1. Evento na ENSP abordará relação entre racismo e saúde nesta terça, 22/11

    Todos os dias vemos, ouvimos, ficamos sabendo e, até mesmo, sofremos casos de racismo no Brasil e no mundo. Para discutir esta questão e seus impactos relacionados à saúde da população, a ENSP realizará, nesta terça-feira (22/11), no salão internacional, o encontro Racismo e Saúde: um debate necessário e urgente. Organizado pelo pesquisador Paulo Bruno, do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da Escola, o evento foi impulsionado pelo Dia da Consciência Negra, celebrado no Brasil em 20 de novembro. Paulo Bruno destacou a existência de diferentes documentos que incluem o racismo como importante fator na produção de iniquidades em saúde entre populações africanas e afrodescendentes, como o documento final da III Conferência Mundial contra o Racismo, Xenofobia e Intolerâncias Correlatas, convocada pela Assembleia Geral da ONU, realizada em Durban, em 2001, e o relatório final da Comissão para os Determinantes Sociais da Saúde (OMS).

  2. Encontro debaterá APS e formação em saúde na ENSP segunda-feira (21/11)

    Quais são os desafios de hoje para a Atenção Primária no SUS? Apesar do amplo consenso acerca da centralidade da APS como ordenadora do cuidado e dos avanços e conquistas dos últimos anos, ainda há muito a ser feito, especialmente no que diz respeito ao princípio da garantia da integralidade da atenção à saúde e da articulação entre os níveis de atenção - o que, por si só, coloca um desafio imenso. Para debater o tema, a Escola promoverá a palestra Os desafios da Atenção Primária em Saúde e os processos de formação da ENSP, marcada para o dia 21 de novembro, às 9h, no auditório térreo. O evento é aberto ao público e não exige inscrição prévia. Como desdobramento do encontro, no dia 28/11, hávera uma oficina fechada a convidados. 

  3. Pesquisadora de Coimbra fala sobre transmissão de parasitas intestinais através da água para consumo humano

    O Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA/ENSP) recebeu, no dia 26/10, a professora Maria do Céu Rodrigues Sousa, especialista em Microbiologia e Parasitologia da Universidade de Coimbra, para falar sobre Doenças Negligenciadas: impacto das protozoonoses na Saúde Pública. Em sua palestra, ela adiantou que, em breve, será publicado estudo confirmando que a população do Rio de Janeiro tem uma alta frequência de parasitas intestinais. "É importante notar que essas espécies têm a mesma via de transmissão, indicando exposição à contaminação fecal. A frequência desses parasitas adicionados à alta frequência de poliparasitismo pode ser usado como indicadores de transmissão através da via fecal/oral, apontando assim para transmissão de parasitas intestinais através do fornecimento de água para consumo humano ou a ingestão de alimentos contaminados." A pesquisa destaca que a distribuição de água geralmente tem problemas inerentes às características do uso e ocupação do solo urbano na região metropolitana do RJ, especialmente nos municípios e bairros com maiores níveis de desigualdade social e econômica. Nessas áreas, a falta de acesso a serviços de coleta e tratamento de esgoto leva à contaminação da rede de abastecimento de água através de ligações cruzadas e zonas de baixa pressão, levando à entrada de águas residuais e pluviais no sistema. A situação é agravada em bairros e favelas localizadas em áreas mais altas, onde a pressão na rede é insuficiente para manter um fluxo constante de água. O debate foi coordenado pelos pesquisadores Clementina dos Santos Feltman e Marcelo Bessa.

  4. Privatização do saneamento em debate na ENSP nesta quinta-feira (27/10)

    Com o tema Privatização do saneamento: alerta para a saúde, o Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP receberá, nesta quinta-feira (27/10), às 9h30, no salão internacional, o educador Marcos Albuquerque, do Movimento Pró-Saneamento e Meio Ambiente da Baixada Fluminense, e o engenheiro Roosevelt Brasil Fonseca, membro da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do RJ. A mesa será coordenada pela pesquisadora Maria José Salles. 

  5. Palestra internacional do DSSA destaca o impacto das protozoonoses na saúde pública

    Nesta quarta-feira (26/10), às 9h30, o Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA/ENSP) promoverá a primeira edição internacional do ciclo de palestras do DSSA Debate. A atividade, intitulada Doenças Negligenciadas: impacto das protozoonoses na Saúde Pública, receberá a palestrante Maria do Céu Rodrigues de Sousa, licenciada em Ciências Farmacêuticas e doutora em Farmácia, na especialidade Microbiologia e Parasitologia, pela Universidade de Coimbra, em Portugal. O debate é coordenado pelo pesquisador Marcelo Bessa de Freitas, do DSSA/ENSP, e está marcado para o salão internacional da ENSP. O DSSA Debate internacional é aberto ao público e concederá certificado de participação.

  6. Evento no Cesteh debate a formação em saúde do trabalhador

    Trajetória e desafios da formação em Saúde do Trabalhador será o tema da próxima edição do Encontros do Cesteh, marcada para o dia 26 de outubro, das 12 às 14 horas, na sala 32 do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador. Mediado pelo pesquisador Gideon Borges, o evento terá palestras das pesquisadoras da ENSP Maria Blandina Marques, Rita Mattos e Simone Oliveira. A atividade é aberta ao público e não necessita de inscrições.

  7. Sessão científica discute nexos da saúde do trabalhador

    Nesta terça-feira, 25 de outubro, o Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) promoverá a sessão científica Discussão de nexos na saúde do trabalhador. A atividade, a ser realizada via webconferência, está marcada para 13h30, e contará com a participação do pesquisador do Cesteh/ENSP, Francisco Pedra e do professor da Universidade de Campinas (Unicamp) Heleno Correa. 

  8. Evento no Cesteh debate a formação em saúde do trabalhador

    Trajetória e desafios da formação em Saúde do Trabalhador será o tema da próxima edição do Encontros do Cesteh, marcada para o dia 26 de outubro, das 12 às 14 horas, na sala 32 do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador. Mediado pelo pesquisador Gideon Borges, o evento terá palestras das pesquisadoras da ENSP Maria Blandina Marques, Rita Mattos e Simone Oliveira. A atividade é aberta ao público e não necessita de inscrições.

  9. Privatização do saneamento em debate na ENSP nesta quinta-feira (27/10)

    Com o tema Privatização do saneamento: alerta para a saúde, o Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP receberá, nesta quinta-feira (27/10), às 9h30, no salão internacional, o educador Marcos Albuquerque, do Movimento Pró-Saneamento e Meio Ambiente da Baixada Fluminense, e o engenheiro Roosevelt Brasil Fonseca, membro da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do RJ. A mesa será coordenada pela pesquisadora Maria José Salles.