1. Solenidade encerra o curso de Projetos Sociocomunitários

    No dia 11 de setembro, ocorrerá o encerramento da terceira turma do curso de Elaboração e Gestão de Projetos Sociocomunitários, promovido pelo Programa de Desenvolvimento em Gestão Social (PDGS/Dirad), em parceria com a Cooperação Social da Fiocruz e a Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz). A atividade está marcada para as 9 horas, no salão internacional da ENSP.

  2. Seminário destaca a vigilância em saúde do trabalhador

    Nessa quarta-feira (27/8), a partir das 10 horas, ocorrerá o seminário Olhares sobre a Vigilância em Saúde do Trabalhador (Visat), que contará com a participação de pesquisadores de referência do campo. Organizado pelas coordenadoras do curso de Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador da ENSP, Ana Braga e Jussara Brito, o evento será composto por duas mesas-redondas com os temas: Subsídios para a Visat na produção rural e A interdisciplinaridade nas ações de Visat, além de um debate sobre Qualificação da Informação sobre acidentes e agravos

  3. Profissionais de saúde participarão de oficina sobre hanseníase

    Na quinta-feira, dia 28 de agosto, profissionais de nível superior da área de saúde e profissionais do Território Integrado de Atenção à Saúde (Teias) - Escola Manguinhos realizam uma oficina de Hanseníase, no auditório do Museu da Vida, na Fundação Oswaldo Cruz. A atividade ocorrerá das 13h30 às 17h e terá palestras a respeito dos sinais e sintomas da doença, além de apresentar um panorama desse agravo no Brasil e no Estado do Rio de Janeiro. Confira a programação abaixo.

  4. Sessões científicas norteiam debates na ENSP em 25/8

    Na segunda-feira, 25 de agosto, serão relizadas duas sessões científicas na ENSP: 'A construção do direito à saúde no trabalho a partir da concepção de infância' e 'Medicina Baseada em Evidências: relacionamento centrado em cuidados e serviços de saúde científicamente informados'. A primeira atividade pretende refletir sobre a relação trabalho, saúde e infância na atualidade, além de  debater o campo das ações realizadas e as políticas para a área. A palestra será proferida por Valdinei Santos de Aguiar Júnior, aluno da ENSP no Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola. A segunda sessão, por sua vez, contará com a com a exposição do professor da Faculdade de Medicina e Cirurgia da Universidade de Columbia e fundador e diretor do Departamento de Saúde Baseada em Evidências da Academia de Medicina de Nova Iorque, Peter C. Wyer. Ambas ativividades são abertas ao público e não necessitam de inscrição prévia. 

  5. Saúde no trabalho na concepção de infância em debate

    O Brasil é signatário de importantes tratados de proteção à infância e sobre o trabalho infantil. Apesar disso, essa ainda é uma prática corrente no Brasil e no mundo. Nos casos em que ele é combatido existem leis compensatórias, como escola em tempo integral, manutenção destas crianças e adolescentes na escola, políticas de geração de renda familiar, entre outras, porém estas não são insuficientes para dar conta do problema. Para refletir sobre a relação trabalho, saúde e infância na atualidade será realizada a palestra A construção do direito à saúde no trabalho a partir da concepção de infância. O encontro - marcado para o dia 25/8, às 13h30, no salão internacional da ENSP -, visa, ainda, demarcar a construção do direito à saúde no trabalho, a partir da proteção da infância no alvorecer da Revolução Industrial.

  6. Sessão debate medicina baseada em evidências

    No dia 25 de agosto será realizada, na ENSP, a sessão científica 'Medicina Baseada em Evidências: relacionamento centrado em cuidados e serviços de saúde científicamente informados'. A atividade contará com exposição do professor da Faculdade de Medicina e Cirurgia da Universidade de Columbia e fundador e diretor do Departamento de Saúde Baseada em Evidências da Academia de Medicina de Nova Yorque, Peter C Wyer. Sob a coordenação das pesquisadoras do Laboratório de Epidemiologia Clínica do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz) Sonia Lambert e Suzana Silva, o evento está marcado para 13h30, na sala 410 do prédio da ENSP, é aberto aos interessados, não necessitando de inscrição prévia. 

  7. ENSP debate o contexto internacional do tabaco

    Apresentar um panorama mundial sobre os desafios e perspectivas para o controle do tabaco no Brasil e no mundo foi o objetivo do seminário internacional realizado pelo Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde da ENSP/Fiocruz. A atividade contou com a participação de quatro lideranças mundiais no assunto: Roberto Iglesias, Stella Bialous, Tânia Cavalcante e Vera Luiza da Costa e Silva, cujas palestras abordaram a política de preços e impostos dos produtos derivados dessa substância, as estratégias inovadoras da indústria, as perspectivas da Política Nacional de Controle do Tabaco, além dos desafios para o controle do fumo no mundo, respectivamente. O evento, que encerrou as atividades do curso de atualização em Políticas de Controle do Tabagismo, no dia 15/8, teve como mediadora a coordenadora do Cetab/ENSP, Valeska Figueiredo.

  8. Hélio Fraga debate micobactérias não tuberculosas

    Segundo a pesquisadora do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, Telma Goldenberg, as espécies mais prevalentes de micobactérias no Rio de Janeiro são as Mycobacterium Kansasii, que apresentam um crescimento progressivo a cada ano. Atualmente, cerca de 160 espécies integram este grupo, entre as quais estão as causadoras da hanseníase e da tuberculose (TB). O assunto foi tema de um debate, no dia 7/8, no auditório da instituição, no qual discutiu-se o papel das micobactérias não tuberculosas (MNTs) como agente causador de doenças no pulmão, pele, osso e gânglios. "Estamos falando de patógenos oportunistas, isto é, que se favorecem de condições imunodepressoras ou alterações estruturais pulmonares (DPOC, bronquiectasias e sequela de tuberculose)". 

  9. Perspectivas mundiais de controle do tabaco em debate

    No dia 15 de agosto, o Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde (Cetab/ENSP) promoverá o Seminário Internacional sobre as Perspectivas de Controle do Tabaco no Mundo. A atividade pretende apresentar e discutir os desafios para o controle do tabaco, as melhores apostas para isso ocorrer e as estratégias da indústria para interferir nas políticas públicas, e contará com a participação de pesquisadores do cenário nacional e internacional. O evento faz parte das atividades de encerramento do curso de atualização em Políticas de Controle do Tabagismo da Escola. O encontro, que é aberto aos interessados e não necessita de inscrição prévia, terá início às 9 horas no salão internacional da ENSP.

  10. Palestra aborda epidemiologia da TB no mundo

    Em palestra direcionada aos alunos do curso de especialização em Pneumologia Sanitária, a pesquisadora do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP) Margareth Dalcolmo, abordou a situação epidemiológica, os tratamentos usuais e as perspectivas com o advento das novas descobertas para a tuberculose resistente. "Hoje, existem no mundo aproximadamente 450 mil casos de tuberculose resistente, e 150 mil mortes em decorrência dessa grave forma da doença. O Brasil, que apresenta uma queda consistente na mortalidade nos últimos 10 anos, possui uma situação diferenciada em relação aos demais países da América Latina por contar com uma série de ações de controle e tratamento da TB".