verdadeiramente o foco da questão.

  9. Evento destaca os papéis da saúde e comunicação para uma vida melhor nas cidades

    Saúde Urbana: uma vida melhor nas cidades será o tema do DSSA Debate desta quinta-feira (18/6), em mais uma iniciativa promovida pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz) para celebrar o Mês do Meio Ambiente. O encontro, marcado às 9 horas, na sala 410 da ENSP, receberá o jornalista Agostinho Vieira, criador do blog Economia Verde no site do jornal O Globo, e a pesquisadora do departamento de Urbanismo da UFF, Lúcia Capanema. Os palestrantes destacarão os fatores que influenciam a saúde urbana, os principais desafios da sustentabilidade no Brasil e no Mundo, a forma como afetam a saúde e o tratamento dado pela imprensa ao tema, além dos diferentes discursos sobre a cidade saudável. O DSSA Debate será coordenado pelo jornalista Filipe Leonel, da Coordenação de Comunicação Institucional da ENSP, e terá a pesquisadora Simone Cynamon (DSSA) como debatedora.

  10. Seminário destaca a conformação de políticas para o mestrado profissional da ENSP

    Nos dias 17 e 18 de junho, a Escola Nacional de Saúde Pública realizará o seminário Mestrados Profissionais da Pós-Graduação Ensp/Fiocruz: avanços e perspectivas. O evento tem como principal objetivo propor uma reflexão acerca dos avanços, desafios e perspectivas dessa modalidade de formação na ENSP, conforme o cenário nacional e os mecanismos de regulação da Capes, além de apresentar as experiências das turmas de mestrado profissional (MP) dos programas de pós-graduação em Saúde Pública e Epidemiologia em Saúde Pública, considerando as múltiplas temáticas, propósitos e abordagens adotadas. Coordenada pelos pesquisadores Marly Marques da Cruz e Gideon Borges dos Santos, a atividade é aberta ao público e está marcada para as 9 horas, no salão internacional da ENSP.