1. ENSP receberá Marilena Chauí na abertura de seu ano letivo

    A filósofa Marilena Chauí é a convidada para a abertura do ano letivo da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) em 2015. A aula magna terá como tema Contra a Universidade Operacional e está marcada para o dia 18 de março, às 14 horas, no auditório do Museu da Vida/Fiocruz. Segundo a expositora, o assunto aborda o processo por meio do qual a universidade pública brasileira vem sendo transformada e descaracterizada, desde os anos 1970, quando deixa de ser uma instituição social para se tornar uma organização, ou seja, 'uma entidade isolada cujo sucesso e cuja eficácia se medem em termos da gestão de recursos e estratégias de desempenho e cuja articulação com as demais se dá por meio da competição'. A atividade é aberta a todos os interessados e não é necessária inscrição prévia.

  2. ENSP promove seminário sobre gênero, sexualidade e direitos humanos

    Com o objetivo de promover a discussão crítica de questões relativas a desigualdades sociais no âmbito da sexualidade e gênero, inserindo os alunos do curso de especialização Gênero, Sexualidade e Direitos Humanos no debate de questões atuais acerca desses temas, o Grupo Direitos Humanos e Saúde (Dihs/ENSP) realizará o seminário Diálogos entre a Academia e os Movimentos Sociais. A atividade está marcada para os dias 2 e 3 de março, no salão internacional da Escola. O evento é aberto a todos os interessados e as inscrições devem ser realizadas no dia e local do evento.

  3. ENSP receberá Marilena Chauí na abertura de seu ano letivo

    A filósofa Marilena Chauí é a convidada para a abertura do ano letivo da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) em 2015. A aula magna terá como tema Contra a Universidade Operacional e está marcada para o dia 18 de março, às 14 horas, no auditório do Museu da Vida/Fiocruz. Segundo a expositora, o assunto aborda o processo por meio do qual a universidade pública brasileira vem sendo transformada e descaracterizada, desde os anos 1970, quando deixa de ser uma instituição social para se tornar uma organização, ou seja, 'uma entidade isolada cujo sucesso e cuja eficácia se medem em termos da gestão de recursos e estratégias de desempenho e cuja articulação com as demais se dá por meio da competição'. A atividade é aberta a todos os interessados e não é necessária inscrição prévia.

  4. Hélio Fraga promove sessão de palestras em 24/2

    O Centro de Referência Prof. Hélio Fraga (CRPHF/ENSP) promoverá, no dia 24 de fevereiro uma sessão científica dividida em duas exposições que vão traçar exemplos da luta contra a tuberculose no Brasil. O primeiro tema será Centro de Referência Professor Hélio Fraga: do sonho à realidade, apresentado pelo médico infectologista e ex-chefe da unidade, Miguel Aiub Hijjar. A segunda exposição, Histórico da doutora Lenice Dias Campos, será feita pela médica pneumopediatra Heloisa Maria Silva de Medeiros. A atividade, marcada para 14 horas, é aberta a todos os interessados e não é necessária inscrição prévia.

  5. Hélio Fraga promove sessão de palestras em 24/2

    O Centro de Referência Prof. Hélio Fraga (CRPHF/ENSP) promoverá, no dia 24 de fevereiro uma sessão científica dividida em duas exposições que vão traçar exemplos da luta contra a tuberculose no Brasil. O primeiro tema será Centro de Referência Professor Hélio Fraga: do sonho à realidade, apresentado pelo médico infectologista e ex-chefe da unidade, Miguel Aiub Hijjar. A segunda exposição, Histórico da doutora Lenice Dias Campos, será feita pela médica pneumopediatra Heloisa Maria Silva de Medeiros. A atividade, marcada para 14 horas, é aberta a todos os interessados e não é necessária inscrição prévia.

  6. ENSP mobiliza profissionais de saúde na prevenção da hanseníase

    Em comemoração ao Dia Mundial de Luta contra Hanseníase, o Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF/ENSP) realizou uma série de atividades voltadas para a sensibilização dos profissionais de saúde e para a população de Manguinhos atendida pela unidade, pela Clínica Victor Valla e pelas equipes de Saúde da Família integrantes da iniciativa Teias-Escola Manguinhos. Tais ações fizeram parte do movimento tradicional da ENSP em participar da campanha anual do Ministério da Saúde que, em 2015, teve como tema Hanseníase: quanto antes você descobrir, mais cedo vai se curar

  7. 'O Brasil tem um grande espírito solidário, mas esse sentimento precisa ser despertado'

    A Escola Nacional de Saúde Pública recebeu o embaixador e ex-ministro da defesa e das Relações Exteriores, Celso Amorim, para uma conversa a respeito das ações de cooperação internacional do governo brasileiro, sobretudo na área humanista da política externa - que inclui a luta contra a fome e a pobreza - e na saúde. Além de comentar o quadro político-geral que levou à intensificação da cooperação sul-sul e os bastidores dos acordos sobre tabaco, IBAS e Brics, referiu-se à Fiocruz como uma instituição de 'orgulho para o país' e ao Brasil como uma nação solidária. "Não há, necessariamente, uma contradição entre solidariedade e interesse nacional. O programa de combate à fome é um exemplo disso". Amorim esteve na ENSP durante o seminário Relações Internacionais e Saúde: Política externa e cooperação internacional em saúde, coordenado pela pesquisadora Celia Almeida. 

  8. Seminário Relações Internacionais e Saúde prossegue na terça-feira (13/1)

    O seminário Relações Internacionais e Saúde: Política externa e cooperação internacional em saúde continua nesta terça-feira (13/1) com a realização de dois painéis que apresentarão diferentes aspectos da cooperação internacional em saúde. A atividade está marcada para as 9 horas, no salão internacional da ENSP. À tarde, os alunos do mestrado profissional em Saúde Global e Diplomacia da Saúde irão expor os estudos de caso de cooperação internacional da Fiocruz. O evento é coordenado pela pesquisadora Célia Almeida e tem como proposta discutir a política externa Brasileira e a cooperação internacional, além de suas perspectivas e tendências em geral e na saúde.

  9. Políticas internacionais de saúde em debate na ENSP

    Nos dias 12 e 13 de janeiro, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca sediará o seminário Relações Internacionais e Saúde: Política externa e cooperação internacional em saúde, fruto de um projeto de pesquisa multi-institucional, coordenado pela pesquisadora Celia Almeida, e financiado pela Faperj. A atividade está marcada para às 9 horas, no salão internacional da ENSP. A conferência de abertura será proferida pelo embaixador Celso Amorim, ex-chanceler e ex-ministro da Defesa.

  10. Centro Hélio Fraga da ENSP comemora 30 com novo mestrado profissional

    Em comemoração aos 30 anos do Centro de Referência Professor Helio Fraga (CRPHF/ENSP) foi realizada, no dia 17 de dezembro, a aula inaugural do mestrado profissional em Epidemiologia e Controle da Tuberculose, desenvolvido por meio de consórcio entre a Escola Nacional de Saúde Pública, a Vice-presidência de Ensino, Informação e Comunicação da Fiocruz e o Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães (CPqAM/Fiocruz Pernambuco). A atividade contou com a participação do professor titular do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA) Maurício Barreto, que avaliou o controle da tuberculose no século XXI, as novas tecnologias e riscos inerentes à doença, além citar a relação dos determinantes sociais da saúde no processo saúde-doença. Na ocasião, foi descerrada uma placa em homenagem aos 30 anos de história do Hélio Fraga, criado em 1984 pela Campanha Nacional contra a Tuberculose.