1. Pesquisa analisa acesso geográfico de pessoas com tuberculose às unidades de saúde

    As desigualdades sociais, existentes principalmente nos países pobres, têm favorecido a alta mortalidade por tuberculose (TB). Além da pobreza, a Aids e a emergência de bacilos multirresistentes, em consonância com a assistência inadequada dos serviços de saúde, são os principais desafios para o controle da doença. Com objetivo de contribuir para ações de planejamento do atendimento à pessoa com tuberculose drogarresistente, a egressa do mestrado em Epidemiologia em Saúde Pública da ENSP, Magna Maria da Silva Leite, apresentou, durante sessão científica no Centro de Referência Professor Hélio Fraga, a pesquisa fruto de sua dissertação de mestrado, que analisou o acesso geográfico das pessoas com tuberculose drogarresistente (TBDR) à unidade de referência terciária em tuberculose no Estado do Rio de Janeiro. 

  2. Palestra internacional apresenta método que recria micróbios que povoam o trato gastrointestinal humano

    No dia 20 de outubro, a Fundação Oswaldo Cruz receberá a professora Emma Allen-Vercoe, da University of Guelph, no Canada, para a palestra "Becoming a microbiome mechanic: understanding gut microbial ecosystems to benefit health". A atividade tem apoio do Programa de pós-graduação de Biologia Celular e Molecular do IOC e será coordenada pelo pesquisador do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, da ENSP/Fiocruz, Luis Caetano Martha Antunes. O evento está marcado para as 14h, no auditório Maria Deane, no pavilhão 26 do IOC/Fiocruz. A palestra, aberta ao público, será em inglês e não terá tradução simultânea.

  3. Pesquisa analisa acesso geográfico de pessoas com tuberculose às unidades de saúde

    As desigualdades sociais, existentes principalmente nos países pobres, têm favorecido a alta mortalidade por tuberculose (TB). Além da pobreza, a Aids e a emergência de bacilos multirresistentes, em consonância com a assistência inadequada dos serviços de saúde, são os principais desafios para o controle da doença. Com objetivo de contribuir para ações de planejamento do atendimento à pessoa com tuberculose drogarresistente, a egressa do mestrado em Epidemiologia em Saúde Pública da ENSP, Magna Maria da Silva Leite, apresentou, durante sessão científica no Centro de Referência Professor Hélio Fraga, a pesquisa fruto de sua dissertação de mestrado, que analisou o acesso geográfico das pessoas com tuberculose drogarresistente (TBDR) à unidade de referência terciária em tuberculose no Estado do Rio de Janeiro. 

  4. Debate sobre Questionários de Saúde e Trabalho está disponível no Canal da ENSP no Youtube

    O Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador, do Centro de Estudos em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) realizou o Debate sobre questionários de saúde e trabalho com enfoque na atividade e em aspectos psicossociais. A atividade contou com a participação de Tania Maria de Araujo, professora da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs); Lúcia Rotenberg, pesquisadora do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz); e das pesquisadoras da ENSP/Fiocruz, Jussara Cruz de Brito e Luciana Gomes. A atividade foi realizada no dia 22 de agosto, no auditório térreo da ENSP. Confira, no Canal da ENSP no Youtube, as apresentações. 
     

  5. Sessão do Hélio Fraga debate a origem e a ampliação da Rede SUS

    'A gênese da Rede SUS' será o tema da palestra a ser proferida pela pesquisadora Luisa Regina Pessôa, em mais uma sessão científica do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, da ENSP/Fiocruz. A atividade está marcada para esta terça-feira (17/10), às 10 horas, no auditório 1 do CRPHF. O tema faz parte de um capítulo da tese de doutorado Mergulho em Montes Claros: Desafios da Alocação de Recursos na Rede SUS, defendida pela pesquisadora na ENSP. O objetivo do capítulo foi mapear a trajetória da ampliação da Rede SUS. "A ideia foi verificar como a Rede SUS cresceu ao longo dos anos e, na conclusão, percebi que ela se organizou de acordo com os investimentos maciços do poder público. O crescimento e reorganização da rede não foram lineares", alinalisou a autora do estudo.
     

  6. Documentário 'É Rio ou Valão' será lançado nesta terça-feira (3/10)

    Em que condições as populações servidas pelas sub-bacias da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, e outras igualmente degradadas, encontram a água para uso? Degradação, iniquidades socioambientais, e o [urgente] acesso universal à água são alguns dos temas problematizados pelo documentário É Rio ou Valão?, produzido pela VídeoSaúde Distribuidora (ICICT/Fiocruz). O filme será lançado na próxima terça-feira (3/10), no auditório do Museu da Vida, no Campus Fiocruz Manguinhos, das 13h às 17h. O evento é aberto ao público.

  7. Hélio Fraga debate acesso geográfico de pessoas com TB drogarresistente à unidades de referência no RJ

    O Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP) realizará nesta terca-feira, 3 de outubro, a sessão científica Rostos e lugares: acesso geográfico de pessoas com TB drogarresistente às unidades de referência terciana no Estado do Rio de Janeiro. A atividade, marcada para às 10 horas, no auditório 1 do Centro de Referência, contará com a palestra da pesquisadora do Hélio Fraga, egressa do mestrado em Epidemiologia em Saúde Pública da ENSP, Magna Maria da Silva Leite. A sessão é aberta a todos os interessados e não necessita de inscrição prévia. 

  8. Documentário 'É Rio ou Valão' será lançado nesta terça-feira (3/10)

    Em que condições as populações servidas pelas sub-bacias da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, e outras igualmente degradadas, encontram a água para uso? Degradação, iniquidades socioambientais, e o [urgente] acesso universal à água são alguns dos temas problematizados pelo documentário É Rio ou Valão?, produzido pela VídeoSaúde Distribuidora (ICICT/Fiocruz). O filme será lançado na próxima terça-feira (3/10), no auditório do Museu da Vida, no Campus Fiocruz Manguinhos, das 13h às 17h. O evento é aberto ao público.

  9. Brasil avança nos estudos de utilização de medicamentos

    O Departamento de Política de Medicamentos e Assistência Farmacêutica (NAF/ENSP), o Instituto René Rachou (Fiocruz Minas) e a Universidade Federal de Minas Gerais promoveram, de 13 a 15 de setembro, no Rio de Janeiro, o seminário Estudos de utilização de medicamentos nos contextos dos países e sistemas de saúde (Drug Utilization Research in country and health system contexts). O evento internacional reuniu pesquisadores da Bélgica, Austrália, Suécia, Hungria e Colômbia e participantes de diferentes regiões do país para trocar experiências, fortalecer pesquisas e a formação no contexto dos estudos de utilização de medicamentos. "O seminário acontece desde 2013 e, de lá pra cá, nossos parceiros internacionais entenderam que o Brasil, apesar de algumas dificuldades na obtenção de dados, já trilhou um bom percurso para trabalhar na primeira linha de estudos de farmacoepidemiologia no mundo", analisou a pesquisadora do Naf/ENSP e da comissão organizadora do evento Claudia Garcia Serpa Osorio de Castro.

  10. Brasil avança nos estudos de utilização de medicamentos

    O Departamento de Política de Medicamentos e Assistência Farmacêutica (NAF/ENSP), o Instituto René Rachou (Fiocruz Minas) e a Universidade Federal de Minas Gerais promoveram, de 13 a 15 de setembro, no Rio de Janeiro, o seminário Estudos de utilização de medicamentos nos contextos dos países e sistemas de saúde (Drug Utilization Research in country and health system contexts). O evento internacional reuniu pesquisadores da Bélgica, Austrália, Suécia, Hungria e Colômbia e participantes de diferentes regiões do país para trocar experiências, fortalecer pesquisas e a formação no contexto dos estudos de utilização de medicamentos. "O seminário acontece desde 2013 e, de lá pra cá, nossos parceiros internacionais entenderam que o Brasil, apesar de algumas dificuldades na obtenção de dados, já trilhou um bom percurso para trabalhar na primeira linha de estudos de farmacoepidemiologia no mundo", analisou a pesquisadora do Naf/ENSP e da comissão organizadora do evento Claudia Garcia Serpa Osorio de Castro.