1. Centro Hélio Fraga da ENSP comemora 30 com novo mestrado profissional

    Em comemoração aos 30 anos do Centro de Referência Professor Helio Fraga (CRPHF/ENSP) foi realizada, no dia 17 de dezembro, a aula inaugural do mestrado profissional em Epidemiologia e Controle da Tuberculose, desenvolvido por meio de consórcio entre a Escola Nacional de Saúde Pública, a Vice-presidência de Ensino, Informação e Comunicação da Fiocruz e o Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães (CPqAM/Fiocruz Pernambuco). A atividade contou com a participação do professor titular do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA) Maurício Barreto, que avaliou o controle da tuberculose no século XXI, as novas tecnologias e riscos inerentes à doença, além citar a relação dos determinantes sociais da saúde no processo saúde-doença. Na ocasião, foi descerrada uma placa em homenagem aos 30 anos de história do Hélio Fraga, criado em 1984 pela Campanha Nacional contra a Tuberculose. 

  2. Tuberculose: a doença que faz parte da trajetória da humanidade

    O pesquisador do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA) Maurício Barreto foi o expositor convidado para a palestra comemorativa dos 30 anos do Centro de Referência Prof. Hélio Fraga da ENSP e que deu início ao mestrado profissional em Epidemiologia e Controle da Tuberculose. Após o descerramento da placa em homenagem a data, teve início a exposição Controlando a tuberculose no século XXI: novas tecnologias, novos riscos e os persistentes determinantes sociais. "Quando entendemos o que é a tuberculose, conseguimos perceber esse mestrado como uma maneira de entender o mundo, pois a tuberculose faz parte da trajetória da humanidade", considerou o professor. Maurício descreveu a doença, sua transmissão e a maneira como ela infecta o pulmão. Ele ressaltou ainda que a TB é uma doença crônica e que todo modelo de cuidado utilizado no tratamento da tuberculose poder ser aplicado para o tratamento de outras doenças crônicas.

  3. Lançamento do DVD 'Nascer no Brasil' emociona plateia

    Era para ser um debate entre a coordenadora da pesquisa Nascer no Brasil, Maria do Carmo Leal (Ensp/Fiocruz), e a publicitária e documentarista Bia Fioretti, diretora e produtora da série em DVD homônima. Mas após a exibição do vídeo Nascer no Brasil: Parto, da violência obstétrica às boas práticas, a dor e a lembrança de violências sofridas, até então ignoradas, deu voz a inúmeras mulheres da plateia. Como em um filme de Woody Allen, em que ficção e vida real se misturam, o público viu suas histórias de vida espelhadas na tela e nas falas das personagens do filme, dando início a uma rica e emocionante troca de experiências. O debate foi uma iniciativa do Centro de Estudos do Icict e do Núcleo de Estudos do Audiovisual em Saúde da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz. 

  4. ENSP debate qualidade de vida no trabalho

    O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) promoveu o último encontro de uma série de seminários realizados em 2014, no dia 10/12. O propósito do seminário foi apresentar e debater o projeto Grupos de Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho, coordenado pelo psicólogo do Cesteh, Tito Canha. Em parceria com o Instituto de Psicologia da UFRJ, esta iniciativa - implantada no segundo semestre deste ano -  visa acolher trabalhadores que chegam ao Cesteh alegando sofrimento psíquico oriundo do trabalho. Para Canha, esse é hoje um gravíssimo problema social.

  5. Oficina sobre desastres apresenta resultados de projetos da ENSP

    Na semana de 15 a 19 de outubro, a professora emérita da UCLA e pesquisadora do Center for Public Health and Disasters - University of Utah, Kimberley Shoaf, ministra a oficina Elaboração de planos de preparação para desastres no setor saúde na ENSP. A atividade, que é um dos produtos do projeto Prepara Brasil, coordenado pelas pesquisadoras Claudia Garcia Serpa Osorio de Castro e Elaine Miranda, realiza, nesta quinta-feira (18/12), a apresentação das pesquisas desenvolvidas pela ENSP Prepara Brasil; Eventos de Massa e Vigilância Sanitária, coordenada pela pesquisadora Vera Pepe; e o Projeto Multirriscos, coordenado pelo pesquisador Carlos Machado. As apresentações acontecem às 9 horas, no salão internacional da ENSP, e são abertas ao público interessado.

  6. Notícias do Planalto: Chico Alencar fala sobre sua luta, no Congresso, pela participação popular

    Para o professor de história Francisco Rodrigues de Alencar Filho, existe uma doença chamada Normose; democracia pode ser representativa, substantiva, participativa e de alta intensidade - tudo ao mesmo tempo; geografia, mais do que a decoreba dos afluentes da margem esquerda do Amazonas, é o espaço vivido. Definições pouco ortodoxas para termos do uso corrente, neologismos e uma boa dose de lirismo são as marcas da fala inconfundível de Francisco, também conhecido entre seus milhares de eleitores e parceiros de luta como Chico Alencar. O deputado federal, recém reeleito pelo PSOL do Rio de Janeiro, esteve na Fiocuz para encerrar o mais tradicional curso de especialização da ENSP com uma palestra sobre Movimentos Sociais e Saúde.  

  7. Hélio Fraga comemora 30 anos nesta quarta-feira (17/12)

    Nesta quarta-feira 17/12, o Centro de Referência Professor Hélio Fraga da ENSP celebrará seu trigésimo aniversário com a palestra Controlando a tuberculose no século XXI: novas tecnologias, novos riscos e os persistentes determinantes sociais. A aula, que também marca o início do Mestrado Profissional em Epidemiologia e Controle da Tuberculose, será ministrada pelo professor titular do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA) Mauricio Barreto e acontece às 10 horas, no auditório do CRPHF/ENSP. A atividade será acompanhada da exposição Manguinhos revelado: um lugar para a ciência. O evento é aberto aos interessados.

  8. Série em DVD Nascer no Brasil será lançada na Biblioteca de Manguinhos

    O retrato do nascimento na voz das mulheres é o tema da série em DVD Nascer no Brasil, a ser lançada pela VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz, no dia 16 de dezembro, na Biblioteca de Manguinhos, no campus da Fiocruz. O DVD contém dois títulos: Parto, da violência obstétrica às boas práticas, com 20 minutos, e Cesárea, mitos e riscos, de 17 minutos. Ambos dirigidos, fotografados e produzidos por Bia Fioretti, publicitária especialista em Criação e Comunicação em Saúde Pública. A ideia do vídeo é dar voz aos números da pesquisa Nascer no Brasil – Inquérito Nacional sobre Parto e Nascimento, estudo inédito coordenado pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), que teve como objetivo conhecer os determinantes, a magnitude e os efeitos das intervenções obstétricas no parto, incluindo as cesarianas desnecessárias, assim como a motivação das mulheres pela escolha do parto.

  9. Oficina discute preparação do setor saúde em grandes eventos e desastres

    Os setores da saúde, incluindo vigilância sanitária e assistência farmacêutica, estão preparados para lidar com os grandes eventos de massa e os desastres no país? As lições aprendidas durante a Copa do Mundo e os desafios que estão por vir em 2016, com a realização das Olimpíadas na cidade do Rio de Janeiro, têm despertado o interesse da comunidade científica. Para discutir o tema com os profissionais da saúde envolvidos na preparação e resposta aos desastres e aos grandes eventos, a Escola Nacional de Saúde Pública realiza, de 15 a 19 de dezembro, a oficina Elaboração de planos de preparação para desastres no setor saúde, ministrada pela professora emérita da UCLA e pesquisadora do Center for Public Health and Disasters - University of Utah, Kimberley Shoaf. 

  10. Movimentos sociais e avaliação do PAC Favelas pautam debates na segunda (15/12)

    Na segunda-feira, 15 de dezembro, a Escola Nacional de Saúde Pública promoverá duas atividades abertas ao público. Para encerrar o ano letivo do curso de Especialização em Saúde Pública (o mais antigo da ENSP - há 58 anos na grade curricular), o Deputado Federal Chico Alencar (PSOL-RJ) ministrará a palestra Movimentos Sociais e Saúde no Rio de Janeiro, às 9 horas, na sala 111 da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. Na segunda atividade do dia, o  Laboratório Territorial de Manguinhos (LTM) irá compartilhar os resultados da pesquisa sobre o PAC favelas, por meio do seminário de pesquisa Territórios em Movimento: Avaliação participativa do PAC Favelas – RJ na perspectiva da promoção da sáude e da justiça. O evento também acontece na Escola Politécnica, a partir das 13h30, no auditório Joaquim Cardoso de Melo.